Menu
Busca quinta, 19 de maio de 2022
(67) 99647-9098
Tjms Maio22
COLUNA

Esplanada

Leandro Mazzini

'Nanicos' embolsam R$ 18 milhões

30 janeiro 2013 - 07h32

O fundo partidário respaldado pela Constituição tornou-se o atrativo para a criação de novas legendas. Somente em 2012 os chamados partidos nanicos – com baixa ou nenhuma representação no Congresso – embolsaram R$ 18 milhões. A coluna contou 14 siglas. Entre elas, cinco não têm nenhum deputado federal (PCB, PCO, PPL, PSTU, PSDC) mas levaram R$ 3,15 milhões. O PPL se salva porque tem um senador, João Costa (TO). Vêm aí o Novo, de Marina Silva, e o Solidariedade, de Paulinho da Força.

Memória
Ano passado nasceram o PEN – Partido Ecológico, que procurou Marina, em vão, e o PSD de Kassab, que tornou-se robusto da noite para o dia.

Campeõe$
Entre os nanicos, destacam-se com maiores repasses o PMN (R$: 2,9 milhões), com três deputados,  e o PHS (R$ 2,4 milhões) com um deputado licenciado.

Bomba relógio
O ministro Aldo Rebelo garante que as novas arenas para a Copa seguem recomendação da FIFA para escoamento do público em até oito minutos.

Labirinto da morte
A situação dos donos da boate Kiss, em Santa Maria (RS), só piora. A Polícia Civil investiga a planta da recente reforma no local. Pode ter confundido os jovens na hora da fuga. Muitos correram para um novo corredor de acesso aos banheiros, próximos da saída da casa, e lá ficaram. Faltou sinalização.

Noite calma
Duplo golpe nos empresários da noite. De um lado os governos apertam a fiscalização a casas noturnas depois do incêndio em Santa Maria. Completa o quadro a tolerância zero entre bebida e direção aprovada pelo Denatran.

Gritaria contida
A cúpula do PMDB desanca o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, que denunciou Renan Calheiros a uma semana da eleição para presidente do Senado. Aponta, mas sem provas, motivação política. 

O quarto
O senador José Pimentel (PT-CE) deve levar a Quarta Secretaria da Mesa do Senado, na provável eleição de Renan Calheiros.

Rei & Plebeu
Ao contrário de Lula, que assombra Dilma Rousseff, aposentou-se do Palácio o mais antigo contínuo, Sr. Nazareth. Tinha DAS 102.1 (pouco mais de R$ 2 mil).

Mi$tério
Continua o mistério do Ministério da Integração. A área técnica cancelou a licitação para reforma dos quatro andares deixados pela pasta na Esplanada em Novembro. Enquanto o ministro aluga prédio a R$ 1 milhão por mês, por 10 anos, longe dali.

A grande família
Com a eventual eleição de Henrique Alves (PMDB-RN) para presidente da Câmara, a família Alves passa a ser a mais poderosa da Esplanada. Senador licenciado, Garibaldi filho é ministro da Previdência. O pai Garibaldi é senador na vaga de Rosalba Ciarlini.

Fim da mesada
O ex-juiz Alberto Guerra, do Equador, reconheceu na Justiça americana que orquestrou, com demandante de ação bilionária, uma sentença contra a petroleira Chevron em causa ambiental no Lago Agrio. Ainda bem que isso não acontece por aqui...

Reserva livre
A Pousada Refúgio Ilha do Caracará, em Poconé (MT) continua de propriedade do Grupo Rural, após comprovar posse na Justiça em litígio com os ex-proprietários. Não houve fraude. Informa que o fechamento foi sazonal e reabre em Fevereiro.  

Mais Dercy
A mostra “Dercy bem Brasileira” no Centro Cultural Correios, em Fevereiro, contará com 12 filmes estrelados por ela, painéis e debates com diretores de cinema.

Dica-memória
Tragédias similares ocorridas em NY e Buenos Aires resultaram na prisão dos músicos, donos das boates e dos fiscais públicos que autorizaram as festas.

Ponto Final
Irã manda macaco sem volta para o espaço. Em se tratando de quem manda lá, o bicho saiu no lucro.

Por Leandro Mazzini - com Vinícius Tavares, Marcos Seabra e Adelina Vasconcelos
Brasília, Quarta-Feira, 30 de Janeiro de 2013 – nº 364

Deixe seu Comentário

Leia Também

Calote
Legalização dos jogos
Vice brigão
Do meu, do seu bolso
Bolsonaro “refém”