Menu
Busca domingo, 20 de janeiro de 2019
(67) 99647-9098
PMCG Balanço super banner
COLUNA

Mondovino

Donizetti Vicentin

Pinot Noir

07 maio 2018 - 10h31

Pinot Noir

Hoje trago uma das minhas paixões no mundo do vinho a delicada e emblemática Pinot Noir.

Ela tem como origem a região de Borgonha, na França. Ganhou fama mundial. É considerada a uva mais complicadas de se cultivar e de difícil adaptação. É uma casta muito delicada, muito sensível as mudanças climáticas e pragas. Não gosta de muito frio, e nem de muito sol, muito trabalhosa requer muita atenção do vinicultor produz alguns dos vinhos mais elegantes e delicados do mundo.

Presente em vários paises, tanto no velho mundo como no novo mundo. Mas não há como negar que seu maior esplendor é alcançado em sua terra natal, a Borgonha(França), aonde produz vinhos complexos, com boa estrutura e capacidade de evoluir, participa também do famoso corte do champagne, onde ela se junta a outra uva a Pinot Meunier ( ambas tintas vinificadas sem as cascas o dá a cor ao vinho ) e a branca Chardonnay. Destaco os Pinot Noir vindos dos EUA(Califórnia e Oregon), da Nova Zelândia e do Chile(Vale do Casablanca). O Brasil apresenta bons vinhos,  também.

Sendo uma casta muito delicada, como a casca muito fina e de pouca pigmentação, o que gera vinhos mais frágeis, claros e como poucos taninos. Se diz no mundo do vinho se o enólogo , que como já expliquei é o profissional que produz o vinho, consegue fazer um bom vinho com essa uva, que é muito difícil de produzir, consegue fazer bons vinhos com as uvas menos trabalhosas.

Perfeitos também para quem começar a degustar vinhos.

Os aromas comuns em seus vinhos podem ser: Frutas vermelhas como cereja, framboesa, morango. Notas de especiarias, tostados e animal quando amadurecido em carvalho. Na boca é elegante e saboroso.

Para alcançar seus melhores resultados, o ideal é um clima frio.

Um uva tão delicada necessita de uma atenção especial para harmonização. Vinhos mais complexos e estruturados necessitarão de prato elaborados, os vinhos do novo mundo são mais dinâmicos e versáteis, acompanham com facilidade pratos leves com carne sem muita gordura.

Algumas harmonizações infalíveis e que do nosso ponto de vista, não oferecem chance ao erro:

Pratos como carnes vermelhas magras.Queijos brancos (camembert e brie) até mesmo um frango grelhado ou massas e risotos mais leves acompanham maravilhosamente esses vinhos tão delicados

BONS VINHOS A TODOS

" Champagne, se você está buscando a verdade, é melhor do que um detector de mentiras. Ele encoraja um homem a ser expansivo, até mesmo a ser incauto, enquanto os detectores de mentiras são apenas um desafio para que se conte mentiras com sucesso.'"

Graham Greene

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cava, uma joia espanhola
Portugueses brilham na França - Concurso de Bordéus
Dia da Mães
Pinot Noir
Descubra Qual o Vinho Mais Caro de Cada um dos Países Produtores