Menu
Busca sexta, 19 de agosto de 2022
(67) 99647-9098
COLUNA

Esplanada

Leandro Mazzini

PMDB espera ministério para 15 dias

07 março 2013 - 08h27

A bancada mineira do PMDB aguarda dentro de 15 dias o anúncio do Ministério dos Transportes ou Agricultura para um nome indicado pelo grupo. A revelação é do deputado Leonardo Quintão, cotado para a vaga. Seu nome e o do presidente do partido em Minas, Antonio Andrade, chegaram à presidente Dilma Rousseff, que vai decidir junto com o vice Michel Temer quem contemplar.

Por fora
Um dos indicados para presidir a Comissão de Finanças da Câmara, Quintão abriu mão, na esperança de tornar-se ministro.

Força, Mendes!
O ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro, que é do PMDB, luta contra um câncer. Dilma está preocupada com o amigo.

Vem mais aí
Porto Velho (RO) ferve com a recente prisão de duas cafetinas em operação da polícia Civil contra rede de prostituição. Elas já entregaram pelo menos 20 empresários.

Segurança total
O governo do DF reforçou com policiais de elite a segurança do vice, Tadeu Filippelli, e da cúpula da Secretaria de Transportes que interveio na Viação Amaral. O dono da empresa mandou recado velado para preposto do governo: “Diga ao vice que ele não tem nada a perder. Temos contas a acertar, e vamos acertar”. O recado foi claro.

Reposição
As empresas Amaral, que atendem boa parte da população do DF, descumpriram metas contratuais. Dezenas de ônibus estão quebrados e foram para oficinas do governo, que compra equipamentos. Os funcionários dizem que nunca viram tantas peças.

Ases do chão
A intervenção é séria. A capital e região metropolitana estão dominadas hoje por três famílias: Amaral, Nenê Constantino e Wagner Canhedo – este tem 850 ônibus. Curiosamente, os dois últimos são os donos da GOL e a falida Vasp.

Fala tudo..
Além do Major Curió, como revelou ontem a Coluna, a Comissão da Verdade negocia com mais dois conhecidos militares da reserva seus depoimentos.

Guerra do trânsito
Para chamar o ministro da Justiça para debate na Câmara, Lincoln Portela (PR-MG) destacou: 160 pessoas morrem por dia no trânsito. Assassinadas são 140, em média.

Alô, doutor!
Guaribas (PI), 650km de Teresina, está sem médico há quatro meses. O último doutor esnobou R$ 11 mil de salário. A pequena cidade foi visitada por ministros de Lula no início do governo. Que nunca mais voltaram.

Pós-Rombo
Com novo conselho deliberativo fora de seu controle, o presidente da Assefaz, Hélio Bernades, sofreria impeachment caso não fizesse acordo para demissão de operadora do Caixa. A Assefaz é o fundo de saúde de cinco categorias de servidores federais.

Eita!
O PMDB tem 64 deputados. E conseguiu eleger presidente da Comissão de Finanças da Câmara João Magalhães (PMDB-MG), um dos mais enrolados com a Justiça Federal e PF, alvo de operação por suspeita de desvio de emendas.

Viva a mulher
A bancada feminina do PCdoB, sob a tutela da deputada Manuela D’Avila, comemorou ontem anúncio de projeto de Lei que fortalece a Lei Maria da Penha com inclusão de novos dispositivos sugeridos pelo Ministério Público.

Meta do INSS
O ministro da Previdência, Garibaldi Alves, tem meta de chegar a 77 milhões de segurados pelo INSS até 2015. Hoje o governo banca 30 milhões.

Mas...
O governo está preocupado com o número de pensões crescentes. Foram pagos R$ 101 bilhões apenas em 2010. A minirreforma do setor ainda está em banho Maria.

Ponto final
Quarenta anos depois, Curió vai religar sua metralhadora giratória. A verbal..

Por Leandro Mazzini - com Marcos Seabra e Adelina Vasconcelos
Brasília, Quinta-feira, 07 de Março de 2013 – nº 395

Deixe seu Comentário

Leia Também

Segurando o caixa
Perigo online
Mão amiga
Tropa de Jair
Exército pecuarista