Menu
Busca terça, 07 de julho de 2020
(67) 99647-9098
Cultura

CineMIS aborda o teatro em exibições gratuitas

09 setembro 2012 - 08h25Divulgação

O teatro, que já serviu de base para muitas adaptações para a sétima arte, é o tema do projeto CineMIS do mês de setembro. As exibições, realizadas pelo Museu da Imagem e do Som da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, são gratuitas e acontecem de 10 a 14 de setembro (segunda-feira a sexta-feira), sempre às 19 horas.

A Mostra Cinema e Teatro é uma parceria com o 2º festival "Cena Agora - Bienal de Teatro", projeto que acontece entre os dias 10 e 16 de setembro em Campo Grande e que possui extensa programação com apresentações nacionais e locais, intervenções, processos artísticos e outras linguagens, ocupando salas, ruas e espaços alternativos. É realizado com apoio do Fundo de Investimentos Culturais do governo do Estado.

Segundo o curador da Mostra Cinema e Teatro, Vitor Hugo Samúdio, as exibições pretendem expor produções de diversos períodos, nacionalidades e estéticas, que demonstram a forte influência do teatro no cinema e na cultura contemporânea, com obras que vão da adaptação pop e em ritmo de videoclipe de "Romeu e Julieta", do diretor Baz Luhrmann, ao excelente “Édipo Rei”, filme de Pier Paolo Pasolini baseado na peça de Sofócles.

“Nossa proposta é estimular debates sobre a cultura em geral e, desta vez, trata-se de uma aproximação entre artes e linguagens diferentes, que dialogam há tempos tendo em vista os recursos narrativos que se utilizam. Essa mostra é muito representativa e demonstra o caráter colaborativo que a Fundação de Cultura vem tendo em todas as suas ações, cumprindo sua função social de democratizar o acesso ao conhecimento e à reflexão através de produções audiovisuais do País e do mundo", analisa o presidente da Fundação, Américo Calheiros.

Com temas diversos e abrangentes, o CineMIS apresenta na segunda semana de cada mês uma mostra com olhares e artes tanto de Mato Grosso do Sul quanto de culturas que ultrapassam fronteiras.

Confira a programação de setembro:

10 de setembro (Segunda-feira)
Édipo Rei - peça de Sofócles, filme de Pier Paolo Pasolini
O filme começa em uma pequena cidade no norte da Itália. No campo, junto com algumas amigas, uma mãe amamenta seu filho, mas, por um breve instante, o pânico invade seus pensamentos. Em casa, o pai do menino teme que ele assuma seu lugar na vida e no coração da mãe. À noite, depois de uma festa, os pais dormem em um quatro. O menino repousa em outro. O pai acorda, vai ao quarto ao lado e tenta enforcá-lo. A cena se transfere para a Grécia Antiga, onde se passa originalmente a tragédia de Sófocles. Ali, o oráculo de Delfi prevê: se Laio, rei de Tebas, gerar um filho, esse o matará. (Drama, 1967, 104 min.)

11 de setembro (Terça-feira)
Eles não Usam Black Tie - peça de Gianfrancesco Guarnieri, filme de Leon Hirszman
Operário engravida a namorada e resolve se casar. Paralelamente, a empresa que ele trabalha entra em greve, quando ele resolve furar o movimento para garantir o emprego, entrando em embate com seu pai, que é o líder do movimento. (Drama, 1981, 122 min.)

12 de setembro (Quarta-feira)
Romeu e Julieta - peça de Willian Shakespeare, filme de Baz Luhrmann
Nesta versão para os dias de hoje da peça de Shakespeare o cenário é Verona Beach. Os Capuleto e os Montéquio, duas famílias que sempre se odiaram, têm rixas sem cessar, mas isto não impede que Romeu (Leonardo DiCaprio), um Montéquio, se apaixone pela bela Julieta (Claire Danes), uma Capuleto. Entretanto, uma apresentadora de televisão anuncia que este amor profundo acabará gerando trágicas conseqüenciais, em virtude desta insana rivalidade familiar. (Drama, 1996, 120 min.)

13 de setembro (Quinta-feira)
Bodas de Sangue - peça de Federico Garcia Lorca, filme de Carlos Saura
Utilizando como pano de fundo o flamenco, o filme mostra um casal apaixonado de dançarinos, impedidos de ficar juntos, pois ela está de casamento marcado com outro homem. (Drama, 1981, 72 min.)

14 de setembro (Sexta-feira)
Hamlet - peça de William Shakespeare, filme de Franco Zeffirelli
Hamlet (Mel Gibson), Príncipe da Dinamarca, retorna ao seu país-natal quando seu pai, o rei, morre. Ao chegar, já encontra sua mãe (Glenn Close) casada com seu tio (Alan Bates), que se tornara rei. Mas logo o fantasma do pai de Hamlet surge e conta ao filho que seu tio e sua mãe o tinham assassinado. Hamlet passa então a ser atormentado pela decisão de vingar a morte do pai ou ter uma atitude passiva em relação ao fato. (Drama, 1990, 130 min.)

Serviço
A Mostra Cinema e Teatro acontece de 10 a 14 de setembro, sempre às 19 horas, no Museu da Imagem e do Som, que fica no Memorial da Cultura e Cidadania, na avenida Fernando Corrêa da Costa, 559, 3º andar. A entrada é franca. Informações pelo email [email protected] e pelo telefone 3316-9178.

Via Notícias MS

Totem_Alcool Gel

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Nostalgia: Autocine retorna neste domingo com entrada franca
Cultura
O desespero do entretenimento
Cultura
Banda V12 e DJ Marcelo Natureza farão Live nesta quinta
Cultura
V12 divulga set de músicas da live de quinta feira
Cultura
Banda V12 e DJ Marcelo Natureza farão Live com clássicos do Pop Rock
Cultura
Lives de hoje: Marília Mendonça e Maiara & Maraísa e Jads e Jadson
Cultura
Dia dos namorados terá lives românticas de Lulu Santos, Nando Reis e outras
Cultura
Sandy e É o Tchan, veja as lives de hoje
Cultura
Bolsonaro diz que nomeou ministro por relação com família de Silvio Santos
Cultura
Prefeitura flexibiliza shows em bares e restaurantes

Mais Lidas

Saúde
Bolsonaro anuncia carregamento de hidroxicloroquina para Campo Grande
Geral
Final feliz: Emilly é encontrada e está bem
Polícia
Mulher sofre tentativa de sequestro e escapa de tiro ao se jogar no chão
Saúde
MS passa de 10,5 mil casos e registra 128 mortes por coronavírus