Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS outubro21
Cultura

Começa Festival de Cannes, que faz homenagem especial ao cinema brasileiro

17 maio 2012 - 09h50Divulgação

A 65ª edição do Festival Internacional de Cannes, na França, começou ontem (16) e vai até o dia 27. O cinema do Brasil será o principal homenageado, como convidado de honra. O cineasta Nelson Pereira dos Santos, de 84 anos, deverá receber uma homenagem durante o festival. O filme A Música segundo Tom Jobim, de Santos, será exibido em sessão especial.

Em abril, a decisão foi anunciada pelo diretor do festival e responsável pela programação de filmes do evento, Thierry Frémaux. Segundo ele, o filme A Música segundo Tom Jobim é uma “homenagem” ao compositor, que chamou de “criador da bossa nova”.

O filme de Santos conta a trajetória e a forma de criar de Antonio Carlos Jobim por meio da música e do pensamento do compositor. Frémaux citou ainda diretores brasileiros, como Cacá Diegues, que representa o chamado Cinema Novo com fillmes clássicos - Xica da Silva e Quilombo -,  além de Ruy Guerra, que dirigiu Ópera do Malandro e Os Deuses e os Mortos, entre outros.

No Festival de Cannes, o Brasil será destaque com o longa metragem de Walter Salles, Na Estrada, baseado no livro On the Road, de Jack Kerouac, e Glauber Rocha, com Terra em Transe e O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro.

Ontem (16), a abertura do festival foi dedicada ao filme Moonrise Kingdom, do norte-americano Wes Anderson. A atriz francesa Bérénice Béjo, que se tornou mais conhecida por sua atuação no filme O Artista, fez a apresentação do evento. Em seguida, o cineasta italiano Nanni Moretti, vencedor da Palma de Ouro em 2001 e diretor do júri do festival, elogiou a França pelo evento.

“[A França] é um país que, ao contrário de outros, mantém papel importante para o cinema em sua sociedade”, disse Moretti. A cantora Beth Ditto interpretou Candle In the Wind, canção escrita por Elton John em homenagem a Marilyn Monroe, morta há 50 anos, e que ilustra o cartaz dessa edição do festival.

A expectativa, dos organizadores é que em 12 dias mais de 80 mil pessoas, entre atores, jornalistas, cinéfilos e caçadores de autógrafos, participem do evento. A ocasião, segundo especialistas, é utilizada também para o lançamento de projetos.

O  norte-americano Sacha Baron Cohen, o eterno Borat, passeou pelas ruas da cidade montado em um dromedário para fazer a promoção de seu novo filme O Ditador.

Via Agência Brasil

Unica - primavera

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Governo lança campanha para apoiar atividades circenses
Cultura
Nova cervejaria aposta em estilo medieval, Taproom e expediente em horário comercial
Cultura
Tão aguardada, 'Verdades Secretas 2' estreia na próxima quarta-feira
Cultura
Festival Universitário da Canção tem prêmios de até R$ 8 mil
Cultura
Após um ano e meio sem shows, Gal Costa se apresenta hoje na Capital
Cultura
Prefeitura abre licitação para terminar 1ª etapa do Centro Belas Artes
Cultura
Comemoração do Dia das Crianças tem programação especial na Capital
Cultura
Delinha fará show em comemoração aos 44 anos de MS
Cultura
Festival da carne do MS acontece neste fim de semana
Cultura
Cine Sesc exibe o suspense brasileiro Corações Sujos

Mais Lidas

Polícia
Homem pula o muro e flagra a ex-mulher com outro e transtornado agride ela e tranca os dois
Brasil
Vídeo: Homem se desespera ao ver que racha com os amigos acabou em morte
Geral
Com oito filhos, mãe anuncia gravidez de gêmeos e dispara: 'queremos mais'
Geral
Pastor embolsa R$ 30 milhões da Igreja Universal e foge