Menu
Busca domingo, 24 de janeiro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS Janeiro/21 juizado de transito
Cultura

Começa Festival de Cannes, que faz homenagem especial ao cinema brasileiro

17 maio 2012 - 09h50Divulgação

A 65ª edição do Festival Internacional de Cannes, na França, começou ontem (16) e vai até o dia 27. O cinema do Brasil será o principal homenageado, como convidado de honra. O cineasta Nelson Pereira dos Santos, de 84 anos, deverá receber uma homenagem durante o festival. O filme A Música segundo Tom Jobim, de Santos, será exibido em sessão especial.

Em abril, a decisão foi anunciada pelo diretor do festival e responsável pela programação de filmes do evento, Thierry Frémaux. Segundo ele, o filme A Música segundo Tom Jobim é uma “homenagem” ao compositor, que chamou de “criador da bossa nova”.

O filme de Santos conta a trajetória e a forma de criar de Antonio Carlos Jobim por meio da música e do pensamento do compositor. Frémaux citou ainda diretores brasileiros, como Cacá Diegues, que representa o chamado Cinema Novo com fillmes clássicos - Xica da Silva e Quilombo -,  além de Ruy Guerra, que dirigiu Ópera do Malandro e Os Deuses e os Mortos, entre outros.

No Festival de Cannes, o Brasil será destaque com o longa metragem de Walter Salles, Na Estrada, baseado no livro On the Road, de Jack Kerouac, e Glauber Rocha, com Terra em Transe e O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro.

Ontem (16), a abertura do festival foi dedicada ao filme Moonrise Kingdom, do norte-americano Wes Anderson. A atriz francesa Bérénice Béjo, que se tornou mais conhecida por sua atuação no filme O Artista, fez a apresentação do evento. Em seguida, o cineasta italiano Nanni Moretti, vencedor da Palma de Ouro em 2001 e diretor do júri do festival, elogiou a França pelo evento.

“[A França] é um país que, ao contrário de outros, mantém papel importante para o cinema em sua sociedade”, disse Moretti. A cantora Beth Ditto interpretou Candle In the Wind, canção escrita por Elton John em homenagem a Marilyn Monroe, morta há 50 anos, e que ilustra o cartaz dessa edição do festival.

A expectativa, dos organizadores é que em 12 dias mais de 80 mil pessoas, entre atores, jornalistas, cinéfilos e caçadores de autógrafos, participem do evento. A ocasião, segundo especialistas, é utilizada também para o lançamento de projetos.

O  norte-americano Sacha Baron Cohen, o eterno Borat, passeou pelas ruas da cidade montado em um dromedário para fazer a promoção de seu novo filme O Ditador.

Via Agência Brasil

senar janeiro21

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Linguiça de Maracaju é o 2º produto a receber o Selo Arte em MS
Cultura
Fundação de Cultura cogita carnaval entre maio e julho em MS
Cultura
Inscrições abertas para Mostra Cultural Apollo Black
Cultura
Luccas e Biel fazem show na comemoração de 95 anos da Feira Central
Cultura
“As andorinhas voltaram”: conheça o novo integrante do Trio Parada Dura
Cultura
Som da Concha terá Banda Haiwanna em sua última live do ano
Cultura
Som da Concha terá shows de Blues e Rock a partir das 18h deste sábado
Cultura
Filme "Nosso Lar" é exibido no último Autocine do ano
Cultura
Jorge, da dupla com Mateus, será pai de uma menina com atual namorada
Cultura
Luan Santana promove "Movimento Pantanal Chama" com live neste domingo

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio