Menu
Busca quinta, 21 de outubro de 2021
(67) 99647-9098
Gov 44 anos
Cultura

'Dois Perdidos Numa Noite Suja' será apresentada no Centro Cultural com o ator André Gonçalves

04 novembro 2012 - 07h54Divulgação

Será realizado hoje (04) o espetáculo “Dois Perdidos Numa Noite Suja” com os atores André Gonçalves e Freddy Ribeiro, com sessões às 18h30 e 20 horas, no Teatro Aracy Balabanian do Centro Cultural José Octávio Guizzo. A peça tem duração aproximada de 90 minutos e classificação de 12 anos.

Na peça, os personagens Paco e Tonho são dois empresários falidos e semimarginalizados de um Mercado de Peixes do cais do porto. Enquanto Paco é um ser tomado pelo sentimento de provocação e agressividade, Tonho tem em seu peito uma grande vontade de crescer na vida, fazer valer seus estudos.

Mas, para conseguir o tão almejado emprego, é necessário um par de sapatos novos que Paco possui, mas não quer emprestar. Paco tem o sonho de conseguir uma flauta nova para ganhar dinheiro como artista. É no âmbito dos dois personagens que surge o ápice da peça.

Nesta montagem Paco é André Gonçalves e Tonho é Freddy Ribeiro. A direção é assinada pelo ator e diretor Silvio Guindane. Estreou em Lisboa, em abril de 2008, no Teatro Mundial, seguindo turnê pelo nordeste brasileiro.

A peça
Escrita em 1966, na cidade de São Paulo, no bar Ponto de Encontro, transferindo-se em seguida para o Teatro de Arena, “Dois Perdidos Numa Noite Suja” é uma das peças mais importantes de Plínio Marcos. Esse texto já foi encenado na França, Alemanha, Inglaterra, Cuba, como também foi adaptado para o cinema.

Os atores
André Gonçalves tem em seu currículo as novelas: Vamp, A próxima vítima, Era uma vez, Senhora do Destino, Paraíso Tropical, Morde & Assopra, Amor Eterno Amor, Caminho das Índias, dentre outras. No teatro fez as peças: Capitães de Areia, Noite de Reis, Eu te amo e Onde está você agora e no cinema fez os filmes: Coração dos Deuses, Condenado a Liberdade e Garrincha - Estrela Solitária, onde ganhou vários prêmios como ator ao interpretar o jogador Mané Garrincha, Cazuza – O tempo não para, O Homem do Ano e “Eu te darei o céu”, filme que lhe rendeu o prêmio Kikito de melhor ator no Festival de Gramado.

Freddy Ribeiro atuou na TV no Sítio do Picapau Amarelo, Uga Uga, A Viagem, Corpo Santo, Labirinto e Malhação. No teatro apresentou a peça: Bonito e Paranóicos e no cinema fez Cleópatra, Miramar, Cidade do Claus, Sob o signo do Caos, Cinema Falado, Garrincha - Estrela Solitária, Homem Nu, entre outros.

Serviço
No dia da apresentação os ingressos serão vendidos a R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (meia) na bilheteria do teatro com uma hora de antecedência da sessão. A meia-entrada é valida para estudantes, professores, doadores de sangue e idosos (acima de 60 anos), com a apresentação de seu respectivo comprovante.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3025-4746. O Centro Cultural José Octávio Guizzo  fica localizado na rua 26 de Agosto, 453, entre as ruas Calógeras e a 14 de Julho.

Via Notícias MS

Unica - primavera

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Governo lança campanha para apoiar atividades circenses
Cultura
Nova cervejaria aposta em estilo medieval, Taproom e expediente em horário comercial
Cultura
Tão aguardada, 'Verdades Secretas 2' estreia na próxima quarta-feira
Cultura
Festival Universitário da Canção tem prêmios de até R$ 8 mil
Cultura
Após um ano e meio sem shows, Gal Costa se apresenta hoje na Capital
Cultura
Prefeitura abre licitação para terminar 1ª etapa do Centro Belas Artes
Cultura
Comemoração do Dia das Crianças tem programação especial na Capital
Cultura
Delinha fará show em comemoração aos 44 anos de MS
Cultura
Festival da carne do MS acontece neste fim de semana
Cultura
Cine Sesc exibe o suspense brasileiro Corações Sujos

Mais Lidas

Geral
Para não cuidar de idoso, família procura filhos do primeiro casamento em MS
Polícia
Motorista de transporte escolar é preso por estuprar menina de 12 anos dentro do ônibus
Brasil
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
Geral
Mulher manda currículo para asilo e é ofendida por erros de português