Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Cultura

Dono de álbum do ano, Daft Punk sai consagrado do Grammy com cinco prêmios

27 janeiro 2014 - 11h19Via Uol
A dupla de música eletrônica Daft Punk, formada pelo luso-francês Guy-Manuel de Homem-Christo e pelo francês Thomas Bangalter, saiu consagrada do Grammy Awards 2014 vencendo todos os cinco prêmios aos quais concorria, incluindo o de álbum do ano por "Random Access Memories". Lançado em maio último, o disco figurou em praticamente todas as listas de melhores de 2013, e em um resultado justo venceu a maior premiação de música, que aconteceu na noite de domingo (26) em Los Angeles.

Além de melhor álbum do ano, prêmio que foi apresentado por Alicia Keys, Olivia Harrison e Yoko Ono - as duas últimas, viúvas dos Beatles George Harrisson e John Lennon, respectivamente -, a dupla subiu ao palco mais duas vezes para receber o gramofone.

Vestidos com capacetes semelhantes aos usados pelos Stormtroopers - os soldados do vilão Darth Vader na saga "Star Wars" -, Guy-Manuel de Homem-Christo e Thomas Bangalter apenas acenaram para a plateia ao receber também os troféus de melhor performance pop de dupla e melhor gravação do ano, ambas pelo megahit "Get Lucky". Fora da transmissão televisionada, a dupla ainda ganhou melhor álbum de música eletrônica/dance e a categoria técnica de melhor engenharia de som de álbum não-clássico.

Música síntese da nova fase da dupla, "Get Lucky" marcou 2013 e foi responsável por uma das melhores apresentações da noite. Com os já conhecidos colaboradores Pharrell Williams (coroado com o prêmio de produtor do ano) e o guitarrista Nile Rodgers, o Daft Punk conseguiu colocar Stevie Wonder no palco. O repertório foi dividido entre trechos de "Another Star", sucesso dos anos 70 de Wonder; "Le Freak", com riff marcante de Rodgers; e "Get Lucky" e "Lose Yourself to Dance", ambas da dupla de música eletrônica.

Se ficou alguma dúvida sobre a coroação do Daft Punk basta ver a quantidade de estrelas da música que celebraram e dançaram ao som do show. Beyoncé, Jay-Z, Katy Perry e até a velha guarda de Liverpool Paul McCartney e Ringo Starr arriscaram passinhos e acompanharam com palmas. Yoko Ono ganhou, instantaneamente, gifs e vídeos da sua performance na plateia.

Essa foi a primeira vez em seis anos que a dupla francesa apareceu na TV, desde que tocou no Grammy de 2008 com Kanye West. Também foi a estreia ao vivo das músicas do aclamado disco, que eles nunca haviam apresentado em público.

Estreantes, Lorde e Macklemore roubam a cena
Por pouco, a festa do Daft Punk não foi estragada por novatos na música e no próprio Grammy. "Get Lucky" ganhou gravação do ano (prêmio concedido ao artista, ao produtor, ao engenheiro de som), mas a canção de 2013 (contemplada ao compositor) ficou para a neozelandesa Lorde, com a irônica "Royals". Ella Maria Lani Yelich-O'Connor, o nome verdadeiro da cantora de apenas 17 anos, também venceu como gravação pop solo.

A dupla formada pelo rapper Macklemore e pelo produtor Ryan Lewis, que concorria a sete prêmios, faturou quatro importantes troféus: melhor álbum de rap por "The Heist", melhor canção de rap por "Thrift Shop" (com participação do cantor Wanz), melhor performance de rap também por "Thrift Shop" e artista revelação.

No gênero, não sobrou quase nada para Jay-Z. O rapper de 44 anos acabou ficando com apenas um prêmio das nove indicações: melhor colaboração de rap com "Holy Grail", em parceria com Justin Timberlake.

Macklemore & Ryan Lewis também fizeram uma apresentação marcante no Grammy deste ano ao celebrarem um casamento coletivo com 34 casais e defenderem a união de pessoas do mesmo sexo, a única bandeira política erguida no palco da premiação.

Queen Latifah deu a bênção aos noivos. "Estamos aqui para celebrar o amor e a harmonia", disse ela durante a canção "Same Love", que desde o ano passado virou hino da queda do Doma (Defense of Marriage Act) - lei que negava direitos constitucionais a casais do mesmo sexo nos Estados Unidos. "Declaro vocês casados", disse para as dezenas de casais que trocaram alianças e beijos perto do palco. Foi quando Madonna apareceu vestida toda de branco, com um chapéu, e fechou a "cerimônia" com "Open Your Heart", seu sucesso de 1986.

Sem Beatles

Uma apresentação que tinha tudo para ser histórica foi o reencontro de Paul McCartney e Ringo Starr. Os Beatles ganharam a distinção Recording Academy Lifetime Achievement, uma homenagem ao conjunto da obra da banda, mas nenhuma música dos fab four foi tocada durante a apresentação.

Ringo defendeu a sua "Photograph" sozinho e mais tarde se juntou a Paul para "Queenie Eye", do último disco do baixista. "New", o último álbum de Paul, não rendeu prêmios ao músico, mas ele subiu ao palco e ganhou o gramofone pela jam feita com os integrantes do Nirvana, Krist Novoselic e Dave Ghrol, "Cut me Some Slack", uma canção feita de improviso, para o documentário produzido por Dave, "Some City".

Dois representantes do rock clássico antigo também deram as caras na premiação: o Black Sabbath ganhou um prêmio por melhor performance de metal com "God Is Dead", do disco "13". E o extinto Led Zeppelin venceu o prêmio de melhor álbum de rock pelo registro ao vivo "Celebration Day".

Os representantes do Brasil no Grammy 2014, os paulistanos do Trio Corrente levaram o gramofone de melhor álbum latino de jazz por "Song For Maura".

O Grammy 2014 premiou artistas da música em 82 categorias, mas apenas dez delas foram televisionadas. A academia considerou elegíveis lançamentos entre 1º de outubro de 2012 a 30 de setembro de 2013. Por isso discos de dois anos atrás, como "Red" (Taylor Swift) e "Unorthodox Jukebox" (Bruno Mars), puderam entrar na votação e o álbum-surpresa de Beyoncé, o autointitulado lançado em 13 de dezembro do ano passado, ficou de fora.
Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Evento com food truck e veículos raros acontece neste fim de semana na Capital
Cultura
Primeiro fim de semana com 'tudo liberado' promete agitar a Capital
Cultura
Batalha de Bandas acontece neste sábado para público 100% vacinado
Cultura
Fim de semana: Som da Concha, shows de rock, sertanejo e MPB agitam a Capital
Cultura
O adeus a uma lenda do blues sul-mato-grossense: Zé Pretim é encontrado morto em casa
Geral
Livro com a vida do ‘Seu Thomaz das esfihas’ será lançado hoje
Cultura
Som da Concha recebe General R3 and the Black Family neste sábado
Vídeos
Vídeo: Inês Brasil é ‘expulsa’ de “A Fazenda” e viraliza nas redes sociais
Cultura
Vídeo: Dupla Índio e Half chega ao fim após 15 anos
Cultura
Programa MS Cultura Cidadã encerra inscrições na sexta

Mais Lidas

Cidade
Incêndio atinge margens do rio Paraguai em Corumbá
Clima
Tempestade faz temperatura despencar 15 graus e destelha apartamento em Campo Grande
Polícia
Mulher é agredida e esfaqueia pênis de marido
Polícia
Homem é assassinado a tiros por dívida de R$ 100,00