Menu
Busca domingo, 18 de agosto de 2019
(67) 99647-9098
Cultura

Fernanda Abreu, Serjão Loroza e Marina Dalla animam a Capital

30 março 2011 - 15h34Divulgação
Fernanda Abreu, Serjão Loroza e Marina Dalla dividem o palco neste domingo (03/04) a partir das 17h30 durante o primeiro programa do projeto MS Canta Brasil deste ano. O evento gratuito ocorrerá no Parque das Nações Indígenas.

Com o conceito de dividir as atrações nacionais com as locais a previsão dos organizadores para este ano é de que ocorram cinco edições do projeto que ainda serão definidas. Fernanda Abreu é filha de mãe carioca e pai português,fluminense de nascimento vascaína de coração. Valoriza a árvore genealógica da qual pertence com descendência negra e indígena. Ela se considera retrato da miscigenação brasileira.

A influência musical partiu dos pais que pertenciam a um grupo chamado “A Patota”. Nele, seu pai, Armando, tocava cuíca e Vera, a mãe, cantava e tocava Ganzá.

Ex-integrante da Blitz, a cantora lançou seu primeiro disco solo há 21 anos sob o título “Sla Radical Dance Disco Club” (1990). A mudança a desligou da Pop-performance-deboche-diversão da banda-escola e delimitou o foco da carreira nas pistas de dança.

A cantora apresenta um estilo próprio com letras incrementadas de citações voltadas aos cariocas. Chamada de “Embaixatriz do Funk” pelo jornalista Silvio Essinger,ela adota a identidade de funkeira desde 1990 com scratches do DJ Marlboro em suas músicas.

No mesmo dia em que se apresenta Fernanda Abreu, o ator e cantor, Serjão Loroza, conhecido pelo público por sua faceta humorística também será uma das atrações.

Há cinco anos, Loroza investe na carreira solo, marcada em 2007 durante o lançamento do álbum MPB – Música Brasileira de Pista. Com samba na veia carioca, ele retorna às raízes e reúne instrumentistas de diferentes escolas de samba do Rio de Janeiro para formar a banda Us Madureira.

Serjão Loroza quando era adolescente ganhou um violão e começou a tocar na banda da Igreja Santo Sepulcro, no bairro de Madureira (RJ), onde nasceu e cresceu. Ele participou de dois grupos vocais (Coral Grafado e Equale), da banda Sindicato Soul e XL, onde cantava hip hop, até chegar ao Monobloco em 2000.

A atração local é a cantora Marina Dalla que trabalha com música há mais de dez anos nos bares de Campo Grande.

Marina segue repertório da MPB e sua qualidade sonora foi elogiada por artistas como Maria Gadú, Seu Jorge e Roberta Sá. Ela já participou do Reality Show “Fama” da Rede Globo de Televisão.

A sonoridade de Marina tem a ver com sua estada em Mato Grosso do Sul, Estado que aprendeu a amar e onde aprimorou seus dotes musicais com ícones da cultura local como: Geraldos Rocca, Paulo Simões e Geraldo Espíndola.

Ela já se apresentou em projetos como: Cena Som, Som da Concha, Festival América do Sul, Sesc em Cena ente outros. A cantora já gravou um CD solo com recursos do FIC/MS (Fundo de Investimentos Culturais de MS).

Em 2010 o projeto promoveu oito apresentações nacionais: Biquíni Cavadão (Delay), Monobloco (Sampri), Lenine (Curimba), Gilberto Gil (Aldeia Black), Leoni (Muchileiros), Diogo Nogueira (Gideão Dias), Lulu Santos (Mandioca Loca) e Titãs (Jennifer Magnética).

Alessandra Messias

Prefeitura - Niver CG

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
3º Festival Gastronômico da Bom Pastor tem início nesta sexta
Cultura
Formação da sociedade sul-mato-grossense é tema de Ciclo de Palestras na capital
Cultura
Esplanada Cultural tem início nesta sexta-feira
Cultura
Capital terá mais de 20 eventos em comemoração aos 120 anos; confira
Cultura
Advogada de MS lança livro sobre defesa de adolescentes
Cultura
“Arte no Meu Bairro” leva Grupo Tradição ao Coophavila neste sábado
Cultura
Feira Central terá música ao vivo toda quarta
Cultura
CineFórum abre incrições na 2° edição do evento
Cultura
Reinaldo abre Festival de Inverno de Bonito nesta quinta
Cultura
Marcos e Belluti abrem o Festival do Sobá, em Campo Grande

Mais Lidas

Cidade
AO VIVO – Emha sorteia 160 unidades habitacionais em Campo Grande
Política
PSDB tem três nomes para vice de Marquinhos
Geral
Mãe e filha de 5 anos que tiveram a casa queimada pedem doações
Polícia
BMW capota e bombeiros cortam teto para retirar vítimas