Menu
Busca segunda, 21 de junho de 2021
(67) 99647-9098
Governo - Feminicidio
Cultura

Henrique de Medeiros assume a Cadeira 10 da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras

01 setembro 2012 - 13h05Divulgação

O jornalista, publicitário e escritor Henrique Alberto de Medeiros Filho tomou posse, na noite desta terça-feira (28), na Cadeira de número 10 da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras - que já pertenceu a José Fragelli e tem como patrono Argemiro Fialho. Henrique de Medeiros tem destacada participação na vida cultural sul-mato-grossense, sendo autor dos seguintes livros publicados: “O Azul invisível do mês que vem” - poemas e contos, “Pirâmide de Palavras” - poemas, “Que as dores se transformem em cores” - poemas, e “Biografia memorialista de David Cardoso”.

Henrique de Medeiros é afeito às artes, envolvido em inúmeras atividades culturais, sendo um homem de letras, já que o seu gosto pela leitura pode ser considerado uma herança genética (Medeiros é sobrinho de Pedro de Medeiros, conhecido poeta de Corumbá e também patrono de uma das cadeiras da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras). “A literatura é expressão do viver. Manifesta-se com palavras e textos, brotando na tentativa de traduzir emoções”, disse Medeiros em seu capítulo no livro “A Literatura de Mato Grosso do Sul sob a Ótica de Seus Construtores”, de Maria da Glória Sá Rosa e Albana Xavier Nogueira.

Natural de Corumbá (MS), onde sua família radicou-se ainda no século XIX (cerca de 1890), passou sua infância, adolescência e estudos acadêmicos em São Paulo e no Rio de Janeiro, onde se formou e exerceu parte de sua carreira profissional, retornando a Mato Grosso do Sul no início da década de 80, fixando residência em Campo Grande, cidade na qual foi agraciado com o título de cidadão honorário. Graduado em Comunicação Social pela Universidade Gama Filho do Rio de Janeiro - RJ (1976), exerce atividades multimídia, culturais e empresariais. Jornalista, Publicitário, Escritor e Editor, tem ampla participação na vida cultural sul-mato-grossense através de sua presença em inúmeros projetos culturais (nas manifestações da arte regional e nacional) tanto no setor das artes cênicas, como das musicais, audiovisuais e literárias.

Publicitário, ainda no Rio de Janeiro assessorou em criação e redação campanhas nacionais De inúmeros clientes, entre eles De Millus, Wella, Funabem e Riotur, e é sócio-diretor da Slogan Publicidade, tendo participado da assessoria em propaganda e marketing de algumas das mais importantes contas publicitárias estaduais, tais como o Grupo Correio do Estado, Shopping Campo Grande, indústrias Semalo (produtos Jumbitos), Germisul, Unimed, Multicasa e Multicoisas - entre outras empresas da iniciativa privada e órgãos públicos. Possui indicações e premiações regionais de Criação e Vídeo e Profissionais do Ano TV Morena/Rede Globo, e, nacional, da Central de Outdoor.

Jornalista, deu início à sua profissão em 1973, no Rio de Janeiro, como free-lance, tendo sido posteriormente redator da Agência Jornal do Brasil e repórter especial no jornal O Fluminense. Em Campo Grande, foi diretor de imprensa e divulgação do Governo do Estado e assessor de comunicação das Secretarias de Justiça e de Planejamento e Coordenação Geral. Coordenou e participou de campanhas para diversos políticos estaduais e nacionais na área de imprensa e publicidade, em todos os níveis legislativos: vereador, prefeito, deputados estadual e federal, senador, governador e presidente da república. Efetuou assessoria de imprensa para inúmeras empresas da área privada e para a administração pública.

Henrique de Medeiros tem participação ativa no desenvolvimento profissional do setor da comunicação social no Mato Grosso do Sul, sendo um dos mentores da fundação do Sinapro MS - Sindicato das Agências de Propaganda do Estado, entidade que preside atualmente. Além disso, faz parte da diretoria da ACV/MS - Associação de Cinema e Vídeo de Mato Grosso do Sul. Participou de cursos, palestras e seminários, entre eles na ABI -Associação Brasileira de Imprensa (RJ); de Cinema e Fotografia no MAM – Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro; de publicidade, propaganda e marketing na ABP/RJ - Associação Brasileira de Propaganda.

Medeiros é editor, ainda, da Editora Letra Livre, publicando livros que abrangem as mais distintas áreas do conhecimento, atendendo os mais diversos interesses e estilos. Como editor, direcionou-se em questões culturais, políticas, econômicas e comportamentais e também a era das altas tecnologias e globalização. Nesse sentido, o compromisso central da Letra Livre é publicar as mais diferentes tendências e estilos, a partir de uma criteriosa seleção de títulos nacionais e estrangeiros, sem pensamentos únicos ou preconceitos ideológicos, com bom gosto e sensibilidade. A distribuição de seus livros é feita através de distribuidoras em todo o país.

Envolvido com eventos, shows e atividades culturais, sempre esteve ao lado de projetos com nomes diversos dos movimentos artísticos sul-mato-grossenses, como Paulo Simões, Celito Espíndola, Geraldo Espíndola, David Cardoso, Guilherme Rondon, Geraldo Roca, Jorapimo, Jerry Espíndola, Jonyr Figueiredo, Chalana de Prata, Humberto Espíndola, Haroldo Garay, Maria Cláudia & Marcos Mendes, entre outros.

Presente em diversos projetos culturais, ecológicos, históricos, Henrique de Medeiros tem “visão caleidoscópica do mundo e da arte”, como é descrito em um capítulo do livro “A Literatura de Mato Grosso do Sul sob a Ótica de Seus Construtores”, das pesquisadoras e historiadoras Maria da Glória Sá Rosa e Albana Xavier Nogueira.

Livros:
“O Azul Invisível do Mês Que Vem”, poemas e contos
“Pirâmide de Palavras”, poemas
“Que as Dores se Transformem em Cores”, poemas
“David Cardoso - Memórias do Rei da Pornochanchada”, biografia memorialista

Senar - square junho21

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Wesley Safadão, Juliette, Barões da Pisadinha e outros agitam final de semana
Cultura
Educativa 104 FM estreia programa sobre cultura e musica latina
Cultura
Por meio da dança, grupo narra histórias vividas no maior hospício do Brasil
Cultura
Semana do Cinema Brasileiro no MIS tem mostra de cinema e literatura de MS
Cultura
Os Filhos de Campo Grande recebem Maria Cecília & Rodolfo em live solidária hoje
Cidade
Tristeza é unânime entre artistas que levaram alegria ao Sesc Morada
Cultura
UEMS premiará música inédita com R$ 2 mil no Festival da Canção
Cultura
Drag Queen de Campo Grande estreia Talk Show; Acompanhe
Cultura
Com 15 anos de estrada, Índio & Half lançam 1º DVD
Cidade
"Se ocorrer algo fora do planejamento, data será revista", diz secretária sobre volta às aulas

Mais Lidas

Polícia
Mulher é levada para dentro da mata por bandidos e morta com tiro na cabeça
Polícia
Casal briga e vizinho tenta intervir mas passa mal e morre
Saúde
Jovem de 17 anos, sem comorbidades, está entre as 38 vítimas da covid em 24h
Saúde
Lote com 97.500 doses de vacina contra covid chegam hoje a MS