Menu
Busca domingo, 26 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Cultura

MS 42 anos, conheça a história do hino do Estado

A letra feita nas véspera da posse do 1º governador, enaltece as belezas naturais do estado

11 outubro 2019 - 09h43Sarah Chaves, com informações da assessoria

O hino de Mato Grosso do Sul, foi uma melodia criada em 1º de janeiro de 1979, pelo maestro carioca Radamés Gnattali, deu o tom para que Jorge Antônio Siufi, e Otávio Gonçalves Gomes, desenvolvessem a letra em apenas cinco dias antes da posse do primeiro governador do Estado, Harry Amorim Costa.

Na época foi aberto concurso para definição dos símbolos do Estado que escolheu a bandeira, o brasão e o hino, porém conforme o documentário “Hino – Glória e Tradição de uma gente audaz” – dirigido por Guilherme Cavalcante, Lizandra Moraes e Marcia Furtado – nenhum texto agradou o suficiente a comissão julgadora, e as vésperas da cerimônia de posse, durante o recesso de natal, os membros da academia sul-mato-grossense de letras foram chamados para compor a letra do hino em cima da melodia/partitura vinda do Rio de Janeiro. “Cinco dias no bairro Amambai fechados para finalizar o hino”, conta em trecho do documentário Jorge Siufi (in memorian), um dos compositores.

A letra enaltece as belezas naturais do Estado, do potencial solo fértil que MS representava a época, para o futuro do Brasil, e dá destaque a figuras importantes de episódios históricos como a Retirada da Laguna e a Guerra do Paraguai. Entre os nomes que aparecem, o do político Vespasiano Martins, defensor da emancipação do sul do Mato Grosso; do Coronel Carlos de Morais Camisão que liderou a Retirada da Laguna; do Tenente Antônio João, um dos heróis da Guerra do Paraguai; Guaicurus são os guerreiros índios que lutaram na guerra; e Ricardo Franco engenheiro e militar português fundador do Forte Novo de Coimbra.

Essa história não poderia ser contada sem a ajuda da escritora e musicista Lenilde Ramos, que participou desde a criação da letra, ensaio primeira apresentação, e atualmente é a interprete oficial do hino de MS mundo afora. “Tenho forte ligação com o hino de Mato Grosso do Sul. Tive a oportunidade de fazer parte da equipe de transição que criou a primeira Fundação de Cultura do Estado, no período de junho a dezembro de 1978” descreve.

A primeira apresentação foi na cerimônia de instalação do Estado, em 1° de janeiro de 1979 no Teatro Glauce Rocha. “A partir daquele momento, ele passou a fazer parte do meu trabalho. Tomei gosto por tocar e cantar o hino, e por divulgá-lo também”. A artista foi a primeira a adaptar o hino para a sanfona, ampliando ainda mais a identidade cultural do hino com as raízes sul-mato-grossenses. “Já cantei o hino em Brasília algumas vezes, em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Goiânia, e até nos Estados Unidos, quando cantei o hino de Mato Grosso do Sul na sede das nações unidas (ONU). Hoje algumas pessoas se referem a mim como a mulher do hino, e eu fico feliz e honrada com essa referência, pois eu me sinto inteira uma representante da vida e da cultura de Mato Grosso do Sul”, declara com orgulho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Autoridades abominam "declarações nazistas" de secretário de Cultura
Cultura
Secretário de Cultura parafraseia nazista e gera polêmica nas redes sociais
Economia
Mega-Sena acumula e próximo sorteio pode pagar R$ 14 milhões
Cultura
Morre aos 92 anos o artista plástico Francisco Brennand
Cultura
“Falta Um” apresenta espetáculo no teatro de Arena Helena Meireles neste fim de semana
Cultura
Confira a Programação Especial 2020 da TVE Cultura MS
Cultura
Mãos que Criam terá 4 dias de evento e show de Chicão Castro
Cultura
Período de adoção das cartas da campanha Papai Noel dos Correios foi prorrogado
Cultura
Interessados em se apresentar na Cidade do Natal devem se inscrever até hoje
Cultura
Do gospel a MPB, Arte no Meu Bairro será no Tiradentes neste sábado

Mais Lidas

Polícia
Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em terreno
Esportes
Internacional vence Grêmio nos pênaltis e ganha Copa São Paulo de Juniores
Geral
Bruno Covas recebe alta após 7ª sessão de quimioterapia
Polícia
Casal é preso com mais de R$ 400 mil em celulares e relógios