Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Cultura

Na que pode ser a última temporada com Marcelo Tas, o 'CQC' volta renovado

14 março 2014 - 10h46Via O Dia
Marcelo Tas acha que é difícil surpreender o telespectador depois de seis anos no ar à frente do ‘CQC’. Mas, custe o que custar, eles vão tentar. Tanto que a sétima temporada do programa, que estreia na próxima segunda-feira, na Band, chega com pelo menos duas grandes novidades: a participação de Dani Calabresa na bancada, ao lado de Tas e Marco Luque, e a repórter Naty Graciano, que substitui Mônica Iozzi. Num ano que pode ser o seu último na atração, devido a novos projetos para TV e teatro, Tas aposta nas mudanças.

“No início do ano, fizemos testes para a bancada com comediantes excelentes, como Maurício Meirelles, que já é do programa, e gente de fora, como André Vasco e Márcio Ballas. Mas a Dani foi unanimidade”, diz o apresentador e líder da trupe, que falou ainda sobre a saída de Oscar Filho da bancada, durante a coletiva de lançamento do programa, anteontem, em São Paulo. “É claro que ele ficou chateado, mas estava sobrecarregado. Oscar já fazia o ‘Proteste Já’, que demora o dobro dos outros quadros para ser produzido, e queríamos muito que ele fizesse o novo quadro, ‘Elefante Branco’, em que vamos fiscalizar grandes obras desperdiçadas pelo país.”

Ainda desconhecida do público, a repórter Naty Graciano, que tem passagens pela TV Tem (afiliada da Globo no interior de São Paulo), já entra na turma que se veste com paletó preto ganhando elogios do chefe. Apesar de só se referir a ela como Senhora X, por questões contratuais, Tas garante que a moça chega ao programa com o maior gás. “Nunca vi ninguém que vá estrear com tanta qualidade. O entusiasmo dela é contagiante, e eu me sinto renovado”, diz o apresentador, adiantando que na estreia ela aparecerá entrevistando o goleiro Rogério Ceni, do São Paulo, no vestiário. “Homem fica bobo diante de uma mulher bonita e inteligente, escorrega fácil. Ela sabe que é gostosa e sabe usar bem isso.”

A princípio, o ‘CQC’ não teria mais mulher na reportagem, o que estava deixando Tas muito chateado. Mas a vaga acabou ocupada por Naty depois da tentativa de contratar o jornalista Fred Melo Paiva (apresentador de ‘O Infiltrado’, no canal History Channel) não ter dado certo. “Estava tudo fechado. Mas o Fred queria tirar férias antes do Carnaval. Sentimos que ele não estava comprometido com o programa. Nós é que desistimos dele”, conta.

Saída de Mônica
Tas aposta que Mônica Iozzi vai arrebentar na Globo, onde apresenta uma esquete de humor dentro do ‘BBB 14’. Mas ele não deixa de alfinetar a moça por seu último ano no ‘CQC’. “Ela não produziu. Isso é um fato, é só pegar o programa e ver quantas vezes ela apareceu. Ela teve dificuldades, como ficar doente muitas vezes”, diz Tas. “Ela mostrou o que tem: talento. Não assistia ao ‘BBB’ há anos e fui ver por causa da Mônica. Ela é a melhor coisa do programa”, completa.

O apresentador garante ter zerado as diferenças com Rafinha Bastos, que voltou à Band para apresentar o ‘Agora É Tarde’, antigo programa de Danilo Gentili, agora no SBT. “Se eu pudesse mudar alguma coisa, mudaria a forma como ele vendeu a saída dele da Band, que dizia ter sido demitido por uma piada. É mentira. Ele pediu para sair”, garante Tas. “Rafinha e Danilo sempre foram ótimos comediantes, mas não entrevistadores. Eles ainda vão crescer muito.”

Além do ‘CQC’, Tas vai gravar em maio, nos Estados Unidos, o talk-show ‘Papo Animado com Marcelo Tas’, em que entrevistará desenhos animados, no Cartoon Network. “É um talk-show curtinho e deve estrear no segundo semestre.”

Sem medo de fazer piada
Nova integrante da bancada do ‘CQC’, Dani Calabresa garante que não tem medo de fazer uma piada politicamente incorreta, como Rafinha Bastos fez, e até brinca com isso: “Se errar, volto e ganho um programa, como o Rafinha.” Falando sério, ela diz que não teria problema em pedir desculpas. “Não tenho intenção de mirar e destruir ninguém, não faço comédia pra isso. Faço por sentir prazer em ver alguém rindo de mim. Não tenho o menor problema em me zoar. Tenho um perfil de humor mais debochado, não é tão ácido”, declara.

A humorista não acredita que tenha sido pouco aproveitada pelo programa em 2013, assim como não acha que seu marido, o humorista Marcelo Adnet, está mal na Globo. “Ele mandou bem, fez um quadro incrível no ‘Fantástico’. E o ‘Dentista Mascarado’ não era um programa dele. Quiseram colocar um peso que não é dele.”

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Acontece hoje a 1ª Parada online da Cidadania e do Orgulho LGBTQIA+/MS
Cultura
Feira Central “ressuscita” apresentações musicais nesta quinta
Cultura
Júlio Cocielo se tornou réu na Justiça de São Paulo sob acusação de racismo
Cultura
"Posso ver meus filhos novamente" diz Wesley Safadão após resultado negativo do exame da covid-19
Cultura
Toots Hibbert, a lenda do reggae, morre aos 77 anos na Jamaica
Cultura
Lives: Maiara e Maraísa e Marcos e Belutti agitam esta sexta
Cultura
DJ Danilo Bachega comemora 25 anos de carreira com remix de Lulu Santos
Cultura
Jads e Jadson fazem live hoje
Cultura
Autocine deste domingo tem atração para criançada e com “A raposa má”
Cultura
Carnaval de Corumbá entra para o calendário oficial de MS

Mais Lidas

Cidade
Parque das Nações deve reabrir dia 9 de outubro
Cidade
Procon suspende atividades de Auto Escola
Cidade
Anatel pode impedir ligações de telemarketing indesejadas no MS
Polícia
Vídeo: Oficial da Marinha morre afogado após gritar: "Eu já tenho a salvação!”