Menu
Busca sexta, 18 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Cultura

Salgueiro e Beija-Flor largam como as favoritas ao título do carnaval carioca

27 fevereiro 2014 - 12h08Via O Dia
Quem é a favorita? A três dias do desfile do Grupo Especial do carnaval carioca é hora de especulações. De olho no trabalho dos barracões, na Cidade do Samba, especialistas em Carnaval contam quem são as mais cotadas para o título e apontam as escolas que podem surpreender na Avenida.

Unânime entre as opiniões dos quatro comentaristas — Milton Cunha, Maria Augusta, Fábio Fabato e Luiz Antônio Simas —, o Salgueiro é uma das grandes apostas para abocanhar o grito de 'é campeã'. O luxo das alegorias e o samba-enredo, que está na boca do povo, prometem ser os ingredientes para o sucesso.

“O Salgueiro virá com tudo e vai ser daquelas de arrasar quarteirão”, opina o carnavalesco e comentarista Milton Cunha. “É a escola mais bonita esteticamente. Os carros altos, característica do Renato Lage (carnavalesco), acabam chamando mais atenção na Avenida, o que faz o Salgueiro se destacar das outras agremiações”, explica o especialista em Carnaval, Fábio Fabato.

Desfile diferente
No páreo com o Salgueiro está a Beija-Flor. Com a promessa de fazer um desfile diferente, abusando da interatividade e tecnologia, a escola de Nilópolis ganhou voto de confiança dos comentaristas. “Eu acho ótimo quando as escolas saem da zona de conforto e mudam a cara do desfile, como promete a Beija-Flor. Ela está de um jeito diferente, com menos luxo e mais cor. Tem tudo para ganhar”, comenta Maria Augusta, renomada carnavalesca das décadas de 1960 e 70.

“Acho que a Beija pode dar muito certo. O Boni (que é o grande homenageado pela escola) tem muita força e o barracão tá grandioso e rico”, completa Fabato. Para os quatro especialistas, a Unidos da Tijuca é a grande incógnita do Carnaval. “Ela (a Tijuca) acontece na Avenida. É até leviano julgá-la agora”, aponta Milton Cunha. Apesar do ponto de interrogação, a confiança no trabalho do carnavalesco Paulo Barros é a garantia de que a escola chegará nas cabeças.

“O enredo sobre velocidade é a cara dele (Paulo Barros) e tenho certeza que ele vai ‘causar’ na Sapucaí”, opina o escritor e comentarista Luiz Antonio Simas. A Mangueira, que conta este ano com Rosa Magalhães como carnavalesca, também é citada como favorita. “A Mangueira vem bem no estilo da Rosa, com carros menores e muita cor. Não tem como dar errado”, acrescenta Fábio Fabato. “A Verde e Rosa vai morder pelas beiradas. Tenho certeza que será uma das mais alegres e poderosas”, completa Milton Cunha.

Mocidade e Vila Isabel na luta contra o tempo
No outro lado da corrente, duas escolas preocupam por seus barracões atrasados: a Mocidade e a Vila Isabel. Ambas ainda estão confeccionando carros alegóricos, enquanto as demais escolas estão no acabamento. “São dois barracões magricelos, sem volume e acabamento. Acho que as duas terão problemas com notas individuais”, acredita Milton Cunha.

Já Fabato é mais otimista. “A Mocidade tem a comunidade. O chão dela tem tudo para arrebentar e o samba-enredo é o melhor do ano. Acho que vem brigando pela sétima ou oitava posição”, aponta Fábio, que tem a mesma visão com a Vila. “O Cid Carvalho (carnavalesco) é um cara experiente e vai conseguir dar a volta por cima”, completa.

Por conta dos contratempos na Vila, com relação à falta de verba e ao afastamento temporário de Cid, a escola pode alcançar um fato pouco conhecido no Carnaval: a então campeã não participar do desfile das campeãs. “A Vila teve muitas mudanças neste ano e acho que ela vem para brigar no meio. Não tem condições de disputar lá em cima”, conclui Simas.

Para Cid Carvalho, a Vila pode surpreender e calar a boca de muita gente. “Temos um bom samba, um bom enredo, uma boa comissão de frente, um bom casal de mestre-sala e porta-bandeira, a bateria bem ensaiada e uma comunidade com um chão tão bom quanto o da Beija-Flor. Assim se vence um Carnaval”, declara o carnavalesco.

Três escolas correm por fora
Correndo por fora, quatro escolas podem causar um fuzuê na briga pelo título. A Grande Rio, que vai falar de Maricá, é uma delas, na opinião de Milton Cunha e Maria Augusta. “O conjunto da obra está maravilhoso. O Fabinho (carnavalesco Fábio Ricardo) tá fazendo do enredo borocoxô um belo projeto artístico. Acho que a Grande Rio vem como favorita com muito luxo, originalidade e poder”, conta o comentarista.

“O ensaio técnico deles foi excelente. A bateria está cadenciada, o que não acontece há anos. E as fantasias só para a comunidade dão um levante na escola”, opina Maria Augusta.

Já na opinião de Luiz Antonio Simas, Portela e União da Ilha podem surpreender. A Azul e Branco por conta do retorno com a comunidade, devido a nova presidência da agremiação.

“Há muito tempo a Portela não tem um barracão tão bom como o deste ano. O samba e o enredo são ótimos e o portelense abraçou de vez a escola. Isso conta muito”, declara Simas, que também vê na Ilha um grande potencial para vir no desfile das campeãs. “Ela (União da Ilha) tá quietinha, na dela, com barracão pronto há um tempo. O enredo é a cara da escola, é o que a Ilha gosta de desfilar. Tenho certeza que se alguma grande agremiação der bobeira, ela entra bonito nesta festa”, completa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Feira Central “ressuscita” apresentações musicais nesta quinta
Cultura
Júlio Cocielo se tornou réu na Justiça de São Paulo sob acusação de racismo
Cultura
"Posso ver meus filhos novamente" diz Wesley Safadão após resultado negativo do exame da covid-19
Cultura
Toots Hibbert, a lenda do reggae, morre aos 77 anos na Jamaica
Cultura
Lives: Maiara e Maraísa e Marcos e Belutti agitam esta sexta
Cultura
DJ Danilo Bachega comemora 25 anos de carreira com remix de Lulu Santos
Cultura
Jads e Jadson fazem live hoje
Cultura
Autocine deste domingo tem atração para criançada e com “A raposa má”
Cultura
Carnaval de Corumbá entra para o calendário oficial de MS
Cultura
Com Maneva, Deko e acompanhado por músicos do Planta & Raiz, Julies anuncia live e single

Mais Lidas

Oportunidade
Prefeitura oferece cursos online gratuitos e com certificado
Saúde
Quinze pediatras atenderão nas unidades de saúde da capital nesta manhã
Geral
Estudante morre depois de procedimento estético em clínica clandestina
Clima
Céu ficará nublado na capital e máxima não deve passar dos 35°C