Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Cultura

Show com Almir Sater, Tetê Espíndola, Paulo Simões e Geraldo Roca é hoje na UFMS

22 maio 2012 - 10h41Reprodução

A UFMS e, em especial, o Teatro Glauce Rocha, foram a casa de festivais que marcaram a história da música local, nas décadas de 1980 e 1990. E foi pensando em retomar e dar continuidade à realização aos espetáculos que valorizam a cultura e os artistas sul-mato-grossenses que a UFMS realiza nesta terça-feira, 22 de maio, o projeto Músicas e Sons.

"Será uma noite de celebração da cultura sul-mato-grossense", ressalta a reitora da UFMS, professora Célia Maria da Silva Correa Oliveira. Segundo o presidente da Comissão Organizadora do evento, José Francisco Ferrari, o intuito é realizar um show com gravação ao vivo em áudio e vídeo com artistas renomados e que participaram dos festivais anteriores. "Muitos dos que se apresentaram marcaram história no cenário estadual pelo seu pioneirismo, irreverência e principalmente seu talento musical, portanto, o projeto permitirá ao público reconhecer e conhecer esses talentos" pontua Ferrari.

Na noite de hoje (22), a partir das 19h30min, se apresentarão no Teatro Glauce Rocha: Almir Sater, os irmãos Tetê, Alzira, Celito e Geraldo Espíndola, Grupo Acaba, João Figar, Guilherme Rondon, Geraldo Roca, Paulo Simões, Carlos Colman, Lenilde Ramos, Cláudio Prates, Paulo Gê e o grupo Hermanos Irmãos, com participação especial de Rodrigo Sater, que prestarão uma homenagem ao músico José Boaventura.

Livros
O projeto prevê relançamento dos livros Festivais de Música em MS, projeto da Universidade e A Moderna Música Popular Urbana de Mato Grosso do Sul, escrito por José Octávio Guizzo, que foram lançados no primeiro festival realizado há 30 anos na Instituição Prata da Casa. Ainda deve ser realizada exposição de fotografias dos músicos que se apresentarão no show desta terça-feira.

Festivais
O primeiro grande festival de música realizado na UFMS foi intitulado Prata da Casa, com duas edições, sendo a primeira realizada em 1979 e a segunda em 1982, quando foi gravado um LP reunindo todos os artistas já citados acima.

Na década de 1990, o Teatro Glauce Rocha foi palco do projeto Caramujo Som, realizado pela UFMS em parceria com a TV Educativa (TV Brasil Pantanal), Fundação de Cultura do Estado. No mês de maio de 1993, apresentaram-se Carlos Colman, Sandra Menezes, Paulo Simões, Emmanuel Marinho, Geraldo Ribeiro, Miska, Orlando Brito, Dami, Guilherme Rondon, Maria Cláudia e Marcos Mendes e Aral Cardoso, entre outros.

FUC
Tão importante quanto valorizar os artistas consagrados, a UFMS promove anualmente o Festival Universitário da Canção, que neste ano completa 20 edições, premiando e auxiliando na promoção de jovens talentos da música não só de Mato Grosso do Sul, mas também de outros estados, já que nas últimas edições vem crescendo o número de inscritos de outras regiões.

Via assessoria UFMS

Rota do Pantanal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Acontece hoje a 1ª Parada online da Cidadania e do Orgulho LGBTQIA+/MS
Cultura
Feira Central “ressuscita” apresentações musicais nesta quinta
Cultura
Júlio Cocielo se tornou réu na Justiça de São Paulo sob acusação de racismo
Cultura
"Posso ver meus filhos novamente" diz Wesley Safadão após resultado negativo do exame da covid-19
Cultura
Toots Hibbert, a lenda do reggae, morre aos 77 anos na Jamaica
Cultura
Lives: Maiara e Maraísa e Marcos e Belutti agitam esta sexta
Cultura
DJ Danilo Bachega comemora 25 anos de carreira com remix de Lulu Santos
Cultura
Jads e Jadson fazem live hoje
Cultura
Autocine deste domingo tem atração para criançada e com “A raposa má”
Cultura
Carnaval de Corumbá entra para o calendário oficial de MS

Mais Lidas

Cidade
AJUDE: Após sobreviver à descarga elétrica, Rafa terá pastelada para pagar tratamento
Geral
Reinaldo retoma atividades presenciais após quarentena
Polícia
Marido acorda sem a esposa ao lado e encontra mulher morta dentro de um poço em MS
Brasil
Michelle Bolsonaro quer tirar do ar música “Micheque”, do Detonautas