Menu
Busca sexta, 24 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Cultura

Show de Ney Mato Grosso promete surpreender o público

28 julho 2011 - 11h24Rodrigo Ostemberg

Ney Mato Grosso é o grande homenageado do Festival de Bonito este ano. O artista, que completa 38 anos de carreira, nasceu em Bela Vista e se consagrou nos palcos do Brasil e exterior por seu irreverente talento. Sua capacidade de dançar, cantar e interpretar faz de seus shows um grande espetáculo. Segundo o artista, "tudo está presente: teatro, luz e música".

Hoje, às 20h, na Praça do Festival, ele apresenta o repertório de seu último trabalho intitulado Beijo Bandido Ao vivo, lançado este ano, e promete surpreender o público. "O show é muito mais performático que o DVD", promete Ney.

Infância

Ney de Souza Pereira nasceu em Bela Vista, onde viveu até os dois anos de idade. Depois de Mato Grosso do Sul morou em outros três estados, retornando aos 13 anos, quando a família se fixou em Campo Grande, onde morou até completar 17 anos.

A influência de sua terra natal pode ser percebida na relação com a natureza e os traços indígenas presente em seu trabalho. "Já pensei em fazer um projeto com repertório sobre esta área de fronteira", comenta o artista, que já gravou músicas da cantora sul-mato-grossense Alzira Espíndola e diz que admira o trabalho de outro membro da mesma família, Gerry Espíndola.

Maturidade

Perto de completar 70 anos, o artista não sente que envelheceu. "Amadureci. Hoje sou menos ansioso", admite ele. "Minha cabeça continua como era: cheia de planos". O cantor diz que continua entusiasmado com a carreira e a vida. "Não sou saudoso de nada", comenta. E afirma que continuará surpreendendo seus fãs: "Esperem ainda muitas loucuras de minha parte".

Trabalhos

Na trajetória do artista, iniciada em 1973, somam-se 21 discos gravados, participação em quatro peças teatrais, seis filmes e quatro documentários entre outros projetos. Seu último trabalho cinematográfico foi no documentário DZ Croquetes (2009), com direção de Tatiana Issa e Raphael Alvarez. No mesmo ano, teve participação especial em Alô, Alô Terezinha, dirigido por Nelson Hoineff.

Os ingressos para o show são vendidos a R$ 12, a meia-entrada custa R$ 6.

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Prefeitura prorroga inscrições para quadrilhas juninas
Cultura
A obra “O Novo Direito Tributário Brasileiro” será lançada na capital
Cultura
Sesc Morada tem samba, pop, forró e show de Patrícia e Adriana
Cultura
Festa do Milho acontece no próximo sábado em Jateí
Cultura
Filme em homenagem a Nietzsche nesta segunda, no MIS
Cultura
Festa do Queijo atrai milhares para Rochedinho
Cultura
Comunidade Tia Eva inicia comemorações do centenário
Cultura
Cine Café apresenta “O Cavalo de Turim”, na segunda-feira
Cultura
Festa do Queijo movimenta Rochedinho neste sábado
Cultura
Maria Gadú participará de sarau em Campo Grande

Mais Lidas

Geral
Bosque dos Ipês terá exposição de animais marinhos de dez metros
Polícia
Homem bêbado pede para descansar e morre no sofá do vizinho
Clima
Temperatura volta a cair nesta quarta-feira, em Mato Grosso do Sul
Polícia
Massacre deixa seis mortos na fronteira