Menu
Busca sexta, 24 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Cultura

Som da Concha instrumental terá Marcos Assunção e Rajiv do Sax

09 dezembro 2010 - 17h09
As últimas apresentações do projeto Som da Concha de 2010 serão marcadas pelo som instrumental dos músicos Marcos Assunção e Rajiv do Sax. Os shows acontecem neste domingo (12), a partir das 17h30 na Concha Acústica Helena Meirelles, no Parque das Nações Indígenas. A entrada é franca. Marcos Assunção iniciou em 1998 um intenso trabalho de pesquisa musical. Detentor de uma sonoridade marcante, projeta ao universal o regionalismo na busca de novos horizontes. Em 2003 o músico deu um importante passo na sua carreira ao formar um duo com o violonista Eduardo Martinelli. Em 2004 formou um trio de música instrumental, denominado Toca Trio, desenvolvendo um trabalho próprio e diferenciado. Marcos Assunção teve destaque pela versatilidade e pela técnica primorosa na execução de obras para violão, dos compositores Radamés Gnattali e Agustin Barrios, que ele mesmo adaptou para guitarra. Foi em 2008, porém, que Marcos Assunção iniciou o seu trabalho solo e inaugurou sua fase autoral. Do violão, guitarra semi-acústica e viola caipira nasceram composições inspiradas na sua paixão pela música instrumental, tendo como influências o Jazz e a música brasileira e erudita. Rajiv do Sax é um músico especializado flauta, sax baixo, barítono trompete e Sax alto. Foi regente da Banda de Música Municipal de Rochedo de 2002 a 2005. É integrante da Banda de Música Municipal de Campo Grande Maestro Ulisses Conceição desde 1989. Em 2007 gravou seu primeiro álbum, produzido com repertório de músicas regionais e patrocinado pelo Fundo Municipal de Investimentos Culturais. O instrumentista já participou da gravação de CDs de artistas e grupos musicais que atuam de Mato Grosso do Sul, entre eles, Jucy Ibanes, Lia Mayo, Só pra Descontrair, Banda Maestro Ulisses Conceição, André Barbosa, Edwin Ferraz e Seresteiros de Campo Grande. Som da Concha - Durante este ano, em 36 apresentações, cerca de 7.200 pessoas estiveram presentes nos shows do projeto. Ao todo 194 músicos e intérpretes puderam mostrar sua arte e contribuir com a divulgação da cultura musical de Mato Grosso do Sul. Serviço - O Som da Concha é uma realização da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, que prevê apresentação de shows em domingos alternados. A Concha Acústica Helena Meirelles fica no Parque das Nações Indígenas, na Rua Antonio Maria Coelho, nº 6000. fonte: CG News
Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Fim de semana: Som da Concha, shows de rock, sertanejo e MPB agitam a Capital
Cultura
O adeus a uma lenda do blues sul-mato-grossense: Zé Pretim é encontrado morto em casa
Geral
Livro com a vida do ‘Seu Thomaz das esfihas’ será lançado hoje
Cultura
Som da Concha recebe General R3 and the Black Family neste sábado
Vídeos
Vídeo: Inês Brasil é ‘expulsa’ de “A Fazenda” e viraliza nas redes sociais
Cultura
Vídeo: Dupla Índio e Half chega ao fim após 15 anos
Cultura
Programa MS Cultura Cidadã encerra inscrições na sexta
Cultura
Inscrições para Prêmio Ipê de Teatro podem ser feitas até outubro
Cultura
Som da Concha será híbrido e pode ter público de até 238 pessoas
Cultura
Exposição fotográfica Momentum é lançada nesta sexta-feira

Mais Lidas

Polícia
Vídeo: Corpo seminu encontrado em córrego no Santo Eugênio é de uma mulher
Geral
'Zé Calango' tem mal súbito e morre enquanto pilotava moto
Geral
Corpo é encontrado em córrego perto da rodoviária de Campo Grande
Polícia
Polícia flagra adolescentes de 13 e 17 fazendo programa sexual em bar