Menu
Busca quinta, 19 de maio de 2022
(67) 99647-9098
Camara Maio22
Cultura

TJMS faz exposição aberta ao público sobre história do Poder Judiciário

Exposição parou de percorrer as comarcas do interior por causa da pandemia, mas agora está de volta

17 novembro 2021 - 15h42Méri Oliveira, com assessoria

A exposição itinerante que faz parte da proposta "Memória em Movimento do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul", que visa mostrar à sociedade imagens, documentos, fatos e personagens históricos que, de alguma forma contam e resgatam memórias e histórias do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul está aberta ao público no hall do Departamento de Pesquisa e Documentação do Tribunal de Justiça de MS. 

Por causa da pandemia, a exposição deixou de percorrer comarcas do interior do estado, ficando parada por um período. “Ela estava guardada e decidimos resgatá-la e trazê-la para que a população tivesse um pouco mais de acesso”, destacou a diretora do Departamento de Pesquisa e Documentação, Zeli Paim.

Os visitantes terão acesso a um importante acervo com fotografias de prédios antigos, pessoas e momentos importantes, além de processos anteriores à separação do antigo Mato Grosso, com fatos curiosos que chamam atenção na atualidade, por seus relatos e pela dinâmica processual, em um tempo em que a tecnologia da informação ainda não fazia parte

A exposição foi apresentada, pela primeira vez, na comarca de Campo Grande, passando pelos prédios do Tribunal de Justiça, Fórum e Cijus. Em seguida, todo o material foi apresentado nas comarcas de Dourados, Três Lagas, Corumbá, Maracaju, Coxim e Ponta Porã.

Com o objetivo de divulgar sua história, desde 2017, ano em que o Estado de Mato Grosso do Sul completou 40 anos de criação, o Tribunal de Justiça vem promovendo a exposição itinerante “Memória em Movimento do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul”.

Fatos como a Guerra do Paraguai e seus personagens, como Guia Lopes, Tenente Antônio João e Barão de Melgaço, assim como o Ciclo da Erva Mate, são muito bem retratados, por serem momentos que destacam o Estado na historiografia nacional.

Além disso, são apresentados processos com histórias curiosas, demonstrando como eram os crimes e as demais demandas da justiça no passado. Estão divulgados também casos pitorescos, como o do falso juiz, que atuou como magistrado em uma comarca do interior. Fotos do ato de posse do usurpador estão expostas neste trabalho. O desfecho desta história é surpreendente.

Todo o trabalho foi realizado por servidores do Poder Judiciário. A seleção do material foi feita pelo Departamento de Pesquisa e Documentação da Secretaria Judiciária. Os expositores e stands foram produzidos na marcenaria do TJMS, vinculada à Secretaria de Bens e Serviços, em parceria com a Secretaria de Obras. A divulgação e a elaboração das artes gráficas foram feitas pela Secretaria de Comunicação.

A proposta da exposição itinerante é percorrer todas as comarcas de Mato Grosso do Sul, mostrando um pouco da história para que se perpetue entre as gerações.

Energisa

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Após três anos, Nipo volta a realizar o Undokai em Campo Grande
Cultura
Após 4 meses fechada, Feira da Praça da Bolívia retorna neste domingo
Cultura
TV Brasil chega a Campo Grande na próxima semana
Cultura
Bioparque Pantanal deve receber mais de 12 mil pessoas em Maio
Cultura
Durante coletiva Luan Santana relembra gravação de DVD no Parque das Nações
Cultura
João Gustavo e Murilo se apresentam nesta quarta na Expogrande e entrada será gratuita
Cultura
"Viola para o mundo": Artista sul-mato-grossense inicia turnê pelo Estado
Cultura
Feirona e Praça dos Imigrantes têm programação especial de feriado
Cultura
Última semana para realizar inscrições no Festival Dança Três
Cultura
Quarta Cultural está de volta com shows na Feira Central da Capital

Mais Lidas

Polícia
Detento é encontrado morto em cela no presídio da Gameleira
Política
Luiz Renato é o novo secretário de Fazenda de MS
Geral
Mulher pede ajuda em bar e é socorrida com hipotermia na Capital
Interior
Furioso, marido morde e arranca parte de orelha de esposa