Menu
Busca terça, 19 de março de 2019
(67) 99647-9098
Economia

Anac autoriza retomada das obras do aeroporto de Três Lagoas

01 julho 2011 - 12h44Divulgação

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou hoje (01/07) o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul a retomar as obras do aeródromo de Três Lagoas. O ofício 26/2011, endereçado à Secretaria de Estado de Obras Públicas e de Transportes, foi redigido após conversa do deputado federal Giroto (PR-MS) com o diretor de infraestrutura Aeroportuária, Rubens Carlos Vieira.

Em 2009, foi autorizado o início das obras de adequação de cerca de proteção, instalação de balizamento noturno da pista e pátio de manobras, alargamento de pista e implantação dos Serviços de Prevenção, Salvamento e Combate a Incêndio em Aeródromos Civis (Sescinc) no aeroporto

Entretanto, a obra ficou parada em virtude da falta de definição de órgão federal que ficaria responsável por administrar os recursos da União, já que o Governo Federal definiu que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) acompanharia a execução da obra, depois transferiu a responsabilidade para o Ministério da Defesa e agora devolveu este compromisso à Anac, por isso foi emitida hoje a autorização.

O diretor da Agência, Rubens Vieira, afirma no documento que "faz-se necessário que a Secretaria de Obras Públicas e de Transportes do Estado do Mato Grosso do Sul realize uma nova licitação para contratar empresa que assegurará a continuidade e a consecução da obra já iniciada no aeródromo de Três Lagoas".

Desta maneira, o Governo do Estado pode retomar a obra de R$ 2,6 milhões no aeroporto Plínio Alarcon, de Três Lagoas, que possibilitará o pouso e decolagem de vôos comerciais regulares.

"Os vôos regulares serão importantes para atender o fluxo de aeronaves que deve crescer nos próximos anos com a instalação de empresas em Três Lagoas e região", afirmou o parlamentar sul-mato-grossense, ressaltando que a demanda vai crescer em virtude da instalação da fábrica de fertilizantes da Petrobrás, da fábrica de celulose, de siderúrgica e da empresa Fibria. Três empresas aéreas já manifestaram interesse em operar no município: Azul, Trip e Passaredo.

O sub-secretário de Representação do Estado de Mato Grosso do Sul no Distrito Federal, Luiz Fernando dos Santos, também participou da reunião na Anac.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Mega-Sena pode pagar prêmio R$ 11 milhões neste sábado
Economia
Em MS, indústrias de chocolate esperam aumentar faturamento em 10% na Páscoa
Economia
Dólar sobe e fecha a R$ 3,848; Bolsa cai após recorde
Economia
Bolsa bate recorde e dólar fecha quase estável
Economia
Ministro da Cidadania confirma 13º salário do Bolsa Família
Economia
Puxada pela alimentação e educação, inflação sobe em fevereiro
Economia
Bolsa sobe 2,79% e dólar cai 0,73%
Economia
Hoje vence a segunda parcela do IPTU
Cidade
Prazo para aderir ao Refis termina nesta segunda-feira
Economia
Em fevereiro, saques da poupança superam depósitos em R$ 4,02 bi

Mais Lidas

Polícia
Orgia em motel vira caso de polícia
Polícia
Mistério: adolescentes desaparecem a caminho da escola
Polícia
Menina de dez anos se mata com arma do pai, em São Paulo
Polícia
Vídeo - Um morre e outro fica ferido em execução na fronteira