Menu
Busca sexta, 12 de agosto de 2022
(67) 99647-9098
TJMS Agosto 22
Economia

Apesar de crescimento industrial, nível segue abaixo do patamar pré-pandemia

Avanço de 0,3% da atividade do setor em maio é insuficiente para reverter tombo de 1,9% de janeiro

05 julho 2022 - 09h53Da Redação, com R7

A produção da indústria no Brasil cresceu 0,3% em maio, na comparação com abril, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (5) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Com o resultado, o setor ainda se encontra 1,1% abaixo do patamar pré-pandemia.

Em maio, o setor responsável por cerca de 20% do PIB (Produto Interno Bruto) — soma de todos os bens e serviços produzidos no país — engatou a quarta alta mensal consecutiva. Mesmo assim, a sequência é insuficiente para reverter o tombo de 1,9% registrado pelo segmento em janeiro.

No acumulado de 2022, o saldo do segmento ainda é negativo em 0,1% e ainda figura 17,6% abaixo do nível recorde alcançado em maio de 2011. “De uma maneira geral, há uma melhora no desempenho da indústria nos últimos quatro meses que pode estar relacionada às medidas de incremento da renda implementada pelo governo", afirma André Macedo, gerente da pesquisa industrial mensal.

Atividades

No mês em análise, houve um comportamento predominantemente positivo no setor industrial, com avanço na produção de três das quatro grandes categorias econômicas e 19 das 26 atividades industriais pesquisadas.

Entre as atividades, as influências positivas mais importantes foram assinaladas por máquinas e equipamentos (7,5%) e veículos automotores, reboques e carrocerias (3,7%), com ambas voltando a crescer após recuarem no mês anterior: -3,1% e -4,6%, respectivamente.

“Essas duas atividades vinham de queda nos meses anteriores. No setor de máquinas e equipamentos observa-se comportamento positivo em máquinas para indústria, agricultura e construção. Já na atividade de veículos automotores destacam-se os impactos positivos em automóveis, caminhões e autopeças”, diz Macedo.

Outras contribuições positivas vieram de produtos alimentícios (1,3%), de couro, artigos para viagem e calçados (9,4%), de máquinas, aparelhos e materiais elétricos (5,5%), de outros equipamentos de transporte (10,3%), de produtos diversos (9%), de manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos (7,5%) e de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (3,6%).

Por outro lado, entre as sete atividades com redução na produção, indústrias extrativas (-5,6%) e outros produtos químicos (-8%) exerceram os principais impactos em maio de 2022, com ambas eliminando parte do ganho acumulado no período fevereiro-abril de 2022: 6,4% e 12%, respectivamente.

“As duas atividades [indústrias extrativas e produtos químicos] vinham de uma base de comparação mais alta, após três meses de resultados positivos em sequência. Mas em maio os três principais itens do setor extrativo — petróleo, gás e minério — tiveram queda”, afirma Macedo.

JD1 No Celular

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Petrobras anuncia nova redução no preço do diesel para distribuidoras
Economia
IBGE: Safra recorde de cereais é prevista para este ano no Brasil
Economia
Índice de endividamento tem quarta redução consecutiva na Capital
Economia
Auxílio Brasil: Recebem hoje beneficiários com NIS final 3
Economia
MS é campeão nacional em investimento por habitante
Economia
Apesar da expectativa, Dia dos Pais tem pouca movimentação na Capital
Economia
Salário mínimo previsto para 2023 será de R$ 1.294
Economia
Dia dos pais: 59% das pessoas pretendem presentear, diz Procon Municipal
Economia
Corecon MS realiza palestras na Semana de Economia
Economia
Dia dos Pais deve contar com alta nas vendas, diz CNC

Mais Lidas

Brasil
Jovem é morto com facada na cabeça em terreno baldio; assista
Geral
Carro explode durante abastecimento e amputa pernas de frentista
Geral
Com a filha de 12 anos intubada no HU, pai pede doações de sangue na internet
Polícia
Mãe procura por filha de 14 anos que desapareceu há três dias no Nova Lima