Menu
Busca terça, 25 de janeiro de 2022
(67) 99647-9098
Governo - conta energia
Economia

Após veto, Bolsonaro fala em "solução parcial" para que MEIs renegociem dívidas

A decisão do governo de vetar integralmente a proposta gerou mal-estar entre o Palácio do Planalto

10 janeiro 2022 - 19h29Méri Oliveira, com FOLHAPRESS

Após vetar integralmente um projeto que permitiria a repactuação de débitos tributários para MEIs (microempreendedores individuais) e empresas do Simples Nacional, o presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, nesta segunda-feira (10), que o governo pretende adotar uma "solução parcial" para permitir que microempreendedores que contraíram dívidas durante a pandemia possam renegociá-las.

"Hoje devemos ter uma decisão para atender o pessoal do MEI que contraiu empréstimo por ocasião da pandemia, para que seja renegociado isso sim", declarou Bolsonaro, durante entrevista a uma rádio do Rio Grande do Sul.

"Pretendemos uma solução parcial agora e com a volta do Parlamento eu tenho certeza que o Parlamento vai derrubar o veto."

A decisão do governo de vetar integralmente a proposta gerou mal-estar entre o Palácio do Planalto e a equipe do ministro Paulo Guedes (Economia).

Durante sua live semanal na quinta-feira (6), Bolsonaro demonstrou contrariedade com a orientação de membros da equipe econômica em favor do veto ao texto.

"Como são as coisas, né? O cara querendo que eu vetasse o Simples Nacional", disse Bolsonaro na ocasião, aparentando não saber que a transmissão havia começado.

Na entrevista à rádio nesta segunda, Bolsonaro argumentou que foi obrigado a vetar o texto para não ferir a legislação eleitoral e por conta da LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal).

Ele também defendeu que o Congresso derrube o seu próprio veto presidencial.

"Se eu sanciono, digo a vocês, estou em curso na Lei de Responsabilidade Fiscal, chama-se crime de responsabilidade; e responderia também perante a legislação eleitoral porque em ano eleitoral tem certas coisas eu não posso sancionar nem posso apresentar projeto naquele sentido", declarou.

"Mas o Parlamento, derrubando o veto, eu espero ?tenho certeza que vai derrubar o veto? a questão estará solucionada", afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
IPVA 2022 terá 15% de desconto para pagamento à vista
Economia
50 + 50: Sebrae aposta no empreendedorismo
Economia
Caixa paga Auxílio Brasil a cadastrados com NIS final 5
Economia
Simples tem pagamentos prorrogados até 31 de março
Economia
Auxílio Brasil: Caixa paga hoje famílias cadastradas com NIS final 3
Economia
Caixa paga hoje Auxílio Brasil para cadastrados com NIS terminado em 2
Economia
Brasil encerrou 2021 com recorde de endividados
Economia
Artesanato sul-mato-grossense é vendido para loja de decorações em Minas Gerais
Economia
Auxílio Brasil: Benefício começa a ser pago hoje
Economia
Empresas do Simples podem ganhar dois meses para regularizarem débitos

Mais Lidas

Polícia
Mulher é encontrada morta em motel de luxo da Capital
Polícia
Médico de MS morre em praia da Bahia
Polícia
Perita teria recebido visita antes de ser encontrada morta em motel de luxo
Polícia
JD1TV: Mulher encontrada morta em motel de luxo era agente do Imol