Menu
Busca sexta, 04 de dezembro de 2020
(67) 99647-9098
Sesi - Geração de Empregos
Economia

Auxílio é pago para beneficários do Bolsa Família com NIS final 1

O valor do programa é complementado pelo auxílio emergencial até chegar a R$ 300 ou até R$ 600

19 outubro 2020 - 09h36Sarah Chaves, com informações da Agência Brasil

A segunda parcela do auxílio emergencial residual para beneficiários do Bolsa Família é pago nesta segunda-feira (19), pela Caixa Econômica Federal.

 São R$ 421,6 milhões para 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família com NIS (Número de Identificação Social) final 1.

Ao todo, mais de 16 milhões de pessoas cadastradas no programa Bolsa Família foram consideradas elegíveis para a segunda parcela do auxílio emergencial residual.

O pagamento da parcela segue o calendário habitual do Bolsa Família. O valor do programa é complementado pelo auxílio emergencial até chegar a R$ 300 ou até R$ 600, no caso de mulher provedora de família monoparental. Se o valor do Bolsa Família for igual ou maior que R$ 300 ou R$ 600, o beneficiário receberá o benefício de maior valor.

 

Teia - Agronomia

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Pegou o Auxilio Emergencial sem ter direito? Vai ter que devolver!
Economia
Mega-Sena pode pagar R$ 11 milhões amanhã
Economia
Guedes diz que Governo apresentará meta de déficit para 2021
Economia
Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 11 milhões
Economia
Nascidos em julho recebem parcela do ciclo 5 do auxílio emergencial
Economia
E para “alegrar” o Natal, bandeira vermelha na conta de luz
Economia
Governo depositará décimo terceiro no dia 1º de dezembro
Economia
Caixa paga 3ª parcela do auxílio extensão para beneficiários Bolsa Família
Economia
Parcela do auxílio do ciclo 5 já está na conta dos nascidos em maio
Economia
Bolsa família passará a ser depositado em conta digital em dezembro

Mais Lidas

Brasil
Bonner e Renata são intimados após censura do caso Queiroz
Brasil
Para recuperar sua saúde mental, Dani Calabresa denunciou assédios
Polícia
Ex-marido esfaqueia mulher na frente dos filhos
Geral
MS abre novos horizontes de mercado e pode se tornar produtor de gás natural