Menu
Busca segunda, 19 de abril de 2021
(67) 99647-9098
Governo Balada - topo - abril21
Economia

Brasil perde 7,2 milhões de linhas móveis em dezembro

Nos últimos 12 meses, somente cinco estados apresentaram crescimento no número de linhas móveis

09 fevereiro 2019 - 08h47Da redação com assessoria

O Brasil registrou 229.210.890 linhas móveis no mês de dezembro de 2018, segundo levantamento da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Em comparação com dezembro de 2017 houve uma redução de 7.277.658 linhas, o que corresponde a uma queda de 3,08%. Em relação ao mês anterior (novembro de 2018), o serviço de telefonia móvel perdeu 2.617.069 linhas, o que equivale a menos 1,13%.

Entre grandes empresas, a Telefônica (Vivo) foi a operadora com maior quantidade de clientes, com 73.160.110 linhas (31,91% do mercado) em dezembro de 2018. Em segundo lugar ficou a Claro, com 56.416.473 clientes (24,61% do mercado); em terceiro, a Tim, com 55.922.528 clientes (24,39% do mercado); e, na quarta posição, a Oi, com 37.703.153 clientes (16,44% do mercado).

Entre as prestadoras de pequeno porte (PPP), ou seja, empresas que detêm menos de 5% do mercado, a Nextel registrou a maior quantidade de clientes, com 3.300.715 linhas. Seguem a Algar, com 1.289.852 linhas; a Porto Seguro, 825.428 linhas; a Datora, 397.558 linhas; e a Sercomtel com 62.185 linhas no mês de dezembro. Outras empresas somaram 132.888 linhas. Essas empresas juntas detém 5.875.738 linhas em dezembro. Em 12 meses, as PPPs registram um crescimento de 1.058.837 linhas, enquanto as quatro grandes, somadas, registraram queda de 8.336.495 linhas.

Entre as linhas móveis, em dezembro, foram registradas 129.549.487 linhas pré-pagas (56,51%) e 99.661.403 linhas pós-pagas (43,49%). Na comparação com dezembro de 2017, houve uma redução de 18.959.874 linhas pré-pagas (-12,77%) e aumento de 11.682.216 linhas pós-pagas (+13,28%).

Nos últimos 12 meses, somente 5 estados apresentaram crescimento no número de linhas móveis: Roraima com saldo de 23.066 linhas (+4,76 %); Amapá, com saldo de 19.245 linhas (+2,72%); Amazonas, 66.904 linhas (+1,93 %); São Paulo, 642.922 linhas (+1,03%) e Espírito Santo, 11.654 (+0,31%). A maior participação de mercado no serviço móvel ocorre no estado São Paulo, com 62.995.649 linhas móveis em operação (27,48% do mercado).

Dentre as tecnologias, no mês de dezembro, foram registrados 129.842.050 usuários de 4G (56,64% do total), 54.728.630 usuários de 3G (23,87%) e 24.850.063 usuários de 2G (10,84%). Foram registradas 19.790.147 linhas móveis para tecnologia máquina a máquina (M2M). A tecnologia 4G registrou aumento de 27.604.006 linhas (+27%) e a tecnologia 3G registrou redução de 31.888.468 linhas (-36,82%).

Os números do serviço de telefonia móvel estão disponíveis no Portal da Anatel. A Agência disponibiliza mensalmente os dados segmentados por grupo econômico, código nacional, unidades da federação, tipo, entre outras classificações.

APP JD1_android

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Auxílio Emergencial: Começa hoje pagamento para beneficiários do Bolsa Família
Economia
"Preservar setor e manter renda", diz Riedel sobre prorrogar ICMS de bares e restaurantes
Economia
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022
Economia
Nascidos em maio recebem auxílio emergencial nesta quinta
Economia
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em abril
Economia
Prazo para contestar auxílio emergencial negado termina hoje
Economia
Em reunião Senador Nelsinho Trad tenta destravar R$ 67,7 milhões para MS
Economia
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em fevereiro
Economia
Auxílio Emergencial, como sobreviver com esse valor? Veja dicas
Economia
MS fecha fevereiro com saldo positivo em geração de empregos na indústria

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio