Menu
Menu
Busca sábado, 13 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Economia

Brasil registrou a criação de mais de 150 mil novos empregos em maio

Número ficou abaixo do estimado pelo governo, e ministro do Trabalho culpa taxa Selic alta

29 junho 2023 - 16h44Pedro Molina     atualizado em 29/06/2023 às 16h49
Melhores do Mundo - Jul24

O Brasil registrou, em maio, um saldo positivo de 155.270 empregos com carteira assinada. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (29) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O número surge de um saldo de 2.000.202 novas admissões no período e 1.844.932 de desligamentos.

Apesar do número positivo, o ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, afirmou que o saldo ficou abaixo da expectativa do governo, que era de 180 mil novos empregos, devido à alta taxa Selic.

"O que frustrou um número ainda melhor – o número é positivo, temos de lembrar isso, 155 mil não é desprezível de saldo positivo para o mês de maio – porém as nossas previsões eram para números ainda maiores. Trabalhávamos com a previsão mínima da ordem de 180 mil empregos. E é flagrante o que leva a esse processo. É exatamente ausência de crédito e, portanto, a ausência de crédito está vinculada diretamente aos juros praticados”, explicou.

O ministro ainda apontou que o Banco Centra (BC), responsável por definir a taxa de juros, é culpado não só do resultado abaixo do esperado, mas por sacrificar as contas do Brasil.

"Eu responsabilizo as autoridades, que teriam de ter já iniciado um processo de redução dos juros do país. Os juros praticados, portanto, não se justificam. Na medida que você sacrifica, não somente empregos, está sacrificando as contas também, porque significa que a União tem de pagar mais juros. Ou seja, nós estamos queimando oportunidades de geração de emprego, queimando oportunidades de ter as contas mais saudáveis” afirmou Marinho.

Reportar Erro
Melhores do Mundo - Jul24
Digix - Julho24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dólar tem queda e encerra a semana a R$ 5,43
Economia
Dólar tem queda e encerra a semana a R$ 5,43
Divulgação -
Justiça
TJMS dá aval para projeto que muda regras de custas em ações de honorários
Setor de celulose projeta expansão com quatro novas fábricas em MS até 2032
Economia
Setor de celulose projeta expansão com quatro novas fábricas em MS até 2032
Pix bate novo recorde de transações
Economia
Pix bate novo recorde de transações
Dólar registra alta e encerra o dia cotado a R$ 5,47
Economia
Dólar registra alta e encerra o dia cotado a R$ 5,47
Celulose puxaram a balança comercial de Mato Grosso do Sul
Economia
Soja e celulose: Exportações de MS superam a marca de 5 bilhões de dólares no ano
Petrobras anuncia aumento nos preços da gasolina e do gás de cozinha
Economia
Petrobras anuncia aumento nos preços da gasolina e do gás de cozinha
Aceita em dinheiro? Bancos brasileiros enfrentam instabilidade nesta sexta-feira
Economia
Aceita em dinheiro? Bancos brasileiros enfrentam instabilidade nesta sexta-feira
Índice de famílias endividadas cresce 1,2% em um mês na Capital
Economia
Índice de famílias endividadas cresce 1,2% em um mês na Capital
BC aprova novas normas que viabilizam o pagamento Pix por aproximação
Economia
BC aprova novas normas que viabilizam o pagamento Pix por aproximação

Mais Lidas

Tempo amanheceu nublado e característico de frio
Clima
Nova frente fria desembarca em MS trazendo ainda mais instabilidade
O caso foi registrado na Depac Cepol em Campo Grande
Justiça
Juiz determina que Cepol receba flagrantes de tráfico de drogas
Caso foi registrado na Depac Cepol, em Campo Grande
Polícia
Jovem denuncia ameaças sobre cobranças e agiota é preso em Campo Grande
Clima ficará ameno com a passagem da frente fria
Clima
Frio se mantém mesmo com máximas voltando a subir em MS nesta quinta-feira