Menu
Busca terça, 25 de fevereiro de 2020
(67) 99647-9098
tj ms topo
Economia

Campo Grande é campeã em novas empresas em 2019

O Estado do Mato Grosso do Sul constituiu mais de 7 mil empresas em 2019

17 janeiro 2020 - 17h54Marya Eduarda Lobo, com informações da assessoria

Com ações efetivas para a simplificação de processos, a Junta Comercial de Mato Grosso do Sul (Jucems), em um ano, teve em 2019, o melhor número de abertura de empresas dos últimos seis anos. Foram 7.087 novos empreendimentos em doze meses, montante 11,43% superior que os 6.360 registrados em 2018.

Mudanças no âmbito da Rede Sim e da Liberdade Econômica contribuíram para facilitar os processos de abertura e fechamento de empresas no Estado. O presidente Augusto César Ferreira de Castro, explica que entre os principais ganhos estão o registro automático que corresponde a 50% da abertura de empresas, a retirada da taxa para registro de extinção e a dispensa dos procedimentos de alvará para 287 atividades consideradas de baixo risco.

O titular da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), secretário Jaime Verruck afirma que foram obtidos grandes avanços em 2019 com a lei de Liberdade Econômica. ‘’Em 2020, queremos ampliam a integração de sistemas dos municípios com a Secretaria de Fazenda e a Jucems, assim como já ocorre com Campo Grande’’, disse.

Além do bom resultado com as constituições, o saldo entre empresas abertas e extintas, em 2019 atingiu o maior ganho líquido dos últimos cinco anos. O resultado é de 3.957 empresas, 27,03% maior que as 3.115 de 2018.

O levantamento anual também mostra que o setor de serviços se mantém como o principal segmento econômico, responsável por 62,9% das empresas abertas em 2019. Seguido pelo comércio com 32,6% e a indústria com 4,35%. Transporte de cargas, restaurantes, comércio de vestuário e construção de edifícios estão entre as principais atividades escolhidas no ano passado.

Na divisão por município, Campo Grande é o campeão em novas empresas em 2019, respondendo por 42% ou 3.005 novos cnpjs, em seguida Dourados (11,2%), Três Lagoas (4,9%) e Ponta Porã (3,5%).

Jacarezão

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Carnaval deve movimentar R$ 8 bi na economia por causa do turismo
Economia
Mega-Sena acumula e próximo sorteio é de R$ 200 mi
Economia
Dolár bate recorde histórico de cotação e chega a R$ 4,40
Economia
Arrecadação de impostos de R$ 174,9 bi é recorde para mês de janeiro
Economia
Inflação no comércio em fevereiro é a menor em 26 anos
Economia
Dólar alivia e apresenta queda singela na última semana
Economia
Receita inicia nesta semana a restituição do lote residual do IRPF
Economia
Longen apresenta potencial de MS para embaixadores da Ásia
Economia
Reinaldo assina decreto para diminuir ICMS no comércio atacadista
Economia
Dólar apresenta queda nesta quinta-feira

Mais Lidas

Cidade
Passarela do samba está pronta para o primeiro dia de desfile
Internacional
Competição mundial de natação é cancelada por coronavírus
Geral
Morte de Lanzarini causa comoção no mundo político
Brasil
"Está sob controle", diz Moro sobre situação no Ceará