Menu
Busca sexta, 19 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Economia

Com fim do subsídio, diesel deve ter aumento de R$ 0,06 por litro

Petrobras adotará um mecanismo financeiro de proteção para evitar a volatilidade em seus preços

30 dezembro 2018 - 11h39Da Redação com Assessoria

Com o fim do subsídio ao óleo diesel nesta segunda-feira (31), o preço do produto nas refinarias deverá ter um aumento da ordem de R$ 0,06 por litro, cerca de 3,3% , em relação aos R$ 1,8088 por litro cobrados em média nas refinarias da Petrobras, sem impostos. O programa de subsídio ao diesel foi concedido pelo governo federal para colocar um ponto final na greve dos caminhoneiros, em maio deste ano.

A Petrobras comunicou que adotará um mecanismo financeiro de proteção para o diesel para evitar a volatilidade em seus preços por conta das variações internacionais dos preços do petróleo e das variações do câmbio. O mecanismo evitará o reajuste diário, um dos motivos questionados pelos caminhoneiros na época da greve. Pelo mecanismo anunciado nesta sexta-feira, O mecanismo permitirá a estatal manter o preço do produto estável por um período de até sete dias sem reajustes nas refinarias. Em setembro, a Petrobras adotou o mesmo mecanismo financeiro de proteção para a gasolina, que poderá ter reajuste em até 15 dias.

O diretor do Centro Brasileiro de InfraEstrutura (CBIE), Adriano Pires Rodrigues, disse que o aumento dos preços do diesel nas refinarias será pequeno devido à cotação baixa dos preços internacionais do petróleo, abaixo de US$ 50 o barril. Para Adriano Pires, o novo governo deveria analisar a possibilidade de adotar um imposto flex, que subisse quando os preços do petróleo estão baixos lá fora, e fosse reduzido quando os preços subissem.

 

1/4 colchões

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Intenção de consumo das famílias tem queda de 1,7% em julho
Economia
Petrobras baixa gasolina em R$ 0,03
Economia
Dólar cai a R$ 3,729, menor valor registrado em quase 5 meses
Economia
Medidas sobre FGTS e PIS/Pasep serão anunciadas na próxima semana
Economia
Na Argentina, Guedes afirma que o governo vai liberar 35% do FGTS
Economia
PIB tem retração de 0,8% no trimestre encerrado em maio, mostra FGV
Economia
Queda de comércio com EUA afeta exportações brasileiras
Economia
Governo cogita liberar saque de até 35% do saldo do FGTS
Economia
Aumento da contribuição patronal cobrirá parte do déficit, diz Pedrossian Neto
Economia
Inflação pelo Índice Geral de Preços sobe para 0,61% em julho

Mais Lidas

Geral
Quatro capivaras amanhecem mortas próximo ao shopping
Justiça
Rigo entra com recurso baseado em decisão de Toffoli
Geral
Jovem perde perna em acidente e pede ajuda em "Vaquinha Solidária"
Polícia
Incêndio criminoso deixa pelo menos 16 mortos