Menu
Busca sábado, 22 de fevereiro de 2020
(67) 99647-9098
tj ms topo
Economia

Com simplificação no processo, MS bate recorde em abertura de negócios

Campo Grande liderou entre os municípios com a abertura de 2.8 mil empresas

18 janeiro 2020 - 13h46Jônathas Padilha, com informações da assessoria

A Junta Comercial de Mato Grosso do Sul (Jucems) teve em 2019 o maior número de abertura de empresas nos últimos seis anos, com um registro 11,43% superior ao ano de 2018.

Em um ano com ações efetivas para a simplificação dos processos, a Jucems teve o seu melhor ano, com 7.087 novos empreendimentos nos últimos doze meses. As mudanças da Rede Sim e da Liberdade Econômica contribuíram para que os processos de abertura e fechamento de empresas no Estado sejam mais fáceis.

O presidente da Jucems, Augusto César Ferreira de Castro, falou sobre os principais ganhos, o registro automático, que corresponde a 50% da abertura de empresas, outro ganho foi a retirada da taxa para registro de extinção e a dispensa dos procedimentos de alvará para 287 atividades consideradas de baixo risco.

O secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, falou sobre a ação que despontou em 2019. “Tivemos grandes avanços em 2019 com a lei de Liberdade Econômica atuando na simplificação das juntas comerciais, e em 2020 queremos ampliar a integração de sistemas dos municípios com a Secretaria de Fazenda e a Jucems, assim como já ocorre com Campo Grande. Isso para que a gente consiga consolidar todos os princípios da liberdade econômica, criando um ambiente de negócio de abertura e fechamento de empresas mais favorável.”

O levantamento também mostrou que o setor de serviços se manteve como o principal segmento econômico, responsável por 62,9% das empresas abertas em 2019. Logo abaixo, o comércio com 32,6% e a indústria com 4,35%.

O setor de transporte de cargas, restaurantes, comércio de vestuário e construção de edifícios estão entre as principais atividades escolhidas no ano passado.

Na divisão por municípios, a Capital se tornou campeã em novas empresas, respondendo por 42% ou 3.005 novos Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), em seguida Dourados (11,2%), Três Lagoas (4,9%) e Ponta Porã (3,5%).

Jacarezão

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Dolár bate recorde histórico de cotação e chega a R$ 4,40
Economia
Arrecadação de impostos de R$ 174,9 bi é recorde para mês de janeiro
Economia
Inflação no comércio em fevereiro é a menor em 26 anos
Economia
Dólar alivia e apresenta queda singela na última semana
Economia
Receita inicia nesta semana a restituição do lote residual do IRPF
Economia
Longen apresenta potencial de MS para embaixadores da Ásia
Economia
Reinaldo assina decreto para diminuir ICMS no comércio atacadista
Economia
Dólar apresenta queda nesta quinta-feira
Economia
Refis arrecadou R$ 76 mi e ajudou a “segurar contas municipais”, diz secretário
Economia
A gasolina aumentou para incentivar venda de etanol, diz Lazaroto

Mais Lidas

Cidade
Força tarefa minimiza estragos da chuva
Geral
Prefeito fica preso em elevador da prefeitura
Esportes
Nadador de MS disputa competição junto à seleção brasileira
Polícia
Funcionários da Receita encontram jibóia de 3 metros no posto fiscal