Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Economia

Decreto antecipa flexibilização de fidelidade à bandeira em postos

Consumidor deve ser informado sobre origem do combustível

14 setembro 2021 - 13h46Da Redação, com Agência Brasil

Foi publicado no Diário Oficial da União de hoje (14), o decreto do presidente Jair Bolsonaro que obriga os revendedores varejistas de combustíveis automotivos a identificar de forma clara a origem do combustível comercializado. 

A medida vale para os revendedores que vendem combustíveis de marcas diferentes da exibida nos postos de revenda. Segundo a Secretaria-Geral da Presidência da República, a decisão flexibiliza a chamada “tutela à bandeira”, pondo fim às restrições impostas aos postos que optem por exibir a marca comercial de um distribuidor, ditos “bandeirados”, que eram proibidos de comercializar combustível de outros fornecedores.

O decreto disciplina a aplicação de uma norma legal prevista na Medida Provisória (MP) 1.063, publicada em agosto. Posteriormente, uma outra MP autorizou a regulamentação dessa matéria por meio de decreto presidencial enquanto não estiver vigente a norma da agência reguladora.

“As disposições do decreto visam, em especial, assegurar que o consumidor seja devidamente informado sobre a origem do combustível que está adquirindo, que deverá ser identificada de forma destacada e de fácil visualização. Nesse sentido, os postos ficam obrigados a expor em cada bomba medidora o CNPJ [Cadastro de Pessoas Jurídicas] e também o nome de fantasia ou a razão social do fornecedor”, justificou a Secretaria-Geral, ao informar que o painel de preços do revendedor deverá exibir também o nome fantasia de seu fornecedor.

Ainda segundo a secretaria, a medida possibilita a antecipação da flexibilização da tutela à bandeira, enquanto a Agência Nacional do Petróleo (ANP) finaliza o rito processual regulatório, de forma a cumprir os objetivos de ampliação da competição no setor de combustíveis.

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Caixa oferece crédito de R$ 300 a R$ 1 mil pelo celular
Economia
Desemprego cai para 13,7%, aponta pesquisa
Economia
Auxílio emergencial é pago a beneficiários do Bolsa Família com NIS 7
Economia
FIEMS e governo de MS lançam pacote para "Retomada Segura de MS" nesta segunda
Economia
Semana Nacional da Conciliação, mais de 350 audiências são realizadas em 3 dias
Economia
Gasolina sobe pela 8ª semana seguida nos postos, aponta ANP
Economia
Prazo para MEIs regularizarem dívidas termina dia 30 de setembro
Economia
Auxílio emergencial é pago hoje para nascidos no mês de maio
Economia
Prova de vida de servidores aposentados deve ser feita até a próxima quinta-feira
Economia
Caixa paga 6ª parcela do auxílio emergencial a nascidos em abril

Mais Lidas

Cidade
Incêndio atinge margens do rio Paraguai em Corumbá
Clima
Tempestade faz temperatura despencar 15 graus e destelha apartamento em Campo Grande
Polícia
Mulher é agredida e esfaqueia pênis de marido
Polícia
Homem é assassinado a tiros por dívida de R$ 100,00