Menu
Busca sábado, 16 de janeiro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS Janeiro/21 juizado de transito
Economia

Estado e parceiros lançam hoje projeto de incremento ao leite de MS

04 junho 2012 - 09h51Divulgação

Com a união do Governo do Estado às prefeituras e instituições da cadeia produtiva do leite em Mato Grosso do Sul, será lançado nesta segunda-feira (04) o Projeto de Desenvolvimento da Bacia Leiteira na Região Central de MS - Leite Forte. A iniciativa propõe reverter a situação produtiva e econômica do leite no Estado, estagnada praticamente há mais de dez anos. A solenidade acontece a partir das 8 horas no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo – Auditório Germano de Barros, na Capital.

O Projeto Leite Forte nasce com a criação do Subprograma de Desenvolvimento da Pecuária Leiteira em Mato Grosso do Sul – no âmbito do Programa de Avanços da Pecuária (Proape), que já existe há nove anos – com a meta de revitalizar a pecuária leiteira sul-mato-grossense de forma sustentável, profissionalizada e melhorando a renda dos produtores na região central do Estado.

“Trata-se de um conjunto de ações voltadas ao produtor de leite, baseadas em gestão e assistência técnica de qualidade, efetiva e contínua, visando o incremento da produtividade e da qualidade do leite. A proposta é de uma coordenação eficiente de todas essas ações para que os resultados sejam efetivamente alcançados e a meta de incrementar esta potencial atividade seja atingida”, explica a Secretária Tereza Cristina ao destacar que “a integração entre as prefeituras e instituições apoiadoras, sem dúvida, é um grande diferencial, pois somente com o envolvimento de toda a cadeia acreditamos no sucesso desse trabalho”.

Numa primeira etapa o Projeto Leite Forte se propõe atender 1.500 produtores na região central do estado – 17 municípios, aumentando a produção e a qualidade em até 240 mil / litros / dia, ao longo de três anos. Com a consolidação desta etapa, a meta é estender o projeto aos demais municípios do estado.

O Secretário Adjunto da Seprotur, Paulo Engel, que vem integralmente acompanhando a elaboração do Projeto, ressalta que para execução do Leite Forte serão capacitados 50 técnicos que prestarão assistência técnica e gerencial aos produtores beneficiados. “Estruturamos na Seprotur uma equipe para coordenar e supervisionar os trabalhos destes técnicos e acompanhar os resultados esperados. Além do aumento da produção esperamos como benefício a manutenção e a expansão de cerca de 5 mil empregos diretos, além de outros indiretos, no campo e nas indústrias de laticínios”, detalha Engel.

Municípios
Os municípios envolvidos na primeira etapa do Leite Forte são: Anastácio, Aquidauana, Bandeirantes, Camapuã, Campo Grande, Corguinho, Dois Irmãos do Buriti, Jaraguari, Nova Alvorada do Sul, Nioaque, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Negro, Rochedo, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia e Terenos.

Parceiros
O Governo do Estado, através da Seprotur, soma-se as seguintes instituições para a realização do Projeto: Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Leite, Agraer, Iagro, AEM, Junta Comercial, Cedrs, Ceasa, Secretaria de Estado de Educação, Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social, Secretaria de Estado de Meio Ambiente/Instituto de Maio Ambiente de MS, Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos, Assomasul, Famasul/Funar/Senar, Sebrae-MS, Fiems/Senai, Fetagri, FAF, CUT, MST, Ministério da Agricultura/Embrapa/OCB-MS, Ministério do Desenvolvimento Agrário/Incra, Ministério da Integração Nacional/Sudeco, Ministério do Desenvolvimento Social, UEMS, BNDES, Banco do Brasil, Fundação BB e Sicredi.

Serviço
O Projeto Leite Forte será lançado no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo – Auditório Germano de Barros, localizado na Avenida Waldir dos Santos Pereira S/Nº, Parque dos Poderes, na Capital. Informações pelo telefone (67) 3318-5013/5014/5023.

Programação
8hs – Milk Break
8h30 – Coletiva de Imprensa
9hs – Abertura do Evento

Via Notícia MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Depois de 17 anos, Paulo Ponzini volta à Presidência do Corecon-MS
Economia
Número de pessoas inadimplentes cai no fim de 2020
Economia
A partir desta quinta, gás de cozinha vai ficar 6% mais caro
Economia
Nascidos em março podem sacar auxílio nesta segunda
Economia
Após movimentar bilhões, especialistas apontam Pix como "principal revolução financeira"
Economia
Prazo para pedir saque do FGTS emergencial acaba hoje
Economia
Em 2021, idade para se aposentar vai aumentar; confira as novas regras
Economia
Bolsonaro anuncia aumento do salário mínimo para R$ 1.100
Economia
Empresas devem encerrar os acordos feitos com os funcionários até quinta
Economia
Caixa libera parcela do auxílio emergencial para nascidos em novembro

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio