Menu
Busca sexta, 26 de fevereiro de 2021
(67) 99647-9098
Governo - campanha estado que cresce - Topo
Economia

Estúdio cria 'travesseiro-avestruz' para cochilar no trabalho

04 outubro 2012 - 11h06Divulgação

A vida moderna e a tradicional "sesta" - o cochilo depois do almoço - convergem na forma de um novo e insólito produto chamado "travesseiro avestruz" (Ostrich Pillow, em inglês). Criado para sonecas fora de casa, o produto é nada mais do que uma almofada oca com três orifícios (dois para os braços, um para o nariz) - ainda que, de tão inusitado, seja mais apropriado para quem não tem medo de passar um pouco de vergonha.

A ideia é do Banana Studios, um projeto que aglutina vários escritórios de design na Espanha (onde a "siesta" é tão comum). "O travesseiro cria uma atmosfera privada em um contexto público", seja no transporte público, em aeroportos ou mesmo no trabalho, disse à BBC o britânico de origem iraniana Ali Ganjavian, um dos criadores do objeto e sócio do escritório de arquitetura Kawamura-Ganjavian.

O Banana Studios conseguiu arrecadar US$ 126 mil para desenvolver o projeto por meio do Kickstarter (site de arrecadação de dinheiro para determinadas causas), depois de, em 2011, ter conquistado espaço para o "Ostrich Pillow" em publicações especializadas em design.

Mais trabalho, menos descanso
"A essência (da ideia) é que a sociedade mudou", afirma Ganjavian. "Antes, dormíamos muito mais. Agora, trabalhamos muito mais horas, e o cansaço a que estamos expostos não é apenas físico, mas mental. Nos esquecemos de nos desconectar." A invenção surgiu da necessidade dos próprios designers, de fazer uma pausa para se "revitalizar". "Passamos muito tempo em frente ao computador e há horas em que precisamos descansar, tomar um café, sair um pouco. Criamos (o travesseiro) para nós mesmos."

O conceito por trás da ideia são as chamadas "power naps" - sestas breves e supostamente revigorantes. Ganjavian cita estudos que defendem que as sonecas rápidas estimulam a produtividade. Para alguns, porém, a brincadeira pode parecer cara (o travesseiro custa US$ 75, ou cerca de R$ 130) ou de design um pouco constrangedor para o usuário.

Ganjavian admite que sua equipe levou isso em consideração durante o processo de criação, mas responde alegando que inovar significa correr riscos. Ele afirma que a bicicleta e o guarda-chuvas também tinham designs considerados ridículos quando foram lançados. Apesar da extravagância, Ganjavian afirma estar recebendo diversas encomendas e prepara peças para vender no Natal.

Via Terra

Peniel - amigos da pizza

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Governo congela pauta da gasolina por 15 dias e prevê economia de R$ 0,15
Economia
Governo Federal obriga postos a detalharem preço dos combustíveis
Economia
Para acabar com ICMS, Reinaldo quer fundo de compensação
Economia
Para Longen, 2021 será o ano de retomada da economia
Economia
Petrobras anuncia 4º aumento de gasolina no ano; diesel tem 3ª alta
Economia
Bandeira tarifária tem déficit de R$ 3 bi, diz Aneel; valor será cobrado nas contas de luz
Economia
Governo tentará aprovar auxílio emergencial em três semanas
Economia
Fazenda Nacional facilitará pagamento de impostos atrasados
Economia
Para Riedel, nova MS-223 fortalecerá economia
Economia
Novo lote do PIS/Pasep é liberado para nascidos de março a junho

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio