Menu
Busca sábado, 23 de março de 2019
(67) 99647-9098
TJMS março-19
Economia

Faturamento da Expogrande cresce 39% e bate novos recordes

28 abril 2011 - 06h11Via Livre

O faturamento geral da Expogrande, exposição promovida pela Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) registrou um crescimento de 39% em relação ao ano anterior. Os números foram divulgados na manhã de ontem pela diretoria da entidade, responsável pela promoção do evento, considerado o maior do gênero agropecuário do Centro-Oeste. Foram R$ 155 milhões deste ano, contra R$ 112 milhões do ano passado.

Segundo o presidente da Acrissul, Francisco Maia, o crescimento foi justificado pelo aumento substancial no volume de negócios nos leilões, que quase dobraram. Foram R$ 16,3 milhões em 2010, contra R$ 26,8 milhões em 2011. O destaque de Maia vai também para a realização da 1ª MS Expogenética, que comercializou cerca de R$ 1,5 milhão em animais expostos diretamente nos pavilhões.

No total mais de 30 mil animais foram comercializados durante a Expogrande, o que consolida definitivamente a feira como o maior evento de pecuária de corte do mundo, afirma Maia. Foram 12 raças expostas durante os 11 dias da exposição, com 1.978 animais, entre bovinos, equinos, ovinos, caprinos e outros pequenos animais. “Há dois atrás esse número foi de apenas 570 animais”, compara o presidente.

Pelos números da diretoria, o volume total de visitantes na Expogrande deste ano chegou a 350 mil. Caiu em relação ao ano passado, que registrou 400 mil visitantes. Maia atribui a queda à polêmica envolvendo a realização dos shows no recinto do Parque de Exposições Laucídio Coelho, que chegou a ser proibida pela Justiça, sendo autorizada às vésperas de começar a feira, o que atrapalhou a divulgação dos espetáculos.

“Mesmo assim tivemos recordes de públicos, como no show do Luan Santana, por exemplo, que registrou mais de 70 mil pessoas”, exemplifica.

Para a diretoria da Acrissul, além da excelente oferta de gado de elite e de corte, a Expogrande deste ano caracterizou-se pela participação expressiva de raças eqüinas nos leilões. Em um deles, o King Horse Sale, estreante na feira, chegou-se a comercializar uma fêmea quarto-de-milha pelo valor de R$ 75 mil.

A Acrissul destaca também o impacto que a Expogrande provoca na economia regional como um todo. Só para se ter uma ideia, o tranporte de animais nos 11 dias da feira envolve a utilização de 2 mil caminhões boiadeiros, o que aumenta a demanda por combustível, pneus, mão-de-obra e muito mais. Para o turismo o impacto é estremamente positivo - são hotéis lotados, restaurantes, aumnta o movimento de táxis, a oferta de trabalho e a arrecadação de impostos.

Sesc Novo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Dólar sobe 2,69% e está cotada a R$ 3,902
Economia
Universidade auxilia contribuintes na declaração do Imposto de Renda
Economia
Aneel quita empréstimo a distribuidoras e luz terá redução de 3,7% em média
Economia
Mega-Sena pode pagar prêmio R$ 11 milhões neste sábado
Economia
Em MS, indústrias de chocolate esperam aumentar faturamento em 10% na Páscoa
Economia
Dólar sobe e fecha a R$ 3,848; Bolsa cai após recorde
Economia
Bolsa bate recorde e dólar fecha quase estável
Economia
Ministro da Cidadania confirma 13º salário do Bolsa Família
Economia
Puxada pela alimentação e educação, inflação sobe em fevereiro
Economia
Bolsa sobe 2,79% e dólar cai 0,73%

Mais Lidas

Oportunidade
JBS tem 30 vagas em Campo Grande
Polícia
Adolescentes desaparecidas são encontradas em SP
Geral
Trabalhadores protestam contra reforma da Previdência
Opinião
Contemporaneidade ou pré-julgamento?