Menu
Busca sexta, 05 de março de 2021
(67) 99647-9098
Economia

Faturamento da Expogrande cresce 39% e bate novos recordes

28 abril 2011 - 06h11Via Livre

O faturamento geral da Expogrande, exposição promovida pela Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) registrou um crescimento de 39% em relação ao ano anterior. Os números foram divulgados na manhã de ontem pela diretoria da entidade, responsável pela promoção do evento, considerado o maior do gênero agropecuário do Centro-Oeste. Foram R$ 155 milhões deste ano, contra R$ 112 milhões do ano passado.

Segundo o presidente da Acrissul, Francisco Maia, o crescimento foi justificado pelo aumento substancial no volume de negócios nos leilões, que quase dobraram. Foram R$ 16,3 milhões em 2010, contra R$ 26,8 milhões em 2011. O destaque de Maia vai também para a realização da 1ª MS Expogenética, que comercializou cerca de R$ 1,5 milhão em animais expostos diretamente nos pavilhões.

No total mais de 30 mil animais foram comercializados durante a Expogrande, o que consolida definitivamente a feira como o maior evento de pecuária de corte do mundo, afirma Maia. Foram 12 raças expostas durante os 11 dias da exposição, com 1.978 animais, entre bovinos, equinos, ovinos, caprinos e outros pequenos animais. “Há dois atrás esse número foi de apenas 570 animais”, compara o presidente.

Pelos números da diretoria, o volume total de visitantes na Expogrande deste ano chegou a 350 mil. Caiu em relação ao ano passado, que registrou 400 mil visitantes. Maia atribui a queda à polêmica envolvendo a realização dos shows no recinto do Parque de Exposições Laucídio Coelho, que chegou a ser proibida pela Justiça, sendo autorizada às vésperas de começar a feira, o que atrapalhou a divulgação dos espetáculos.

“Mesmo assim tivemos recordes de públicos, como no show do Luan Santana, por exemplo, que registrou mais de 70 mil pessoas”, exemplifica.

Para a diretoria da Acrissul, além da excelente oferta de gado de elite e de corte, a Expogrande deste ano caracterizou-se pela participação expressiva de raças eqüinas nos leilões. Em um deles, o King Horse Sale, estreante na feira, chegou-se a comercializar uma fêmea quarto-de-milha pelo valor de R$ 75 mil.

A Acrissul destaca também o impacto que a Expogrande provoca na economia regional como um todo. Só para se ter uma ideia, o tranporte de animais nos 11 dias da feira envolve a utilização de 2 mil caminhões boiadeiros, o que aumenta a demanda por combustível, pneus, mão-de-obra e muito mais. Para o turismo o impacto é estremamente positivo - são hotéis lotados, restaurantes, aumnta o movimento de táxis, a oferta de trabalho e a arrecadação de impostos.

APP JD1_android

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Crise: PIB recua 4,1% em 2020 com 3ª pior queda da história
Economia
Painéis solares vão garantir energia elétrica a 5 mil no Pantanal
Economia
Salário de fevereiro já está na conta dos servidores públicos
Economia
Primeira parcela do novo auxílio será paga neste mês, diz Arthur Lira
Economia
Governo do Estado paga servidores nesta segunda-feira
Economia
Governo congela pauta da gasolina por 15 dias e prevê economia de R$ 0,15
Economia
Governo Federal obriga postos a detalharem preço dos combustíveis
Economia
Para acabar com ICMS, Reinaldo quer fundo de compensação
Economia
Para Longen, 2021 será o ano de retomada da economia
Economia
Petrobras anuncia 4º aumento de gasolina no ano; diesel tem 3ª alta

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio