Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99647-9098
TJ MS maio20
Economia

FGTS: Pagamento aos nascidos entre maio e agosto começa nesta sexta

Segundo a Caixa, cerca de 33 milhões de trabalhadores receberão o crédito automático na conta poupança

26 setembro 2019 - 10h15Priscilla Porangaba, com informações da assessoria

O pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa amanhã (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal.

A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário de mês de nascimento.

A Caixa já liberou o pagamento para as pessoas nascidas janeiro, fevereiro, março e abril no dia 13 deste mês. Para trabalhadores nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro, o pagamento será feito a partir do dia 9 de outubro de 2019.

Segundo a Caixa, cerca de 33 milhões de trabalhadores receberão o crédito automático na conta poupança. Os clientes do banco que não quiserem retirar o dinheiro têm até 30 de abril de 2020 para informar a decisão em um dos canais divulgados pela Caixa: site, Internet Banking ou aplicativo no celular.

Os trabalhadores que têm conta-corrente precisam autorizar o crédito automático, por meio do Internet Banking. De acordo com a Caixa, o crédito automático para quem tem poupança só será realizado para o correntista que abriu a conta até o dia 24 de julho de 2019.

Prazo para o saque

Os trabalhadores poderão sacar a partir do dia indicado no calendário para início do pagamento, conforme a data de seu aniversário, até 31 de março de 2020. Não haverá direito a essa modalidade de saque nos próximos anos.

Caso o trabalhador não faça o saque até essa data, o valor retornará automaticamente para a conta do FGTS, sem prejuízo da rentabilidade do período.

Saque aniversário

Outra modalidade de saque, válida para o próximo ano, será o saque aniversário. Os trabalhadores interessados em migrar para essa sistemática poderão comunicar à Caixa, a partir de 1º de outubro de 2019.

Ao confirmar esta opção em um dos canais divulgados pelo banco, o trabalhador deixará de efetuar o saque em caso de rescisão de contrato de trabalho.

Quem realizar a mudança, só poderá retornar à modalidade anterior após dois anos da data da solicitação à Caixa.

Caso o trabalhador não comunique o interesse no tipo de saque, a regra da rescisão será mantida.

A decisão de migrar para a modalidade do saque aniversário, não anula a multa de 40% em caso de demissão sem justa causa.

Para aqueles que não têm conta na Caixa, o calendário começa no dia 18 de outubro, para os nascidos em janeiro, e vai até 6 de março de 2020, para os nascidos em dezembro:


Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Ao Vivo - Prefeitura apresenta balanço das finanças deste ano
Economia
33% dos negócios comandados por mulheres faliram durante pandemia
Educação
MEC adia prazo de inscrição do Enem para 23h59 de quarta-feira, 27 de maio
Economia
Itaú aprovou mais de R$ 5 bi em empréstimos novos para 300 mil clientes
Economia
Guedes estuda nova versão da Carteira Verde Amarela para retomar empregos
Economia
Empresários lançam movimento para fortalecer economia em MS
Economia
Governo avalia prorrogar auxílio emergencial
Economia
China é o destino de 79% da produção de soja exportada pelo MS
Economia
Economia: mercado financeiro prevê queda de 5,12% este ano
Economia
Segunda parcela do auxílio emergencial começa a ser paga hoje

Mais Lidas

Polícia
Tia mata sobrinho após ele ameaçar avó de 79 anos
Polícia
Homem encontra corpo do amigo morto em cima da cama
Internacional
OMS suspende testes com cloroquina e hidroxicloroquina contra a Covid-19
Polícia
Quatro bairros de Campo Grande receberão fumacê nesta segunda