Menu
Busca terça, 14 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Economia

Governador, senadores e setor comercial se reúnem para defender política econômica estadual

03 maio 2011 - 09h53Rachid Waqued

O governador André Puccinelli reuniu-se ontem, pela manhã, com o senador Waldemir Moka, senadora Marisa Serrano e com representantes da classe comercial e industrial de Mato Grosso do Sul para defender a política econômica e tributária de Mato Grosso do Sul.

Um dos pontos discutidos na reunião foi a defesa de medidas que contribuam para a economia de Mato Grosso do Sul e que são objeto de projeto de lei que está tramitando no Congresso Nacional, entre eles o fim da arrecadação do ICMS do gás. Medidas estabelecem que o gás boliviano seja cobrado no destino, acarretando em prejuízos de R$ 50 milhões mensais em Mato Grosso do Sul.

“A reunião das classes representativas do comércio e da indústria, do governo do Estado e dos senadores, é para defender interesses de Mato Grosso do Sul e que são objetos do governo federal na tentativa de se iniciar a reforma tributária”, afirmou Jader Rieffe Julianelli Afonso, superintendente de Administração Tributária da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).

Algumas medidas podem prejudicar a arrecadação em Mato Grosso do Sul, por isso o governo do Estado e o segmento empresarial estão se unindo para defender pontos em comum, entre eles proteger o mercado interno e aumentar a arrecadação.

Também foram abordadas, durante a reunião, questões relacionadas ao Simples Nacional, o prazo do crédito do FIS e Cofins e a desoneração da folha de pagamento.

Estiveram presentes na reunião, além dos senadores e do superintendente de Administração Tributária, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Dourados, Antônio Freire; presidente da Associação das Microempresas, João Ramos Martins; presidente da ACPP Ponta Porã, Evaldo Pavão Senger; 1º secretário da Associação Comercial de Campo Grande, Roberto Oshiro; presidente CDL Campo Grande, Ricardo Massaharu Kuninari; diretor da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande, Omar Auka.

Além do superintendente do Sebrae, Cláudio George Mendonça; 1º vice-presidente da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande, João Carlos Polidoro; diretor Executivo da Faems, Luis Fernando A. G. Pereira; consultor Fecomércio, Fernando Camilo; presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems), Sérgio Longen; presidente da CRC, Carlo Oliveira e o presidente da Sescon, Ruberlei Bulgarelli.

Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
FGTS: Caixa credita saque emergencial para nascidos em março
Economia
Confira: Caixa libera saque do 3º lote para nascidos em julho
Economia
Novo Toque de Recolher muda funcionamento dos shoppings de CG
Economia
Valor do leite sofre reajuste de 18% em MS durante a pandemia
Economia
230 mil empresários receberam indevidamente o auxílio de R$600, aponta TCU
Economia
Junho tem o maior volume de vendas do ano, diz Receita Federal
Economia
BNDES disponibiliza R$5 bi para micro, pequenas e médias empresas
Economia
Fiems e Banco do Brasil anunciam linha de crédito emergencial para empresários
Economia
Procon encontra variações de até 897% nos preços de produtos de inverno
Economia
Produção de petróleo em maio caiu devido pandemia

Mais Lidas

Polícia
“Encontraram o monstro”, diz primo de Carla sobre assassino
Polícia
Ex-patroa é denunciada por abandono de incapaz que resultou em morte
Saúde
MP solicita inspeção em frigoríficos no interior
Polícia
Comerciante foi morta porque reconheceu voz de ex-funcionário, diz investigação