Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Economia

Governador, senadores e setor comercial se reúnem para defender política econômica estadual

03 maio 2011 - 09h53Rachid Waqued

O governador André Puccinelli reuniu-se ontem, pela manhã, com o senador Waldemir Moka, senadora Marisa Serrano e com representantes da classe comercial e industrial de Mato Grosso do Sul para defender a política econômica e tributária de Mato Grosso do Sul.

Um dos pontos discutidos na reunião foi a defesa de medidas que contribuam para a economia de Mato Grosso do Sul e que são objeto de projeto de lei que está tramitando no Congresso Nacional, entre eles o fim da arrecadação do ICMS do gás. Medidas estabelecem que o gás boliviano seja cobrado no destino, acarretando em prejuízos de R$ 50 milhões mensais em Mato Grosso do Sul.

“A reunião das classes representativas do comércio e da indústria, do governo do Estado e dos senadores, é para defender interesses de Mato Grosso do Sul e que são objetos do governo federal na tentativa de se iniciar a reforma tributária”, afirmou Jader Rieffe Julianelli Afonso, superintendente de Administração Tributária da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).

Algumas medidas podem prejudicar a arrecadação em Mato Grosso do Sul, por isso o governo do Estado e o segmento empresarial estão se unindo para defender pontos em comum, entre eles proteger o mercado interno e aumentar a arrecadação.

Também foram abordadas, durante a reunião, questões relacionadas ao Simples Nacional, o prazo do crédito do FIS e Cofins e a desoneração da folha de pagamento.

Estiveram presentes na reunião, além dos senadores e do superintendente de Administração Tributária, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Dourados, Antônio Freire; presidente da Associação das Microempresas, João Ramos Martins; presidente da ACPP Ponta Porã, Evaldo Pavão Senger; 1º secretário da Associação Comercial de Campo Grande, Roberto Oshiro; presidente CDL Campo Grande, Ricardo Massaharu Kuninari; diretor da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande, Omar Auka.

Além do superintendente do Sebrae, Cláudio George Mendonça; 1º vice-presidente da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande, João Carlos Polidoro; diretor Executivo da Faems, Luis Fernando A. G. Pereira; consultor Fecomércio, Fernando Camilo; presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems), Sérgio Longen; presidente da CRC, Carlo Oliveira e o presidente da Sescon, Ruberlei Bulgarelli.

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Preço do diesel dispara e ultrapassa patamar da greve dos caminhoneiros em 2018
Economia
Comerciamentes venderão produtos sem impostos em feirão nacional
Economia
Governo anunciará bloqueio temporário de verbas na quarta-feira
Economia
Concen e Energisa cadastram famílias na Tarifa Social neste sábado
Economia
Guedes prevê "um outro país" após reforma da Previdência
Economia
Dólar segue em alta cotado a R$ 4,087
Economia
País colherá 50,92 milhões de sacas de café neste ano, prevê Conab
Economia
Mega acumula e pode pagar 7 mi no sábado
Economia
Dólar fecha com maior valor em sete meses
Economia
Argentina é responsável por queda no comércio exterior brasileiro

Mais Lidas

Polícia
Troca de tiros termina com homem morto e PM ferido
Educação
Estão abertas as Inscrições para o Encceja
Polícia
Guarda municipal responsável pelo transporte de arsenal é preso
Geral
Motociclista morre em acidente na BR-163