Menu
Busca quarta, 25 de novembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS Novembro20 Juizado de transito
Economia

Indústria gera mais de 10 mil empregos em MS

27 julho 2011 - 10h22Divulgação

O setor industrial de Mato Grosso do Sul, composto pelas indústrias de transformação, de extrativismo mineral, de construção civil e de serviços de utilidade pública, foi que mais gerou empregos no primeiro semestre deste ano, com a abertura de 10.789 novos postos formais de trabalho, conforme levantamento do Radar Industrial da Fiems com base nos dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho e Emprego.

No mesmo período, os setores de serviços, agropecuária e comércio abriram 8.828, 4.999 e 2.394 novas vagas, respectivamente, ficando bem atrás do setor industrial, que teve como destaques os segmentos da indústria de transformação, com 5.9978 vagas, e da construção civil, com 4.208 vagas. Ainda conforme o levantamento do Radar Industrial da Fiems, a participação da indústria sobre o saldo total de empregos formais criados em Mato Grosso do Sul corresponde por 40%, enquanto os outros setores de serviços e agropecuária representam 32,7% e 18,5%, respectivamente.

Com saldo de 968 empregos formais criados no mês de junho, a indústria alcançou um estoque total de 124.516 postos formais de trabalho em Mato Grosso do Sul, mantendo a parcela de 21% de todo o emprego formal existente no Estado atualmente, atrás somente dos setores de serviços (26%) e da administração pública (23%), com um total de 152,8 mil e 133,9 mil empregos formais, respectivamente. Até o momento, com o desempenho ocorrido ao longo de 2011, o setor industrial estadual acumula sucessivos recordes no estoque total de empregos formais.

Dessa forma, Mato Grosso do Sul, com o saldo acumulado até junho de 2011, obteve a marca de 587,8 mil postos formais de trabalho, indicando uma elevação equivalente a 6,41% sobre o estoque total verificado ao fim de 2010. Já com relação ao Índice de Evolução do Emprego Formal na Indústria, a posição verificada em junho foi de 182,4 pontos, indicando um crescimento de 82% sobre o estoque do ano base 2005, quando o setor tinha 68.269 trabalhadores. Na mesma comparação, o setor de serviços apresentou um índice de 153,2 pontos e crescimento de 53%, o comércio com 137,1 pontos (+37%), a agropecuária com 121,5 pontos (+22%) e administração pública com 115,2 pontos (+15%).

No caso do emprego formal total em Mato Grosso do Sul, o índice de evolução alcançou a marca 140,2 pontos (+40%). Constata-se, deste modo, que no período compreendido entre 2005 e 2011, até o mês de junho, o ritmo de expansão do emprego formal na indústria no Estado foi 30% maior que o apresentado pelo conjunto da economia estadual. Na mesma comparação, em relação aos segmentos de serviços, comércio, agropecuária e administração pública, o ritmo de expansão da indústria foi maior em 19%, 33%, 50% e 58%, respectivamente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Veja quem são os beneficiário que recebem parcela do auxílio nesta quarta
Economia
Caixa libera saques do auxílio emergencial para nascidos em junho
Economia
Nascidos em fevereiro recebem auxílio emergencial nesta segunda
Economia
Caixa faz novo pagamento do auxílio emergencial neste domingo
Economia
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 75 milhões neste sábado
Economia
Com novo sistema, apostas nas lotéricas podem ser pagas com Pix
Economia
Veja quem são os beneficiários que recebem auxílio nesta sexta
Economia
MS impulsionará retomada da economia
Economia
Caixa paga 3ª parcela do auxílio para beneficiários do Bolsa Família
Economia
Mega-Sena sorteia hoje prêmio acumulado de R$ 50 milhões

Mais Lidas

Geral
FAKE! Notícia sobre Vale-Gás Natalino da prefeitura é falsa
Política
E-Título só estará disponível para baixar até as 23h59 de sábado
Internacional
Morre Maradona, um dos gênios do futebol
Geral
Santa Casa suspende visitas hospitalares na unidade