Menu
Busca quinta, 23 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Economia

Inflação de maio medida pelo IGP-DI fecha em -0,45%, segundo FGV

06 junho 2014 - 11h06Via Agência Brasil
A inflação de maio medida pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) fechou o mês com variação negativa de 0,45%. O resultado é 0,90 ponto percentual inferior aos 0,45% relativos à taxa de abril. O resultado é 0,77 ponto percentual inferior à variação de maio do ano passado, quando a inflação medida pelo índice ficou em 0,32%. No acumulado dos cinco meses de 2014, o IGP-DI registra alta de 2,75% e no acumulado dos últimos 12 meses (taxa anualizada), alta de 7,26%.

A queda verificada de abril para maio reflete a deflação no Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) que ficou em -1,21%. O resultado é 1,48 ponto percentual menor do que o 0,27% registrado pelo IPA de abril.

Os dados divulgados pela FGV indicam influência no comportamento dos preços do Bens Finais, que apresentou variação negativa de 1,22%, depois de ter subido 1,34% em abril. O principal responsável por esta desaceleração foi o subgrupo alimentos in natura, cuja taxa passou de 6,14% para -8,78%.

Ainda em relação aos preços ao produtor, o grupo Bens Intermediários também apresentou variação negativa, ao fechar em -0,46%, ante -0,12%, no mês anterior. O principal responsável por este recuo foi o subgrupo materiais e componentes para a manufatura, cuja taxa de variação passou de -0,43% para -0,72%. Também fechou com variação negativa de 0,50% o índice de Bens Intermediários, calculado após a exclusão de combustíveis e lubrificantes para a produção.

Mesmo tendo fechado em alta de 0,52% em maio, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) também contribuiu para a desaceleração dos preços medidos pelo IGP-DI ao recuar 0,25 ponto percentual em relação aos 0,77%, do mês anterior.

No caso dos preços ao consumidor, segundo a FGV, cinco das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram decréscimo em suas taxas de variação. A contribuição de maior magnitude para o recuo da taxa partiu do grupo Alimentação, que recuou de 1,42% para 0,45%. Nesta classe de despesa, vale mencionar o comportamento do item hortaliças e legumes, cuja taxa passou de 3,76% para -1,42%.

Também foram apurados decréscimos nas taxas de variação dos grupos Saúde e Cuidados Pessoais (1,40% para 0,76%); Transportes (0,51% para 0,27%); Vestuário (0,90% para 0,29%); e Comunicação (0,05% para 0,02%).

Os itens que mais contribuíram para estes movimentos foram: passagem aérea (-29,31% para 11,07%), jogo lotérico (0,00% para 7,29%) e tarifa de eletricidade residencial (1,30% para 2,84%),respectivamente.

Em contrapartida, os preços constantes do Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) chegaram a registrar em maio taxa de variação de 2,05%, neste caso alta de 1,17 ponto percentual em relação aos 0,88% de abril.

Neste caso, a alta foi puxada pela variação do custo da Mão de Obra que passou de 0,99% para 3,42%, entre abril e maio; enquanto o índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços registrou variação de 0,57%, registrando recuo em relação aos 0,77% de abril.
Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Em protesto contra a fome, MSTS faz ocupação em prédio de bolsa de valores
Economia
Mega-Sena acumula em R$ 7 milhões, 34 moradores de MS acertaram a quadra
Economia
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em março
Economia
Pesquisa divulgada pelo Procon mostra variação de preços dos produtos da Csta básica
Economia
Fiems recebe delegação paraguaia para rodada de negócios
Economia
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em fevereiro
Economia
Auxílio emergencial: nascidos em janeiro recebem 6ª parcela
Economia
Possível calote em empresa chinesa faz bolsas despencarem
Economia
Decreto regulamenta reconhecimento de dívidas da União junto à Caixa
Economia
Trabalhadores nascidos em dezembro podem sacar auxílio emergencial

Mais Lidas

Geral
Vídeo: "Peixe de bosteiro", morador de rua engana população de Paranaíba
Polícia
Menino de 2 anos mata prima atropelada após dar partida em carro
Polícia
Funcionários da Energisa ficam sob mira de arma ao tentar podar árvores na Vila Olinda
Polícia
Operação “Dark Money” investiga desvio de R$ 23 milhões no esquema de corrupção em Maracaju