Menu
Busca quinta, 21 de janeiro de 2021
(67) 99647-9098
Governo Futebol
Economia

Jary Castro participa de audiência sobre empreendimentos para a Copa 2014

05 abril 2011 - 16h00Crea-MS

O presidente do Conselho Regional Engenharia e Arquitetura de Mato Grosso do Sul, engenheiro Jary Castro que coordena o Grupo de Trabalho Acessibilidade e Mobilidade Urbana do Colégio de Presidente do Sistema Confea/Crea, participa em Brasília do seminário em formato de audiência pública para discutir os empreendimentos para a Copa 2014 e o legado pós-Copa.

O evento é promovido pelo Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Confea) e o Crea-Minas, em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte e o governo do Estado.

Para o presidente do Crea-Minas, engenheiro civil Gilson Queiroz, é preciso amadurecer o debate sobre a viabilidade financeira do projeto para a cidade já que Belo Horizonte é a terceira cidade que mais receberá investimento do governo federal, atrás de São Paulo e Rio de Janeiro, e o município que mais investirá em obras de infraestrutura.

"A questão é como essas obras terão proveito no pós-Copa e o que podem significar em termos de retorno econômico e sociocultural para a cidade e para Minas Gerais. O Seminário Copa Sustentável será uma excelente oportunidade para debater e amadurecer soluções para estas importantes questões", enfatiza.

A primeira audiência pública realizada pelo Sistema Confea/Crea aconteceu no dia 29 do mês passado, em Brasília, e contou com a presença do ministro dos Transportes, Orlando Silva, secretários de Estado, Infraero, entidades profissionais e empresariais e representantes da sociedade civil.

“Um dos pontos mais importantes e que deve ser incansavelmente discutido é a mobilidade urbana e a acessibilidade nos espaços públicos, no transporte, nos empreendimentos turísticos e, principalmente nos estádios. A discussão entre poderes públicos e privados e a sociedade será fundamental neste processo”, garantiu.

O Ministro do Esporte, Orlando Silva, rebateu as críticas sobre o atraso nas obras feitas pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter, na última segunda-feira.

“A Copa do Mundo é hoje. Este não é o momento de discussões públicas, muito menos de comparar o Brasil com a África do Sul ou com a Alemanha”, comentou o ministro, ressaltando que 2 das 12 cidades – São Paulo e Natal - ainda não iniciaram as obras.

Segundo ele, será preciso que 70% das obras sejam iniciadas neste ano para que possam receber os jogos da Copa das Confederações. “Estamos trabalhando com muito rigor e muito critério, para oferecer os estádios no tempo hábil para a Fifa”.

Silva falou sobre os investimentos concentrados no país em decorrência da Copa e das Olimpíadas e que têm aumentado a demanda por trabalhadores. “A qualificação de mão de obra é hoje um tema sensível no país e que acredito que o Sistema Confea/Crea pode estimular medidas para fortalecer”, diz.

Sobre a iniciativa do Sistema Confea/Crea ao realizar as audiências, Silva ressaltou que o Crea é uma das principais instituições habilitadas a discutir a infraestrutura necessária para o evento. “A sociedade precisa acompanhar todo o processo com olhar técnico”, pontuou.

No evento em Belo Horizonte serão priorizados os temas: Mobilidade urbana (inclusive aeroporto); Viabilidade econômica e financiamento; Agenda de Sustentabilidade para a Copa e Transparência e Integridade Empresarial.

Representantes dos governos federal, estadual e municipal já foram confirmados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Governo autoriza cessão da Gruta do Lago Azul ao município de Bonito
Economia
Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresas
Economia
Nascidos em setembro podem sacar parcela do auxílio nesta quarta
Economia
Pagamento do calendário 2021 do Bolsa Família começa nesta segunda
Economia
Caixa libera saque do auxílio emergencial para nascidos em agosto
Economia
Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 17 milhões
Economia
Depois de 17 anos, Paulo Ponzini volta à Presidência do Corecon-MS
Economia
Número de pessoas inadimplentes cai no fim de 2020
Economia
A partir desta quinta, gás de cozinha vai ficar 6% mais caro
Economia
Nascidos em março podem sacar auxílio nesta segunda

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio