Menu
Busca quarta, 30 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Economia

Jary Castro participa de audiência sobre empreendimentos para a Copa 2014

05 abril 2011 - 16h00Crea-MS

O presidente do Conselho Regional Engenharia e Arquitetura de Mato Grosso do Sul, engenheiro Jary Castro que coordena o Grupo de Trabalho Acessibilidade e Mobilidade Urbana do Colégio de Presidente do Sistema Confea/Crea, participa em Brasília do seminário em formato de audiência pública para discutir os empreendimentos para a Copa 2014 e o legado pós-Copa.

O evento é promovido pelo Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Confea) e o Crea-Minas, em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte e o governo do Estado.

Para o presidente do Crea-Minas, engenheiro civil Gilson Queiroz, é preciso amadurecer o debate sobre a viabilidade financeira do projeto para a cidade já que Belo Horizonte é a terceira cidade que mais receberá investimento do governo federal, atrás de São Paulo e Rio de Janeiro, e o município que mais investirá em obras de infraestrutura.

"A questão é como essas obras terão proveito no pós-Copa e o que podem significar em termos de retorno econômico e sociocultural para a cidade e para Minas Gerais. O Seminário Copa Sustentável será uma excelente oportunidade para debater e amadurecer soluções para estas importantes questões", enfatiza.

A primeira audiência pública realizada pelo Sistema Confea/Crea aconteceu no dia 29 do mês passado, em Brasília, e contou com a presença do ministro dos Transportes, Orlando Silva, secretários de Estado, Infraero, entidades profissionais e empresariais e representantes da sociedade civil.

“Um dos pontos mais importantes e que deve ser incansavelmente discutido é a mobilidade urbana e a acessibilidade nos espaços públicos, no transporte, nos empreendimentos turísticos e, principalmente nos estádios. A discussão entre poderes públicos e privados e a sociedade será fundamental neste processo”, garantiu.

O Ministro do Esporte, Orlando Silva, rebateu as críticas sobre o atraso nas obras feitas pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter, na última segunda-feira.

“A Copa do Mundo é hoje. Este não é o momento de discussões públicas, muito menos de comparar o Brasil com a África do Sul ou com a Alemanha”, comentou o ministro, ressaltando que 2 das 12 cidades – São Paulo e Natal - ainda não iniciaram as obras.

Segundo ele, será preciso que 70% das obras sejam iniciadas neste ano para que possam receber os jogos da Copa das Confederações. “Estamos trabalhando com muito rigor e muito critério, para oferecer os estádios no tempo hábil para a Fifa”.

Silva falou sobre os investimentos concentrados no país em decorrência da Copa e das Olimpíadas e que têm aumentado a demanda por trabalhadores. “A qualificação de mão de obra é hoje um tema sensível no país e que acredito que o Sistema Confea/Crea pode estimular medidas para fortalecer”, diz.

Sobre a iniciativa do Sistema Confea/Crea ao realizar as audiências, Silva ressaltou que o Crea é uma das principais instituições habilitadas a discutir a infraestrutura necessária para o evento. “A sociedade precisa acompanhar todo o processo com olhar técnico”, pontuou.

No evento em Belo Horizonte serão priorizados os temas: Mobilidade urbana (inclusive aeroporto); Viabilidade econômica e financiamento; Agenda de Sustentabilidade para a Copa e Transparência e Integridade Empresarial.

Representantes dos governos federal, estadual e municipal já foram confirmados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Comércio da fronteira com Paraguai segue fechado
Economia
Extensão do auxílio pagará 1ª parcela a partir de quarta
Economia
Governo anuncia Renda Cidadã, substituto do Bolsa Família
Economia
Nascidos em outubro e novembro recebem nova parcela do auxílio
Economia
Mega-Sena deve pagar R$ 50 milhões neste sábado
Economia
Abertura da fronteira depende de Bolsonaro
Economia
Sebrae lança cartilha para estimular debate do empreendedorismo na campanha
Economia
Caixa deposita auxílio para 4 milhões de brasileiros hoje
Economia
Beneficiários do Bolsa Família recebem hoje parcela de R$ 300 do auxílio
Economia
Vídeo mostra protesto em Pedro Juan

Mais Lidas

Cidade
Lei que prevê multas e punições para quem passar trote no 190 e 193 foi sancionada hoje
Justiça
Bolsonaro sanciona lei sobre maus-tratos a animais acompanhado do pitbull Sansão em Brasília
Polícia
Jovem é assassinada com oito tiros na Capital
Cidade
Funsat Itinerante vai atender na Vila Popular nos dias 01 e 02 de outubro