Menu
Busca terça, 26 de março de 2019
(67) 99647-9098
TJMS março-19
Economia

Longen destaca presença do Senai junto ao setor sucroenergético

26 junho 2011 - 04h45Assessoria

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, destacou a presença do Senai junto ao setor sucroenergético com a qualificação de 1.515 trabalhadores no ano passado e previsão de capacitar mais de 1.700 pessoas até o fim deste ano.

A declaração foi dada por ele, ao participar, na segunda-feira passada (20/06), da cerimônia de lançamento da pedra fundamental da usina de álcool e energia elétrica que o Grupo ETH Bioenergia está construindo em Costa Rica.

"O lançamento dessa pedra fundamental demonstra que o setor se consolida no Estado. Hoje, há a presença do Senai na qualificação dessa mão de obra, tanto para as usinas do Grupo ETH, quanto para as de outros grupos", informou Longen.

De acordo com ele, o segmento industrial conta com mais de 15 mil trabalhadores apenas nas usinas. "Nesse cenário, estamos investindo na adequação da nossa infraestrutura de atendimento, com a abertura de agências profissionais em Nova Alvorada do Sul e Deodápolis", conta.

Longen também menciona que está sendo realizada a reforma, ampliação e modernização do centro de educação de tecnologia em Dourados, aquisição de modernos equipamentos, como a microdestilaria didática de etanol, e a capacitação de técnicos que atendam aos processos industriais.

O presidente da ETH Bioenergia, José Carlos Grubisich, ressalta que Mato Grosso do Sul tem grande importância na estratégia de crescimento do Grupo ETH.

"Com as três unidades agroindustriais – Eldorado, localizada em Rio Brilhante, Santa Luiza, localizada em Nova Alvorada do Sul, e agora Costa Rica – em plena operação, atingiremos no Estado a produção de 1,1 bilhão de litros de etanol e 980 GWh de energia de biomassa por safra", explicou.

Com investimento da ordem de R$ 1 bilhão, a Usina Costa Rica, localizada na estrada que liga o município a Alcinópolis, será inaugurada em outubro deste ano, tendo capacidade de processar 360 milhões de litros de etanol anualmente e gerar 1,8 mil empregos diretos.

Para o presidente da Biosul (Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul), Roberto Hollanda Filho, completa que hoje Mato Grosso do Sul conta com 21 usinas em produção e com previsão de outras três entrarem em operação ainda neste ano, já incluindo a unidade de Costa Rica.

O governador André Puccinelli confirmou o apoio do governo estadual à implantação de um pólo de produção de polietileno oriundo da cana-de-açúcar – o plástico verde - pela Braskem, que, assim como a ETH Bionergia, pertence ao grupo Odebrecht.

"Já posso adiantar a concessão de incentivos fiscais e também a doação de terreno para a Braskem, caso a empresa resolva construir uma fábrica de plástico verde no Estado. Temos ainda a vantagem de envolver os municípios na oferta de incentivos fiscais e de mão de obra", disse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Postos de combustíveis da capital vendem gás veicular a preços iguais no dinheiro e cartão
Economia
Dólar cai e fecha em R$ 3,85
Economia
Intenção de consumo melhora entre campo-grandenses
Economia
Projeção de crescimento da economia é reduzida
Geral
Porto Murtinho se tornará o maior polo exportador de MS
Economia
Dólar sobe 2,69% e está cotada a R$ 3,902
Economia
Universidade auxilia contribuintes na declaração do Imposto de Renda
Economia
Aneel quita empréstimo a distribuidoras e luz terá redução de 3,7% em média
Economia
Mega-Sena pode pagar prêmio R$ 11 milhões neste sábado
Economia
Em MS, indústrias de chocolate esperam aumentar faturamento em 10% na Páscoa

Mais Lidas

Geral
Cantor sertanejo morre em acidente na BR-163
Polícia
Corpo sem cabeça é encontrado em estado de decomposição
Polícia
Trabalhadores encontram corpo no rio Anhanduí
Geral
Porto Murtinho se tornará o maior polo exportador de MS