Menu
Busca sexta, 22 de novembro de 2019
(67) 99647-9098
Economia

MS acumula US$ 2,2 bilhões em balança comercial de janeiro a setembro

A celulose lidera o mercado de exportação representando 37,8% do valor

15 outubro 2019 - 14h55Sarah Chaves, com informações da assessoria

O Estado de Mato Grosso do Sul, acumulou um saldo de US$ 2,264 bilhões na balança comercial de janeiro a setembro de 2019, com destaque para o crescimento nas exportações de celulose, milho, carne bovina e algodão.

 As informações estão na Carta de Conjuntura do Setor Externo do mês de outubro, publicada pela Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

A celulose se mantém como primeiro produto na pauta de exportações, representando 37,8% do total exportado em termos do valor. Também registrou aumento nos valores negociados (7,99%) e em volume (7,39%), em relação ao mesmo período no ano passado. Embora haja uma queda de 43,93% nas exportações de soja, o grão ainda configura como segundo produto da pauta, correspondendo a 24,14% do total exportado de janeiro a setembro de 2019.

Destaque para a expansão nas exportações de milho, com 337,15% de aumento em relação ao mesmo período do ano passado. “Tivemos uma safra recorde de 12 milhões de toneladas e o governo fez uma flexibilização, permitindo o aumento das vendas externas. O resultado foi que nós estamos exportando mais de 1,6 milhão de toneladas neste ano, com crescimento substancial em relação à produção e às exportações do ano passado”, comentou o secretário Jaime Verruck, da Semagro.

Outros destaques no resultado acumulado de janeiro a setembro deste ano foram o aumento nas exportações de carne bovina e do algodão. “A carne bovina teve um crescimento de 20,76% em relação ao ano passado. Ainda há espaço para crescer e isso deve ocorrer em função da habilitação de frigoríficos para o comércio com os Estados Unidos, Japão e China. No algodão, nós tivemos uma excepcional safra. O volume de exportações ainda é pequeno relação às outras culturas, mas o crescimento foi significativo, de 17%. Isso mostra o Estado muito bem posicionado no mercado internacional”, comentou o secretário.

A China continua sendo o maior destino das exportações com 42% com crescimento das exportações para os Estados Unidos e Japão. Em termos regionais, Três Lagoas segue como principal município exportador com 50,39% do total exportado seguido por Campo Grande com 9%. “A celulose hoje representa 42% das exportações, fazendo com que o município de Três Lagoas se destaque, já que toda a indústria de celulose do Estado se concentra no município”, finalizou Jaime Verruck.

Athus Ingles

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
IPTU 2020 poderá ser pago à vista e com desconto
Economia
Mega-Sena pode sortear nesta quarta-feira prêmio de R$ 14,2 milhões
Economia
Previsão de faturamento da Black Friday poderá ser acima de R$ 3 bi
Economia
Desbloqueiodo do Orçamento de 2019 é oficializado pelo Governo
Economia
Receita paga restituições do 6º lote do Imposto de Renda nesta segunda
Economia
Com Selic em queda, poupança pode passar a render menos que a inflação
Economia
Economia de MS é a sexta em crescimento no país
Economia
Assembleia aprova pacote fiscal de Reinaldo
Economia
Caixa reduz taxa de juros do cheque especial
Economia
Exportação de industrializados alcança US$ 3 bi no MS

Mais Lidas

Internacional
FIM DO MISTÉRIO – Gugu está vivo
Internacional
GUGU: Famosos lamentam morte, mas não há comunicado oficial
Polícia
Filho mata o pai que chegou bêbado em casa
Polícia
Mãe que segurava filha para ser estuprada pelo padrasto é presa