Menu
Busca quinta, 05 de agosto de 2021
(67) 99647-9098
Economia

Comércio gerou de janeiro a abril R$ 987,850 mi de ICMS

Enquanto que em 2020, o valor arrecadado foi de R$ 796,756 mi

15 junho 2021 - 12h31Sarah Chaves com informações da Assessoria

O estudo do Observatório Econômico, projeto do Sindicato dos Fiscais Tributários do Estado de MS (Sindifiscal/MS),aponta que comparados os valores de abril de 2021 e abril de 2020, houve um incremento nominal de 37,49% de arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS),

No ano passado, naquele mês, MS arrecadou R$ 969,29 milhões, enquanto que este ano o valor foi de R$ 1,07 bi. Já  incremento real do ICMS, que desconta a inflação do período, é de 31,54%.  A análise dos dados é feita pelos fiscais tributários estaduais por meio do projeto que analisa os dados do Ministério da Economia.

Outra análise detalhada do estudo do Observatório Econômico refere-se ao comércio atacadista e varejista. O setor gerou de ICMS, de janeiro a abril deste ano, R$ 987,850 milhões deste tributo, enquanto que em 2020, o valor arrecadado foi de R$ 796,756 mi. Percentualmente, o incremento real de ICMS do mercado atacadista foi de 25,58%. Já o varejo que apresentou uma queda de arrecadação em 2020 quando comparado ao ano anterior (-23,74%), teve um incremento  real de 49,09%. 

“Mesmo com as dificuldades e os períodos turbulentos pelo qual passamos, o aumento da arrecadação mostra que o Mato Grosso do Sul não parou”, analisa o presidente da Sindifiscal/MS, Francisco Carlos de Assis, conhecido como Chiquinho. Ele explica que o agronegócio contribuiu significativamente para que o Estado tivesse uma arrecadação positiva. 

O ICMS é a principal fonte de arrecadação dos estados e municípios. A análise também setoriza a arrecadação. Mato Grosso do Sul apresentou aumento de arrecadação de ICMS de petróleo-combustível-lubrificantes do incremento real (16%) e nominal (21,24%) em abril de 2021. Com relação ao ICMS primário, o aumento nominal foi de 66,35%, do secundário 79,52% e do terciário 38,68%. “Mesmo com as dificuldades ocasionadas pela pandemia, a arrecadação se manteve positiva este ano”, aponta o diretor do Observatório Econômico, Clauber Aguiar.

Em 2020, conforme a análise do Observatório Econômico, MS arrecadou R$ 11,094 bilhões com  ICMS, em 2019 o montante foi de R$ 10,048 bi. Até abril de 2021, o total arrecadado é de R$ 4,292 bi, enquanto que em 2020, o acumulado do período foi de R$ 3,567 bi.

As informações são postadas no site www.sindifiscalms.com.br na página do Observatório Econômico.

Sennar - queimada

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Nascidos em março podem sacar auxílio nesta quarta
Agronegócio
Agricultura familiar terá auxílio
Economia
Indústria corresponde a 23% de todas as contratações no estado no primeiro semestre
Economia
Riedel e Verruck frisam recuperação "acima da média" de MS
Economia
Copom se reúne pela 5ª vez no ano para definir juros básicos
Economia
Trabalhadores nascidos em fevereiro podem sacar auxílio emergencial
Economia
Dia dos Pais: Cerca de 72% dos empresários da capital estão mais otimistas
Economia
Trabalhadores nascidos em janeiro podem sacar auxílio emergencial
Economia
Capital terá voos diretos para Curitiba a partir da próxima semana
Economia
Caixa conclui pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial

Mais Lidas

Internacional
Vídeo: ‘Vem de chicote, algema, corda de alpinista’, policiais são pegos transando em viatura
Internacional
‘A bonequinha não sabe brincar’, homem quebra pênis durante noite selvagem
Geral
Morre o advogado Marco Antônio na capital
Brasil
Vídeo: Amor de mãe? Casal homoafetivo tortura e mata menino de 7 anos