Menu
Busca quarta, 12 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
TJMS agosto/20
Economia

MS deve moer 41,5 milhões de toneladas de cana nesta safra

11 maio 2011 - 06h41Arquivo

A indústria sucroalcooleira de Mato Grosso do Sul deve moer 41,5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar nesta safra. O resultado faz parte do primeiro levantamento da safra 2011/12, divulgado ontem, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A estimativa representa um aumento de 24% na produção de cana-de-açúcar em relação a última safra. Na prática o estado deve moer 8,1 milhões de toneladas a mais do produto do que a safra 2010/11, quando a produção chegou a 33,4 milhões de toneladas.

O crescimento da produção se deve principalmente ao aumento na área plantada de cana-de-açúcar e a implantação de novas usinas que entraram em funcionamento na safra passada. De acordo com os dados da Conab, Mato Grosso do Sul aumentou em 21,3% a sua área cultivada. Nesta safra serão 480,8 mil hectares contra 396,1 mil hectares da safra passada.

O presidente da Associação dos Produtores de Bioenergia de MS (Biosul), Roberto Hollanda, afirma que o setor sucroalcooleiro do estado passa por um bom momento, diante do cenário nacional.

"Contamos com a oferta de boas terras para o plantio de cana no Estado nesta safra. A atividade está crescendo e hoje Mato Grosso do Sul figura como o 5º maior produtor de cana do país", informa Hollanda.

Açúcar e Álcool

O levantamento aponta ainda que do total de cana a ser esmagada no Estado, 25,9 milhões de toneladas serão destinadas à produção de etanol e 15,5 milhões de toneladas vão para a produção de açúcar.

Na prática, as indústrias sucroalcooleiras devem produzir 1,9 milhões de toneladas de açúcar e 2 bilhões de litros de etanol.

Clima

A previsão da Conab aponta ainda que no sul do Mato Grosso do Sul, pólo produtivo do estado, as chuvas devem ocorrer ligeiramente abaixo da média, o que beneficiará, principalmente, a maturação e o corte das lavouras. Além disso, a região foi menos afetadas por estiagens no ano passado e por isso as lavouras encontram-se em melhor estado.

Com informações do G1.

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
FGTS vai distribuir R$ 7,5 bi em lucros aos trabalhadores
Economia
Preços da gasolina e eletricidade impactaram inflação de julho
Economia
Confira quem pode sacar o FGTS emergencial nesta segunda
Economia
Com totens indicativos, produtos de MS ganham destaque nas prateleiras
Economia
Caixa abre agências neste sábado para beneficiários do auxílio
Economia
Capital: Cesta básica teve alta em julho, diz Dieese
Economia
Associação Comercial não quer fechamento da capital por 14 dias
Economia
Ministério da Economia quer o fim da meia-entrada nos cinemas
Economia
Salário de servidores estaduais é pago nesta segunda
Economia
Receita prorroga suspensão das ações de cobrança até 31 de agosto

Mais Lidas

Polícia
Personal trainer é assassinada por casal de vizinhos
Saúde
Dengue: MS tem três meses sem mortes, mas é o 2º no Brasil em incidência
Geral
Ex-Ken Humano, Jessica fará reality para achar um companheiro
Saúde
Aniversário de Campo Grande pode ser complicado, alerta secretária