Menu
Busca sábado, 24 de agosto de 2019
(67) 99647-9098
Economia

MS é líder no Centro-Oeste em projetos cadastrados para leilão de energia

Anunciado em maio deste ano, o evento está previsto para acontecer em 17 de outubro

13 junho 2019 - 17h16Rauster Campitelli, com informações da assessoria

Com 15 projetos e oferta de geração de 964 MW, Mato Grosso do Sul tem o maior número de propostas cadastradas, na região Centro-Oeste, para participar do Leilão de Energia Nova “A-6” de 2019. O leilão, anunciado pelo Ministério de Minas e Energia em maio deste ano, está previsto para acontecer em 17 de outubro, com empreendimentos em fontes eólica, solar fotovoltaica, termelétrica a biomassa, carvão mineral nacional e gás natural e hidrelétrica com capacidade instalada de 1 a 50 MW.

A informação foi divulgada pela EPE (Empresa de Pesquisa Energética) na terça-feira (11). Ao todo, a EPE cadastrou 1.829 empreendimentos para o Leilão A-6 de 2019, com oferta de 100 GW, a maior já registrada para os leilões de energia no país. Na região Centro-Oeste, Mato Grosso do Sul lidera em número de projetos (15) e de oferta de energia (964 MW).

São 8 fotovoltaicas, com oferta de geração de 450W; 2 PCH’s (48 MW); 4 térmicas a biomassa 4 (200 MW) e 1 térmica a gás natural 1 (266 MW). Em Goiás, foram cadastrados 12 projetos, com oferta de 313 MW e em Mato Grosso, 13 projetos (375 MW).

Para o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), “é animador o número de projetos cadastrados em Mato Grosso do Sul, bem como o volume de oferta. É fundamental, por exemplo, para a concretização de um importante investimento no setor de geração de energia em nosso estado, que é a termelétrica em Ladário e que deve gerar 266 MW para a região”.

No início deste mês, foi assinado documento em Santa Cruz de la Sierra, entre o governo do estado e a estatal boliviana Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos S/A (YPFB), garantindo o fornecimento de 1,1 milhão de metros cúbicos por dia para a Termelétrica Fronteira, em Ladário.

“Temos estimulado os projetos de fontes renováveis com os termos de referência acessíveis para a obtenção de licenciamento ambiental prévio desse tipo de empreendimento, além de linha de crédito específica no FCO, para pessoa física e pessoa jurídica. Estas são ações fundamentais para garantir a participação desses projetos nos leilões de energia”, acrescentou o titular da Semagro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Acima de R$ 4,12, dólar fecha no maior valor em quase um ano
Economia
Julho registra abertura de 43,8 mil postos de trabalho
Economia
Ministério da Economia corta despesas para garantir serviços essenciais
Economia
Bolsonaro diz que vai ouvir Guedes sobre novo imposto
Economia
Aumento na conta de luz pressiona inflação para os mais pobres
Economia
Financiamento imobiliário com taxas diferenciadas é anunciado pelo BB
Economia
Índice de confiança do empresário tem alta pelo 3º mês seguido
Economia
Fiems apresenta aos militares do exército potencial econômico de MS
Economia
Coaf muda para o Banco Central
Economia
Abertura de empresas tem melhor resultado desde 2013 em MS

Mais Lidas

Geral
Confira a lista de sorteados cadastrados na EMHA
Polícia
Rapaz é contratado por aplicativo para fazer corrida e desaparece
Geral
Vereador e filho são encontrados mortos a tiros dentro de casa
Oportunidade
Processo Seletivo do Senar/MS tem salários que chegam a R$ 6,5 mil