Menu
Busca domingo, 21 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Economia

MTE notifica cinco concessionárias de veículos da Capital

19 setembro 2011 - 13h39Divulgação

Cinco concessionárias de veículos de Campo Grande foram notificadas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/MTE) no sábado, durante realização do Feirão de Automóveis, no Centro de Convenções Albano Franco.

Elas foram acusadas pelo Sindicato dos Empregados no Comércio –SEC/CG de abuso, com jornada excessiva de trabalho pelos funcionários, ultrapassando as 44 horas semanais, como manda a legislação e a Convenção Coletiva de Trabalho 2011, em pleno vigor na Capital.

André Luiz Garcia, diretor do sindicato, acompanhou os trabalhos da superintendência no sábado, final de tarde e início de noite. Ele contou que as cinco foram notificadas para prestar esclarecimentos sobre a jornada de trabalho dos funcionários que trabalhavam no local.

"Pelo que sabemos, denunciado pelos próprios empregados, a jornada foi extrapolada. Os comerciários foram pressionados a participar desse evento que avançou durante toda a tarde e início da noite", afirmou.

O diretor sindical disse também que as concessionárias não têm o direito de promover banco de horas para os funcionários. Ou seja, as empresas não podem obrigar os empregados a extrapolar sua carga horária semanal e deixar essas horas "depositadas" no banco de horas para pagar quando e da forma que bem entenderem.

"Ao estabelecermos essa atual Convenção Coletiva de Trabalho com as concessionárias de veículos, já levantamos junto aos empregados que eles não aceitam o trabalho no sábado à tarde ou à noite como ocorreu nesse dia 17", explicou André Luiz Garcia.

O presidente da entidade, Idelmar da Mota Lima disse que o sindicato vai intensificar a fiscalização junto ao comércio de veículos em Campo Grande para apurar outras possíveis irregularidades. "E faremos uma fiscalização não apenas aos sábados, mas durante a semana também", afirmou.

O Sindicato dos Comerciários quer que a Superintendência Regional do Trabalho atue com rigor e aplique as penalidades legais se constatar irregularidades nessa feira realizada no dia 17 pelas concessionárias: Renascença, Amadosan, Perkal, Missan e Kia.

A única que havia utilizado três turnos de trabalhadores para participar da feira teria sido a Discautol, informa André Garcia. As demais, segundo ele, teriam extrapolado a jornada dos funcionários que prefeririam ter gozado a folga com seus familiares.

1/4 colchões

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Opção de saque do FGTS será "reversível", diz fonte do governo
Economia
Dois anos após reforma trabalhista, contribuição sindical cai 95%
Economia
Café com Negócios abordará construção de uma imagem pessoa de sucesso
Economia
Há 25 anos, Semalo é reflexo de superação no MS
Economia
Intenção de consumo das famílias tem queda de 1,7% em julho
Economia
Petrobras baixa gasolina em R$ 0,03
Economia
Dólar cai a R$ 3,729, menor valor registrado em quase 5 meses
Economia
Medidas sobre FGTS e PIS/Pasep serão anunciadas na próxima semana
Economia
Na Argentina, Guedes afirma que o governo vai liberar 35% do FGTS
Economia
PIB tem retração de 0,8% no trimestre encerrado em maio, mostra FGV

Mais Lidas

Polícia
Em grave acidente adolescente perde os pais e fica ferido
Esportes
Goleiro Bruno deixa prisão para cumprir restante de pena em casa
Polícia
Mulher bate com cabeça no asfalto e morre em acidente
Geral
Fogaça do MasterChef sofre grave acidente