Menu
Busca sexta, 03 de julho de 2020
(67) 99647-9098
Economia

Obama proporá a republicanos alta de impostos de US$ 1,6 tri

14 novembro 2012 - 10h38Jason Reed/Reuters

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, começará as conversas sobre o "abismo fiscal" com os líderes republicanos do Congresso com uma proposta de alta de impostos para as rendas mais altas de US$ 1,6 trilhão na próxima década, informou nesta terça-feira a Casa Branca.

Trata-se de um montante notavelmente superior ao apresentado no passado, pelo que a tendência é que a proposta seja rejeitada pelos republicanos, que já demonstraram sua firme oposição a qualquer elevação dos impostos. Em agosto de 2011, Obama propôs uma alta no valor de US$ 800 bilhões.

O presidente dos EUA convidou líderes republicanos do Congresso, entre eles o presidente da Câmara dos Representantes, John Boehner, para uma reunião na Casa Branca na sexta-feira a fim de discutir possíveis soluções para o abrupto pacote de consolidação fiscal conhecido como "abismo fiscal" que, na falta de um acordo, entrará em vigor em janeiro de 2013.

Boehner afirmou na semana passada que estaria disposto a negociar a alta da receita fiscal, mas exclusivamente para isenções e deduções de impostos, e deixou claro que nunca apoiaria a aplicação de novas taxas.

Se não for alcançado um acordo antes de janeiro, serão suspensas as chamadas "férias fiscais", aprovadas por George W. Bush em 2003 e prorrogadas por Obama em 2010, o que provocaria um notável aumento dos impostos para os cidadãos americanos.

Obama se mostra disposto a manter essa suspensão de impostos para as rendas menores de US$ 250 mil anuais, mas assegura que um enfoque equilibrado do orçamento exige que os ricos paguem uma parcela maior.

Via Terra com informações da EFE

Totem_Alcool Gel

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Fiems e Banco do Brasil anunciam linha de crédito emergencial para empresários
Economia
Procon encontra variações de até 897% nos preços de produtos de inverno
Economia
Produção de petróleo em maio caiu devido pandemia
Economia
AO VIVO - Entidades orientam empresário a obter empréstimos de emergência
Economia
Crédito emergencial para empresas será anunciado nesta quarta
Economia
Ações de cobrança são prorrogadas até 31 de julho pela Receita
Economia
Hoje tem pagamento do auxílio emergencial; veja se você recebe
Economia
Após anunciar prorrogação do Auxílio, Bolsonaro fala em harmonia entre Poderes
Economia
Ao vivo: Governo anuncia prorrogação do auxílio emergencial
Economia
Riedel apresenta plano para enfrentar nova fase da pandemia em MS

Mais Lidas

Polícia
Após assediar jovem, perseguidor do Sedan prata é liberado pela polícia
Geral
"Crianças estão imunes ao coronavírus", diz Marcelo Crivella
Política
Ministério da Segurança ainda pode ser recriado pelo Governo
Cidade
Confira o itinerário de fumacê contra o Aedes Aegypti em oito bairros