Menu
Busca segunda, 19 de agosto de 2019
(67) 99647-9098
Economia

Paraguai conclui sacrifício de gado com febre aftosa

26 setembro 2011 - 15h34Divulgação

Ao menos mil cabeças de gado foram sacrificadas em uma fazenda do departamento de San Pedro, 400 km a nordeste de Assunção, no Paraguai, para combater o foco de febre aftosa que atinge o Paraguai, informaram neste domingo (25) as autoridades sanitárias.

Após o sacrifício, iniciado na sexta-feira na fazenda Santa Helena, os animais foram enterrados em três gigantescas valas abertas por escavadeiras do ministério de Obras Públicas, em um processo monitorado por especialistas estrangeiros.

O Serviço Nacional de Qualidade e Saúde Animal (Senacsa) decretou uma zona de controle de 15 km de raio em torno da fazenda Santa Helena, que pertence a Silfrido Baumgarten, titular regional da Associação Rural do Paraguai.

O foco de aftosa foi descoberto em 18 de setembro passado, provocando a imediata suspensão das exportações de carne paraguaia.

A carne bovina é o terceiro principal produto de exportação do Paraguai, depois dos cereais e oleaginosas. Segundo estatísticas da Associação Rural do Paraguai, a carne bovina do país chega a 64 países e gera em condições normais uma receita mensal de US$ 75 milhões.

A febre aftosa é uma doença contagiosa que afeta bovinos, ovinos, suínos, e caprinos e outros ruminantes com patas, e quase nunca é transmitida ao homem, embora alguns casos tenham sido registrados no passado.

Pesquisa epidemiológica

"Iniciamos agora uma etapa de pesquisa epidemiológica para determinar se não houve outros animais que estiveram em contato com o vírus", detalhou à Agência Efe o presidente interino do Serviço Nacional de Qualidade e Saúde Animal (Senacsa), Carlos Simón.

O funcionário explicou que agora elaborarão o segundo relatório semanal sobre os procedimentos realizados para remetê-lo à Organização Mundial da Saúde Animal (OIE, na sigla em inglês) e aos mercados internacionais.

"Uma vez que esteja contido o foco, já há condições para encaminhar os trâmites" para solicitar a recuperação do status de país livre de febre aftosa com vacinação, destacou o presidente interino do Senacsa.

Fonte: G1

Prefeitura - Niver CG

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Caixa e BB iniciam pagamento de cotas do PIS/Pasep
Economia
Com recursos bloqueados, Exército pode cortar um terço dos recrutas
Economia
PIS/Pasep para nascidos em agosto já está liberado
Economia
Instituições reduzem previsão para déficit nas contas públicas
Economia
IBGE divulga queda da taxa de desemprego no país
Economia
Receita paga restituições do 3º lote do IR 2019 nesta quinta
Economia
Economia tem alta de 0,2% no segundo trimestre
Economia
Maracaju ganha parceiro comercial de renome mundial
Economia
Nelsinho associa Bioceânica com crescimento econômico
Economia
Consumo de bens industriais tem queda de 0,5% em junho

Mais Lidas

Polícia
Vídeo - Motociclista bate em ônibus e morre no local
Internacional
Homem bomba mata 63 pessoas em festa de casamento
Polícia
Polícia encontra ponto de venda de drogas em falsa empresa de reciclagem
Geral
Remédio para cólica menstrual tem efeito para tratar esquistossomose