Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Aguas - super banner
Economia

Petrobras apresentará novo método para reajustes de preços

29 outubro 2013 - 11h56Via Agência Brasil
A Petrobras prepara proposta de metodologia para reajustar os preços de combustíveis, atualmente subsidiados pela estatal. O documento será apresentado na próxima reunião do Conselho de Administração, presidido pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, dia 22 de novembro. A proposta foi aprovada pela Petrobras, mas o conselho pediu esclarecimentos, segundo o diretor financeiro e de Relações com Investidores, Almir Barbassa.

De acordo com Barbassa, a proposta deve permitir melhora no caixa e na alavancagem, que é a possibilidade de fazer empréstimos para investir. O cálculo será feito com base no câmbio e nos preços cobrados no mercado internacional. “Não sei se vai ser um gatilho, o que vai ser. O importante é que trará a previsibilidade”, disse o diretor.

Barbassa não deu detalhes sobre a proposta, mas adiantou que a metodologia deixa a possibilidade de aumentar ou reduzir preços, dependendo do cenário. “A metodologia leva tanto a aumento quanto a redução [de preços]. É uma metodologia de aderência aos preços internacionais. Se estamos [com preços] defasados para menos, leva a mais; se for defasado para mais, leva a menos”, explicou.

Nos últimos anos, para não influenciar na inflação, a Petrobras tem assumido a diferença entre o preço mais alto de importação do diesel e da gasolina e o valor cobrado no mercado interno. Porém, ao arcar com o custo, a companhia tem menos recursos para investir. O impacto no caixa, com o subsídio, tem preocupado investidores e pode afetar o plano de negócios da empresa.

Almir Barbassa deu entrevista após detalhar os resultados financeiros do terceiro trimestre. No período houve queda de 45% no lucro líquido, em relação ao trimestre anterior, ficando em R$ 3,395 bilhões. No entanto, no acumulado do ano, o lucro líquido cresceu 29% na comparação com o mesmo período do ano passado e somou R$ 17,289 bilhões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Nascidos em julho recebem auxílio hoje e poderão sacar em outubro
Economia
Brasil e Paraguai assinam acordo para reabrir a fronteira
Economia
Pagamentos do Ciclo 1 do auxílio emergencial estão concluídos
Economia
Sidrolândia ganha unidade produtora de leitões que vai gerar 100 empregos
Economia
Caixa paga auxílio para 3,9 mi de beneficiários hoje; veja quem recebe
Economia
Comércio na fronteira terá liberação "meia boca"
Economia
Caixa paga abono salarial nesta segunda; veja quem recebe
Economia
FGTS: Caixa deposita hoje para trabalhadores nascidos em novembro
Economia
Economista aponta três fatores para aumento no preço dos alimentos
Economia
Veja quem recebe o auxílio emergencial nesta sexta

Mais Lidas

Geral
Confira a agenda de lives para esta sexta-feira
Geral
CRMV-MS traz veterinários que atuaram em Brumadinho para ajudar no combate ao incêndio do pantanal
Cidade
Após 20 anos vivendo na irregularidade, 215 famílias de Bodoquena receberão título de propriedade
Justiça
Espaço de eventos indenizará em R$ 20 mil casal por falta de água durante casamento