Menu
Busca quinta, 09 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Economia

Presidente da Petrobras admite que preço da gasolina pode aumentar

26 julho 2011 - 12h00Folhapress

O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, já admite que o preço da gasolina pode aumentar.

"Provavelmente vamos precisar ajustar o preço doméstico. Esse é um processo que depende essencialmente do comportamento do mercado internacional. Enquanto isso vamos trazer importação. Não vai faltar gasolina no Brasil", afirmou em entrevista ao Jornal da Globo na última segunda-feira (25).

O executivo destaca o aumento da demanda devido à "crise no mercado de etanol e ao aumento na venda de carros flexfuel". "Tivemos aumento de 19% da demanda de gasolina em 2010. Isso fez com que nossa capacidade de produção chegasse ao limite. Nós estamos praticamente no limite das refinarias hoje existentes", completou.

Para dar suporte ao seu plano de investimentos -de US$ 224,7 bilhões de 2011 a 2015-, a Petrobras partiu da premissa de que o preço do petróleo ficará, na média, entre US$ 80 o barril, no cenário mais conservador, e US$ 95, na visão mais otimistas até 2015.

Se a primeira hipótese prevalecer, a estatal terá de captar US$ 91,4 bilhões no mercado nos próximos anos e ampliar mais seu endividamento, já que contará com uma geração menor de caixa (US$ 125 bilhões).

Mas, se o preço do petróleo ajudar e ficar na previsão mais alta, a Petrobras terá de buscar menos recursos no mercado (US$ 67 bilhões) e contará mais com o seu fluxo de caixa (US$ 148,9 bilhões) para financiar seus investimentos.

Neste ano, avalia a estatal, o preço do barril do petróleo Brent ficará em US$ 110. Para Gabrielli, mesmo na hipótese mais conservadora, a estatal não vai ampliar muito seu endividamento e sua taxa de alavancagem (a relação entre dívida e faturamento atingirá 29%) a ponto de comprometer a manutenção do grau de investimento.

PMCG Refis

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Novo Toque de Recolher muda funcionamento dos shoppings de CG
Economia
Valor do leite sofre reajuste de 18% em MS durante a pandemia
Economia
230 mil empresários receberam indevidamente o auxílio de R$600, aponta TCU
Economia
Junho tem o maior volume de vendas do ano, diz Receita Federal
Economia
BNDES disponibiliza R$5 bi para micro, pequenas e médias empresas
Economia
Fiems e Banco do Brasil anunciam linha de crédito emergencial para empresários
Economia
Procon encontra variações de até 897% nos preços de produtos de inverno
Economia
Produção de petróleo em maio caiu devido pandemia
Economia
AO VIVO - Entidades orientam empresário a obter empréstimos de emergência
Economia
Crédito emergencial para empresas será anunciado nesta quarta

Mais Lidas

Esportes
AO VIVO: Flamengo e Fluminense na final da Taça Rio
Polícia
Trio é detido com R$ 400 mil em prata granulada clandestina
Política
Dourados fecha bares e academias por dez dias
Polícia
DNA aponta preso de São Paulo como autor de estupro em MS