Menu
Busca domingo, 19 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Economia

Procon aponta que gasolina pode custar mais de R$ 0,30 de diferença por litro

20 julho 2011 - 15h39Arquivo

O Procon/MS realizou mais uma pesquisa de preços de combustíveis na Capital, o mais amplo levantamento, que atingiu 82 postos de abastecimento, equivalentes a mais 60% dos estabelecimentos. Os dados foram coletados na última segunda-feira, dia 18.

Considerando a média geral de preços, e comparando com a pesquisa realizada em 15 de junho, o Procon identificou aumento de + 6% para as gasolinas comum e aditivada e para o etanol. Já no diesel, não houve variação significativa de preço.

A gasolina comum mais barata está sendo vendida por R$ 2,469, enquanto que a mais cara foi encontrada por R$ 2,819), o que significa variação de 14,18%.

Na aditivada, os preços variam em 12,85%, com o preço mais baixo em R$ 2,569, e o mais alto em R$ 2,899.

"No caso do etanol, apesar de pesquisarmos uma quantidade enorme de postos, nenhum apresentou preço abaixo dos R$ 2,00, sendo a mais barata achada por R$ 2,019 e a mais cara por R$ 2,199", revela o superintendente do Procon, Lamartine Ribeiro.

Na análise do Procon, os resultados mostram que, mesmo considerando a gasolina mais cara em comparação com o etanol mais barato, ainda assim não compensaria abastecer com etanol. "O etanol chega a representar 71,62% do preço da gasolina, quando, para compensar, essa equivalência de preço não poderia ultrapassar os 70%", orienta o superintendente.

Lamartine alerta que a situação ficaria ainda pior se, ao contrário, for considerada a gasolina com preço mais em conta, em comparação com o etanol mais caro. "Neste cenário, o etanol chega a valer mais que 89% do preço da gasolina, ou seja, muito distante dos 70%, indicando que o prejuízo ao consumidor desavisado poder ser muito grande".

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Concen e Energisa cadastram famílias na Tarifa Social neste sábado
Economia
Guedes prevê "um outro país" após reforma da Previdência
Economia
Dólar segue em alta cotado a R$ 4,087
Economia
País colherá 50,92 milhões de sacas de café neste ano, prevê Conab
Economia
Mega acumula e pode pagar 7 mi no sábado
Economia
Dólar fecha com maior valor em sete meses
Economia
Argentina é responsável por queda no comércio exterior brasileiro
Economia
Governo já trabalha com crescimento de 1,5% em 2019
Economia
Banco Central aponta recuo da economia ao Copom
Economia
Em 22 anos, produção de ovos tem primeira queda

Mais Lidas

Polícia
Ex-marido esfaqueia mulher em boate ao ver localização em rede social
Geral
Vídeo - Após mulher trocar senha do wi-fi, vizinhos apedrajam casa
Polícia
Homem toma arma de policial, troca tiros com outros e morre em telhado de casa
Cidade
Inscrições para sorteio de apartamentos na capital encerram terça-feira