Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Economia

Smartphone modular do Google deve custar a partir de US$ 50

17 abril 2014 - 12h01Via Terra
O Google apresentou nessa quarta-feira o protótipo de seu celular modular, o Grey Phone, que deve chegar ao mercado em janeiro de 2015 por US$ 50 (R$ 111), de acordo com o jornal britânico The Guardian. O aparelho conhecido anteriormente como Projeto Ara, foi mostrado pelo líder do projeto, Paul Emerenko em uma conferência na cidade de São Francisco (EUA).

O kit inicial conterá apenas o corpo, tela sensível ao toque, processador e conexão wi-fi - a partir daí o comprador poderá customizar o objeto com diversas opções de módulos, acessórios e cores. “Ele é chamado de Grey Phone, pois ele será um cinza monótono para que as pessoas possam customizá-lo” diz Emerenko.

A equipe do Grey Phone ainda explicou que a estrutura do aparelho é feita para durar entre cinco e seis anos, permitindo aos usuários atualizarem o smartphone com o tempo, trocando também outros componentes como câmera, GPS, Bluetooth e rádio 4G.
Rota do Pantanal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Vídeo mostra protesto em Pedro Juan
Economia
FGTS está na conta dos trabalhadores nascidos em dezembro
Economia
Nascidos em julho recebem auxílio hoje e poderão sacar em outubro
Economia
Brasil e Paraguai assinam acordo para reabrir a fronteira
Economia
Pagamentos do Ciclo 1 do auxílio emergencial estão concluídos
Economia
Sidrolândia ganha unidade produtora de leitões que vai gerar 100 empregos
Economia
Caixa paga auxílio para 3,9 mi de beneficiários hoje; veja quem recebe
Economia
Comércio na fronteira terá liberação "meia boca"
Economia
Caixa paga abono salarial nesta segunda; veja quem recebe
Economia
FGTS: Caixa deposita hoje para trabalhadores nascidos em novembro

Mais Lidas

Polícia
Dois são presos tentando entrar com drogas em presídio
Polícia
Iagro aprende 120 cabeças de gado e documentação falsa
Polícia
Operação contra o jogo do bicho vaza e é antecipada
Polícia
No Pernambuco, bandido usa nome de campo-granense para comprar celular