Menu
Busca sexta, 20 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Economia

Terrenos em Campo Grande vão a leilão judicial eletrônico

28 outubro 2011 - 10h44Divulgação

No dia 31 de outubro será realizado leilão judicial eletrônico, determinado pelo Dr. Marcelo Andrade Campos Silva, juiz da 16ª Vara Cível de Campo Grande/MS e pioneiro na realização de leilões 100% eletrônicos.

São seis lotes localizados em Campo Grande/MS entre os quais podemos destacar: terreno com 360 m² em Carandá Bosque II, Terreno com 410,79 m² e 4 terrenos no bairro Vila Ipiranga, Campo Grande/MS.

Os interessados devem se cadastrar no site www.superbidjudicial.com.br e participar do leilão ofertando lances via internet até o dia 31, às 14h30, data encerramento da 2ª praça (na qual os bens estão com lance de 60% do valor de avaliação). O leilão será realizado exclusivamente pela internet.

Os interessados em conferir os bens antes da compra deverão entrar em contato com a Central de Atendimento da Superbid Judicial, através do Telefone/Fax: (67) 2107-0767 ou via e-mail: cac@superbidjudicial.com.br

Toka do Jacare - perkal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Mega-Sena: Bolão de funcionários do PT ganha R$ 120 milhões
Economia
Começa pagamento do Pis/Pasep dos nascidos em setembro
Economia
Mega-Sena deve sortear prêmio de R$ 120 mi nesta quarta-feira
Economia
Governo estuda congelar salário mínimo temporariamente
Economia
Mega-Sena pode sortear 120 milhões nesta quarta-feira
Economia
Brasil poderá exportar produtos lácteos para o Egito
Economia
Termômetro do Varejo: expectativa positiva com o uso do FGTS anima comércio
Economia
Inadimplência e endividamento do consumidor têm alta em agosto
Economia
Agências da Caixa ampliam horário para saques do FGTS nesta sexta
Economia
Restituição de R$ 45,3 mi do IR impusionará comércio no MS

Mais Lidas

Cidade
Mais dois radares na Afonso Pena começam a multar
Internacional
Tragédia – Incêndio em escola mata 263 alunos e 2 professores
Polícia
Homem é assassinado com facada no pescoço
Polícia
Assassino de Ronaldo assume quatro homicídios da década de 80