Menu
Busca segunda, 18 de novembro de 2019
(67) 99647-9098
Educação

Mais de 35 mil alunos são beneficiados com projetos de esporte e arte

A prefeitura lançou neste fim de semana a edição 2019 dos projetos Esporte Escolar, Esporte Adaptado e Arte e Cultura

24 fevereiro 2019 - 09h15Rayani Santa Cruz

 A Rede Municipal de Ensino (Reme) lançou no sábado (23), a edição 2019 dos projetos Esporte Escolar, Esporte Adaptado e Arte e Cultura, desenvolvidos pela Divisão de Esporte, Arte e Cultura (Deac). Aproximadamente 38 mil alunos da rede serão atendidos com as ações dos projetos, mais que o dobro do ano passado, quando foram contemplados 12.753 alunos em 21 modalidades esportivas.

Por meio de aulas extracurriculares, os projetos acontecem no contraturno escolar e possuem diferentes modalidades esportivas coletivas e individuais, além do paradesporto e atividades nas linguagens artísticas, abrangendo as artes visuais, cinema, circo, dança, balé, música e teatro. Este ano serão oferecidos 19 modalidades esportivas e 22 linguagens artísticas e culturais em 94 unidades escolares e 25 EMEI’s.

O lançamento contou com a presença da secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, representantes de federações esportivas, instituições e parceiros que contribuem com a realização dos eventos promovidos ao longo do ano pela Deac, além do presidente da Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública (ACP), Lucílio Nobre e superintendentes da Semed.  

A secretária de Educação, Elza Fernandes, destacou o empenho da gestão em ampliar a carga horária dos profissionais que atuam nos projetos, para contemplar um número maior de alunos. “Sempre abracei os projetos porque acredito que eles são ferramenta importante no processo de ensino-aprendizagem”, ressaltou. A secretária também revelou que, logo após o Carnaval, nove escolas da Rede passarão a ficar abertas aos sábados para receber atividades recreativas e esportivas, contemplado toda a comunidade escolar.

“Acredito que quando levamos as famílias para dentro das unidades, os resultados são outros porque os pais têm uma visão de pertencimento daquele espaço, além de contribuir com a disciplina do aluno”, disse.

O chefe da Deac, Marcos Antonio Lopes, destacou a importância dos parceiros que viabilizam espaços para a realização das ações e os benefícios de levar os projetos às escolas logo no início do ano letivo. “Isso só foi possível graças ao apoio que nossa equipe sempre teve da gestão. Temos liberdade para trabalhar e criar ações que têm como foco o bem-estar e aprendizado de nossos alunos”.

Athus Ingles

Deixe seu Comentário

Leia Também

Educação
Estudantes brasileiros de baixa renda podem estudar nos Estados Unidos
Educação
Universitários promovem o "Publici O Quê ?"
Educação
Curso gratuito de Mídias Digitais está com inscrições abertas
Educação
Candidato que teve problema de logística e não fez o Enem, pode pedir nova prova
Educação
Gabaritos oficiais do enem serão divulgados nesta quarta-feira
Educação
Unicef aponta que mais de 95% das crianças brasileiras frequentam a escola
Educação
ENEM 2019 chegou ao fim neste domingo
Educação
O que esperar e como se preparar para segundo dia de Enem
Educação
Número de jovens que não estudam nem trabalham aumentou em 2018
Educação
UEMS abre inscrições para Semana Acadêmica da Engenharia Ambiental

Mais Lidas

Polícia
Guarda Municipal é preso viajando com 40 quilos de cocaína
Esportes
Vídeo - veja como foi o resgate de Pedro Scooby após acidente no mar
Polícia
Bebê de 1 ano cai em vasilha de comida de porcos e morre afogada
Geral
Um morre e dois ficam presos às ferragens em acidente na BR-267