Menu
Busca quinta, 02 de julho de 2020
(67) 99647-9098
Educação

MEC não pode emitir carteira estudantil a partir desta segunda

A suspensão deve-se ao fim da validade da Medida Provisória, que instituía o aplicativo e, gratuitamente, disponibilizava o documento virtual

17 fevereiro 2020 - 15h35Marya Eduarda Lobo, com informações da Agência Brasil

O Ministério da Educação (MEC) não está emitindo novas identidades estudantis (IDs), as carteiras digitais de estudante. A suspensão, que começou a vigorar no domingo (16), deve-se ao fim da validade da Medida Provisória, que instituía o aplicativo e, gratuitamente, disponibilizava o documento virtual para estudantes de instituições de ensino brasileiras.

A ID Estudantil dá, ao estudante, direito a meia-entrada em eventos culturais e esportivos. Segundo o MEC, as 325.746 IDs estudantis já emitidas continuarão valendo, até sua data de expiração. Apesar de o estudante não ter de pagar qualquer taxa pela carteira virtual, cada unidade sai a R$ 0,15, valor arrecadado pelo governo federal.

Na avaliação do presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Iago Montalvão, a criação dessa carteira estudantil “supostamente gratuita, mas paga com dinheiro público” pelo MEC foi uma “forma de ameaça e de retaliação do governo federal contra o movimento estudantil”, uma vez que comprometeria a principal fonte de receita das entidades representativas dos estudantes no país.

De acordo com a UNE, a MP acabou sendo vista com desconfiança pelos parlamentares e por grande parte da opinião pública. “Essa rejeição, associada aos graves ataques feitos por este governo à educação, acabou influenciando o Congresso, a ponto de não conseguir ter o apoio necessário para a aprovação da MP”, acrescentou.

Segundo o MEC, o objetivo da ID Estudantil é oferecer uma alternativa à carteirinha de plástico que continua sendo emitida por entidades estudantis como UNE e União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), a um custo de R$ 35.

Segundo a UNE, estudantes de baixa renda podem receber o documento gratuitamente, desde que comprovem renda familiar per capita de até 1,5 salário-mínimo.

Totem_Alcool Gel

Deixe seu Comentário

Leia Também

Educação
MEC define protocolo sanitário para volta às aulas
Educação
Sem prever retorno, MEC divulga normas para volta às aulas presenciais
Educação
Estudantes de direito elaboram “cartilha jurídica” sobre a pandemia
Educação
Estudantes optam por fazer o Enem em maio de 2021
Educação
Sesi dá dicas de entretenimento educativo para alunos que estão em casa
Educação
Consulta sobre nova data para o Enem termina hoje
Educação
Sesi auxilia pais a lidar com as emoções dos filhos na pandemia
Educação
Enquete que vai definir nova data do Enem termina nesta terça
Educação
Professor Carlos Alberto Decotelli é o novo ministro da Educação
Educação
“Não é momento para escolas particulares voltarem”, diz Marquinhos

Mais Lidas

Economia
Procon encontra variações de até 897% nos preços de produtos de inverno
Polícia
Homem desacata delegada por estar em um cargo que "seria apenas para homens"
Brasil
Vídeo: Leonardo explica acidente com filhos e diz que “está tudo certo”
Política
“Iremos cassar alvará dos estabelecimentos que desobedecem ao Toque de Recolher”, diz Marquinhos