Menu
Busca segunda, 13 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Esportes

A terra treme: Cigano e Velásquez decidem título dos pesados do UFC

29 dezembro 2012 - 19h01Getty Images

Nas palavras de Dana White, as lutas entre atletas que pouco se provocam, se respeitam, mas têm no olhar a certeza da rivalidade, são as melhores. Se a análise do presidente do UFC for verdadeira, o MGM Grand Garden Arena receberá, esta noite, um verdadeiro duelo de titãs no encerramento do ano. A decisão do título dos pesos-pesados, entre o brasileiro Junior Cigano, invicto no UFC, com nove vitórias em nove lutas, e o americano de origem mexicana Cain Velásquez, que também em nove lutas pelo torneio, venceu oito e só foi batido por Cigano, põe frente a frente no UFC 155 os dois maiores nomes da categoria e, além disso, dois lutadores que dividem não só a preferência da torcida que estará presente, como os prognósticos dos especialistas e dos profissionais envolvidos com o MMA no mundo todo. A luta será transmitida na tv a cabo a partir das 20h40m (de MS).

O novo clássico dos pesos-pesados do UFC não teve provocações, ofensas ou qualquer coisa que movimentasse os noticiários pelo que foi dito por ambos os lutadores. Reconhecidos como os dois melhores pesos-pesados do planeta, Cigano e Velásquez fazem esta noite a reedição da luta em que o brasileiro conquistou o seu cinturão, em novembro de 2011, na primeira vez em que o UFC foi transmitido em rede nacional para os EUA. Na primeira luta, Cigano venceu por nocaute em apenas 1m04s. Nenhum dos dois lutadores, no entanto, espera que a luta desta noite seja tão rápida.

- Acho que será uma luta diferente da primeira, já que o Velásquez é um lutador inteligente e deve ter aprendido sobre o que aconteceu naquela noite. Mas eu também melhorei muito, estou mais rápido, mais forte, mais experiente e melhor tanto no boxe quanto no chão. Eu vou vencer, e por nocaute. De novo - disse Junior Cigano após seu último treino, em Las Vegas.

Indo para a luta no raro papel de azarão em sua carreira, Velásquez promete ser um lutador completamente diferente daquela noite. Concentrado e com poucas palavras, o ex-campeão garante que irá recuper o cinturão diante dos apaixonados torcedores mexicanos que estarão em grande número da Arena do MGM Grand Garden Hotel e Cassino.

- Na primeira luta em não fiz nada. Vinha de muito tempo parado, estava lesionado e não ataquei, não pressionei e deixei Junior à vontade. Agora será diferente. Estou bem fisicamente, e vou lutar como sempre fiz. Vou atacá-lo e vou buscar o que é meu e está com ele, que é o cinturão. Nada mais importa. Vou vencer - disse o americano.

A grande presença de brasileiros e mexicanos em Las Vegas para as festas de fim de ano deu à luta entre Cigano e Velásquez um ar de partida de futebol. Com provocações pacíficas entre os torcedores de ambos os atletas, e aplausos e vaias na hora da pesagem, é esperado um clima de final Copa do Mundo na hora da luta. Entre os especialistas e lutadores, há uma grande divisão de opiniões. De 34 lutadores ouvidos pelo site americano "Sherdog" em uma pesquisa, 18 apontaram Cigano como favorito, dez elegeram Velásquez como o vencedor do duelo, e seis preferiram não opinar.

Além da decisão do cinturão dos pesados, o UFC 155 traz alguns combates que prometem movimentar a noite de encerramento do ano de 2012 do UFC. No coevento principal da noite, os leves Jim Miller e Joe Lauzon prometem uma luta muito disputada, principalmente no chão. Abrindo o card principal, Chris Leben faz seu retorno ao octógono após mais de um ano afastado, em decorrência de uma lesão, diante de Derek Brunson.

No card preliminar, a luta entre os também leves Melvin Guillard e Jamie Varner ganhou ares de briga após a pesagem, quando Guilllard teve de ser contido por Dana White para não agredir Varner. Irritado pelo cancelamento do duelo entre os dois no TUF 16 Finale, há duas semanas, por conta de um mal-estar de Varner momentos antes de subirem ao octógono, Guillard mostrou-se nervoso durante a tomada de peso, provocando o rival a todo momento.

Confira abaixo a programação completa do UFC 155:

Card principal
Peso-pesado: Junior Cigano x Cain Velásquez
Peso-leve: Jim Miller x Joe Lauzon
Peso-médio: Tim Boetsch x Costa Phillipou
Peso-médio: Yushin Okami x Alan Belcher
Peso-médio: Chris Leben x Derek Brunson

Card preliminar
Peso-galo: Brad Pickett x Eddie Wineland
Peso-galo: Erik Perez x Byron Bloodworth
Peso-leve: Melvin Guillard x Jamie Varner
Peso-leve: Michael Johnson x Myles Jury
Peso-pesado: Philip De Fries x Todd Duffee
Peso-pena: Leonard Garcia x Max Holloway
Peso-mosca: Chris Cariaso x John Moraga

Via G1

PMCG Refis

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
SBT transmitirá final do Carioca entre Flamengo e Fluminense
Esportes
Eliminatórias sul-americanas para Copa de 2022 é adiada para outubro
Esportes
Conmebol anuncia retorno da Libertadores para 15 de setembro
Esportes
Botafogo de Ribeirão vê ilegalidade na volta do Campeonato Paulista
Esportes
Live: Rodeio sem público começa nesta quinta em Chapadão do Sul
Esportes
Fluminense supera Flamengo e conquista Taça Rio
Esportes
Governo de SP autoriza volta do jogos de futebol em 22 de julho
Esportes
Veja onde assistir Fluminense x Flamengo de graça
Esportes
Campo Grande sediará a Liga das Nações que foi adiada para 2021
Esportes
Fluminense perde para o Volta Redonda na reestreia de Fred

Mais Lidas

Geral
Funsat encaminha mulheres vítimas de violência ao mercado de trabalho
Polícia
MP é contrário a liberdade de jovem que matou namorada em acidente
Brasil
Vídeo: ventania causa destruição em São Luiz
Polícia
Vídeo - PMA captura tamanduá-mirim entre chassi de carreta